Páginas

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Berlim de graça: Mais de 100 atrações e atividades gratuitas para aproveitar a capital alemã!

ATUALIZADO EM 21/08/2021

Em tempos de euro caro, dólar absurdo e libra na estratosfera, você tem 2 opções para não parar totalmente de viajar: ou viajar mais pelo Brasil (já são mais de 250 posts aqui no blog) ou economizar de todo jeito nas viagens internacionais! Vale ficar de olho em promoções, comprar ingresso de atração com antecedência, se hospedar em hostel (como esse aqui na Alemanha - premiado por sinal!), comprar comida em barraquinhas de rua ou supermercado e claro, focar seu roteiro nas atrações grátis de cada lugar!


O que fazer de graça em Berlim: Portão de Brandenburg, Reichtag, Potsdamer Platz e Tiergarten

Em sentido horário: Portão de Brandemburgo, Reichtag, Potsdamer Platz e Tiergarten


O post de hoje é uma lista imensa de atrações grátis na minha cidade favorita dos últimos tempos - Berlim! Quando for o caso, já indico também o post específico aqui no blog ou em blogs/canais que curto! Divirtam-se e aproveitem!

Desde meados de 2021, os principais museus de Berlim têm entrada grátis no 1o domingo do mês - aqui está a lista! Por conta da pandemia, é necessário reservar seu ticket online com horário marcado.


O que fazer de graça em Berlim: Kaiser-Wilhelm Gedächtniskirche, East Side Gallery, Gendarnemmarkt e Topografia do Terror
Em sentido horário: Kaiser-Wilhelm Gedächtniskirche, East Side Gallery, Gendarmenmarkt e Topografia do Terror


Não deixem de ver os mais de 100 posts sobre a cidade que já estão no blog (tem muito mais pela frente), inclusive esse aqui, sobre os passes de desconto nas atrações turísticas!


01) Portão de Brandemburgo


É claro! Não poderia ficar de fora! O principal cartão postal de Berlim, se bobear até da Alemanha! Cheguei na cidade meio tarde, no dia seguinte fui para a aula cedo e só consegui ver o portão perto da hora do almoço. Foi impossível não se emocionar! É uma das top 15 atrações em Berlim na minha opinião e a maioria delas felizmente é grátis!





Você sabia que o seguro viagem é OBRIGATÓRIO para entrar na Europa??? Para viajar tranquilo, garanta já o seu seguro viagem com a parceira do blogReal Seguros - comparador de preços com as melhores seguradoras do mercado! Você não gasta nenhum centavo a mais por isso e colabora para manter o blog!


Seguro viagem europa 336x280


02) Unter den Linden


Uma das avenidas mais bonitas e famosas da cidade, onde ficam inclusive algumas das atrações que vou falar neste post (e outras que já falei, como por exemplo o Museu Histórico Alemão ou Deutsches Historisches Museum). Atualmente está meio complicado de andar por ali por conta de algumas reformas, mas fiz um post sobre as atrações da avenida e proximidades. Não perca Staatsbibliothek, o Kronprinzenpalais e o Alte Komandatur, apesar das reformas na avenida


03) Free Walking Tour


Começando pelo clássico free walking tour! Ótima maneira de conhecer a cidade a pé, guiado por alguém que conhece muitas histórias e dicas da cidade.  Adorei fazer logo no meu primeiro dia inteiro na cidade e durou a tarde toda! Apesar de grátis, é de bom tom dar gorjeta. Vejam aqui como foi o meu walking tour por lá!

04) Memorial do Holocausto


Passei ali no walking tour, mas voltei diversas vezes pois o memorial está bem localizado e sempre andava na região. No subsolo desses blocos, tem uma interessante exposição de graça! Escrevi sobre o memorial neste post aqui!


Atrações grátis em Berlim - Memorial do Holocausto



05) Bunker do Hitler


Não fiquem achando que é uma super atração, porque hoje em dia é um simples estacionamento! Também passamos ali com o walking tour. Aparece no vídeo do item 23 (abaixo)!

06) Palais Populaire


Local para mostras sobre arte cultura e esporte organizado pelo Deutsche Bank em plena região da Unter den Linden, Humboldtforum e Bebelplatz! Abriu em 2018, mas não consegui visitar. Fique de olho na programação, pois as mostras estão sempre mudando. A entrada é grátis, mas reserve online antes. Está no Prinzessinnenpalais, construído em estilo rococó em 1733 e ampliado entre 1810 e 1811. O nome do palácio vem das filhas de Frederico Guilherme III da Prússia.


Palais Populaire - Prinzessinnenpalais, Berlim
Palais Populaire - Prinzessinnenpalais, Berlim (2008). Foto: Jensens, domínio público


07) Neue Wache


É um memorial para as vítimas da guerra e apesar de grande, fica pequenininho comparado com os outros prédios monumentais da Avenida Unter den Linden. Lá dentro fica a estátua "Pietá", de Käthe Kollwitz e é uma visita rápida.


Atrações grátis em Berlim _ Neue Wache



08) Bebelplatz


Originalmente chamada de Opernplatz, foi aqui que aconteceu a famosa queima dos livros pelos nazistas em 1933. Imperdível! Cercada por diversos prédios bonitos, da Universidade Humboldt (abaixo), Catedral Santa Edwiges (não precisa pagar para visitar) e a Ópera Estatal de Berlim. Falei mais sobre a praça neste post sobre a Avenida Unter den Linden.


Atrações grátis em Berlim - memorial à queima de livros na Bebelplatz
Memorial à queima de livros


Atrações grátis em Berlim -  Bebelplatz




Receba a nossa newsletter quinzenal! Não se preocupe porque não fazemos spam!
* indicates required










09) Universidade Humbolt


Talvez a universidade mais famosa de Berlim, foi fundada por Wilhelm von Humboldt (que era irmão do mais famoso Alexander von Humboldt - tem uma estátua dele ali na frente). É possível entrar no prédio principal sem pagar nada. Do lado direito, fica uma lojinha que vende souvenirs da universidade (camisetas, bonés, etc) e a escadaria na frente da porta é bem bonita. Com 29 ganhadores de prêmios Nobel, a universidade já teve alunos conhecidos, como HegelKarl MarxEngelsHeinrich Heine e Otto von Bismarck.


Atrações grátis em Berlim -  Universidade Humboldt



10) Lustgarten


Uma praça/jardim com vista linda para a Berliner Dom (abaixo - infelizmente paga) e o Altes Museum (pago também)! Do outro lado da rua, ficava o antigo Stadtschloss, que está em reconstrução - previsão de reabertura ainda em 2020!






Booking.com




11) Humboldt Forum


O mais novo centro cultural de Berlim foi inaugurado em 2021 e nos primeiros dias será grátis. mesmo quando todos os museus já estiverem instalados aqui e mesmo que as exposições temporárias sejam pagas, uma parte do antigo palácio prussiano reconstruído será sempre grátis - os pátios e as fachadas! Contei tudo sobre o Humbolt Forum neste post!


Atrações e atividades grátis em Berlim - Humboldt Fortum
Planta do Humboldt Forum Berlim - SHF / Golden Section Graphics


Atrações e atividades grátis em Berlim - Humboldt Fortum
Humboldt Forum Berlim - SHF / GIULIANI | VON GIESE


Atrações e atividades grátis em Berlim - Humboldt Fortum
Humboldt Forum Berlim - SHF / GIULIANI | VON GIESE




12) Teto da estação de metrô Museuminsel


Contei aqui sobre a novo trecho de metrô (U5) inaugurado em Berlim em 2021 passando por baixo da Avenida Unter den Linden. Uma das novíssimas estações é a Museuminsel com esse teto magnífico abaixo. No post acima também falo sobre a inspiração para esse teto!



13) Gendarmenmarkt


A praça mais bonita da cidade! Diversos prédios interessantes na praça e nas proximidades (próximos 4 itens). Falei sobre a praça neste post.




14) Esculturas de chocolate na loja/cafeteria Rausch Schokoladenhaus


Já contei sobre a Rausch Schokoladenhaus e com certeza é um paraíso para os chocólatras! Mas mesmo que você não experimente nada por lá, vale a pena visitar para ver as esculturas dos principais pontos turísticos da cidade feitas de chocolate!!! Imperdível!


O que ver e fazer de graça em Berlim? Mais de cem atrações e atividades grátis - Portão de Brandenburg de chocolate na loja/cafeteria Rausch

Entrar na igreja é free, mas paga-se para subir na torre. Pela localização, acho que deve ser uma vista legal, que reabriu recentemente pós-reforma. O interior da igreja é bem simples.





Seguros Promo

16) Deutscher Dom


Essa igreja, gêmea da igreja acima, hoje abriga uma exposição sobre o parlamento alemão - free.



17) Loja/cafeteria Bunte Schokowelt Ritter Sport


Além de um pequeno museu de graça (e cafeteria) no 2o andar, o 1o andar tem a maior loja desse chocolate maravilhoso (um dos meus preferidos da VIDA!) e logo na entrada, um balcão onde é possível montar o seu próprio chocolate (pagando, é claro) e ver todo o processo! Agora o difícil vai ser não comprar nada! A decoração toda é bem legal.


Grátis em Berlim -  Bunte Schokowelt Ritter Sport

Grátis em Berlim -  Bunte Schokowelt Ritter Sport


18) Tränenpalast - Palácio das Lágrimas


Local de despedida de diversas famílias alemãs divididas no leste e no oeste de Berlim, conta com uma exposição compacta e grátis sobre a divisão da cidade (e do país) em 2. Já mostrei aqui no blog.


O que ver e fazer de graça em Berlim? Mais de cem atrações e atividades grátis - Tränenpalast em Berlim


19) Escultura em homenagem às crianças do Kindertransport


Ver essa foto no Instagram

Uma escultura em bronze em tamanho real de crianças fica adjacente à estação Friedrichstraße. Sete meninos e meninas representam as crianças judias da década de 1930. A organização do grupo reflete o destino contrastante das crianças na era nazista. Cinco figuras em bronze cinza olham para o lado, simbolizando o sofrimento daqueles deportados para os campos de concentração para enfrentar uma morte prematura. Duas figuras de bronze mais leves, no entanto, olham na outra direção. Eles representam aquelas crianças judias cujas vidas foram salvas pelo Kindertransport para a Inglaterra. Mais de dois milhões de crianças perderam a vida entre 1933 e 1945 através da tirania dos nazistas. O corretor da bolsa de Londres Nicholas Winton, movido pelo destino dos refugiados judeus, trabalhou com seus colegas britânicos para trazer as primeiras crianças resgatadas para o Reino Unido. Estes Kindertransporte foram uma tentativa de proteger as vítimas mais jovens da ditadura nazista. Essas missões de resgate permitiram a cerca de 10.000 crianças judias da Alemanha, Áustria, Polônia e Tchecoslováquia escapar da deportação e encontrar refúgio em lares de crianças ou com famílias inglesas em Londres. O primeiro trem deixou a estação Friedrichstraße em Berlim com 196 crianças a bordo em 30 de novembro de 1938. #goeasyberlin #history #crianças #worldwar #momenumento #friederichstrasse #berlim #germany

Uma publicação compartilhada por Go Easy Berlin (@goeasyberlin) em


20) Livraria Dussmann


A minha livraria preferida do mundo todo fica em Berlim, perto da estação Friedrichstrasse de metrô! A livraria em si é linda e com um estoque imenso! Sempre fico babando por dezenas de livros de todos os assuntos imagináveis e já comprei vários - em inglês ou até em alemão para treinar o idioma. Escrevi sobre algumas livrarias alemãs fantásticas e dei dicas de livros sobre Berlim neste post, alguns deles comprados aqui!


Grátis em Berlim - Livraria Dussmann



Quer viajar usando o mesmo chip que eu usei na Alemanha? Leia aqui tudo sobre esse chip!


Viaje Conectado


21) Observar o bunker que hoje abriga a Sammlung Boros


O interessante desse bunker é que ao contrário do que a maioria pensa (eu me incluo nessa), não eram todos embaixo da terra! Aparece no vídeo do item 23 (4m13s). Paga-se para entrar na exposição, mas é interessante ver um bunker do lado de fora.


22) Oranienburger Straße


Oranienburger Straße é uma rua bem pertinho da famosa Friedrichstraße, onde morava e trabalhava uma grande concentração de judeus antes da Segunda Guerra. Durante o dia você pode ver a Nova Sinagoga, o antigo prédio dos correios e a Tacheles, mas só por fora porque a primeira cobra a entrada e a segunda foi fechada :( ! A região é cheia de barzinhos com drinks baratos e recomendo para a noite também. Não confundam com a Oranienstraße (item 78)! Falei sobre essa rua e região neste post aqui!


O que ver e fazer de graça em Berlim? Oranienburger Strasse

O que ver e fazer de graça em Berlim? Oranienburger Strasse
Postfuhramt (fachada estava em reforma quando fui então só tinha andaime na minha foto!) - Foto: Jason Vanderhill (CC BY-SA 3.0)


23) Monbijoupark


Antigamente neste local ficava o Monbijou Schloss e quando o palácio foi destruído, restou somente o parque. É pequeno, com alguns locais aproveitando o sol ou o parquinho infantil, mas dali tem-se a vista lateral da Ilha dos Museus então pode render fotos interessantes.


O que ver e fazer de graça em Berlim? Monbijoupark
Em cima, Berliner Dom, fundos da Alte Nationalgalerie e torre de TV vistas do parque e abaixo, Bode-Museum.


24) Volkspark am Weinberg


Parque não muito grande, mas bem próximo à Rosenthaler Platz. Não explorei muito, mas tem um jardim de rosas também. Estava cheio quando passei ali em um final de tarde durante a semana quase no verão. Estava entre uma das minhas hospedagens em Berlim em 2019 e o supermercado mais próximo e descobri ao acaso. Naquele cruzamento, temos uma vista legal da Torre de TV, um prédio interessante bem na esquina e o próprio prédio do supermercado Rewe mereceu a foto da entrada - ali funcionava um dos antigos mercados da cidade - o Ackhalle, um dos poucos sobreviventes (tem mais mercado sobrevivente neste post!).


O que ver e fazer de graça em Berlim? Volkspark am Weinberg



25) Tiergarten


Claro que o maior parque de Berlim tem um post específico aqui no blog, mas aqui estão algumas dicas!










Está gostando do post? Aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook





24) Feira de antiguidades/mercado de pulga na Straße des 17. Juni


Aos sábados e domingos, acontece essa que deve ser a mais tradicional feira de antiguidades/mercado de pulga da cidade. A Straße des 17. Juni é a rua que atravessa o Tiergarten (e onde acontecia também boa parte da famosa Love Parade).


25) Memorial de Guerra Soviético no Tiergarten


É o mais fácil de achar dos memoriais que vou falar aqui e homenageia os soldados soviéticos mortos durante a Segunda Guerra Mundial. Mais sobre o memorial no post sobre o Tiergarten!


Berlim grátis - Memorial de Guerra Soviético no Tiergarten



26) Memorial dos Sinti e Roma no Tiergarten


Apesar de existirem diferenças, aqui no Brasil chamamos Sinti e Roma de "ciganos". Não eram só os judeus que eram excluídos, torturados e exterminados durante o período nazista.

Memorial para os grupos Sinti e Roma vítimas do nacional-socialismo no Viajoteca


27) Memorial dos homossexuais vítimas do nazismo no Tiergarten


É mais um memorial meio desconhecido no meio do Tiergarten, mostrado no vídeo abaixo do Canal Alemanizando (0m33s). Os números não são exatos, mas estima-se que morreram entre 5 e 15 mil homossexuais nos campos de concentração durante a Segunda Guerra Mundial.





28) Reichtag


O prédio é lindo e vale muito a pena fazer o tour do Parlamento que eu fiz (detalhes neste post)! Todo mundo que vai a Berlim sobe até a cúpula (ou pelo menos tenta) para ter uma vista legal da cidade. Sim, tudo isso é de graça, mas é necessário agendar com antecedência pela internet! Eu só consegui subir até a cúpula na minha 3a tentativa, já na 2a viagem a Berlim, então marque para o começo da sua viagem para ter uma margem para uma 2a tentativa, se necessário (na minha 1a vez estava fechada para um evento e na 2a tentativa, o dia estava horroroso e chuvoso e preferi nem perder meu tempo porque não daria para ver nada).


grátis em Berlim - cúpula do Reichtag





29) Schloss Bellevue


O prédio fica fechado na maior parte do ano, mas vale a pena dar uma paradinha para uma foto da fachada do palácio, residência oficial do presidente alemão, que hoje é utilizado principalmente para recepções oficiais.


30) Regierungsviertel


O Regierungsviertel em Berlim é o "bairro do governo" na capital alemã. Formada pelo Reichtag (acima), pelo Bundeskanzleramt, pelo Paul-Löbe-Haus e pelo Marie-Elisabeth-Lüders-Haus, é uma região moderna, cheia de prédios com projetos arquitetônicos estilosos, a maioria deles na beira do rio Spree. Vale a pena passar para umas fotos!







31) Berlin Hauptbahnhof


A estação principal de trens em Berlim só foi construída para a Copa de 2006 e portanto é bem moderna. Hoje, é praticamente um shopping, provavelmente com os horários mais flexíveis da cidade. Vale a pena visitar pela sua arquitetura moderna.

Post sobre o trem low cost alemão - o Flixtrain - na minha viagem de 2019, cheguei em Berlim com ele, vindo de Frankfurt e depois fui embora para Stuttgart com ele novamente


32) Checkpoint Charlie


Já tenho um post no blog sobre o Checkpoint Charlie e o Mauermuseum aqui no blog (o 1o grátis e o 2o pago), mas infelizmente nesse caso o 2o vale mais a pena! O 1o é só um ponto para uma foto rápida. Sorte que ali por perto tem um monte de coisas legais!


33) Topografia do Terror


Essa atração é das mais conhecidas e visitadas entre os turistas em Berlim. Mas sinceramente? Só curti a parte de fora com um pedaço do muro ainda preservado como antigamente, mas a exposição (grátis) não me agradou. Acho que foca demais na história do Partido Nazista e o assunto não me interessou muito (ao contrário de qualquer outra coisa relacionada à Segunda Guerra e ao Muro de Berlim!). Veja mais no post sobre a região do Checkpoint Charlie.




34) Centro de Documentação Fuga-Expulsão-Reconciliação


Não tinha ouvido falar nada sobre esse centro de documentação até sua inauguração em meados de 2021 - Berlim não para de se reinventar e trazer novidades mesmo! O local fica perto da Topografia do Terror e da Postdamer Platz. O centro conta sobre os 14 milhões de alemães que foram expulsos de suas cidades durante e após a Segunda Guerra Mundial e a reorganização dos territórios europeus. Alguns grandes exemplos são as cidades de Gdansk (Danzig)Wroclaw (Breslau) e Szczecin (Stettin) na Polônia ou Kaliningrado hoje pertencente à Rússia (antigamente era a alemã Königsberg) - conheci as 2 primeiras citadas. Wroclaw era inclusive uma grande apoiadora do partido nazista e foi a última grande cidade alemã a cair ao final da Segunda Guerra. O mesmo aconteceu com os poloneses que moravam na região da atual Lviv (Lwow), hoje na Ucrânia - eles foram expulsos para a atual parte oeste da Polônia para ocupar a área "desocupada" pelo alemães. 

Mas o centro de documentação não fica somente na História mais antiga e aborda os deslocamentos atuais de refugiados da Síria e de outros países que não a Alemanha. A visita é grátis. Leia mais sobre o centro na reportagem da Deutsche Welle.


mapa da Polônia com modificações pós-Segunda Guerra Mundial
Em branco, a parte da Polônia antes e após a guerra. A parte rosa, territórios alemães/prussianos (e a cidade-livre de Gdansk), que foram incorporados à Polônia após 1945. Em cinza, áreas que foram da Polônia anteriormente, anexadas à URSS pós-1945 e que hoje fazem parte da Ucrânia, Bielorússia e Países Bálticos. MAPA: radek.s - CC BY SA 3.0



35) Staatsbibliothek Unter den Linden


Quando Berlim ficou dividida entre 2 países, toda a infraestrutura foi dividida também como por exemplo museus e bibliotecas. Por conta disso, temos duas bibliotecas estatais em Berlim - uma na Avenida Unter den Linden e outra "entre" a Potsdamer Platz e o Kulturforum. A unidade da Unter den Linden foi reformada recentemente e reabriu depois da minha última vez em Berlim (ficou 15 anos parcialmente fechada!) - o prédio é de 1904, embora a biblioteca exista desde 1661. A biblioteca pertence à Fundação do Patrimônio Cultural da Prússia e é a maior biblioteca científica em países de língua alemã. Chegaram a propor um tour para conhecer o prédio, mas com a pandemia não sei como estão as regras atuais de visitação. É ali fica a 9a Sinfonia de Beethoven original e outras partituras originais de obras de Johann Sebastian Bach e Wolfgang Amadeus Mozart! Um museu vai ser construído em mil metros quadrado do prédio, com previsão de abertura no final de 2021 (Schatzkammer Staatsbibliothek). A unidade do Kulturforum deve ser reformada a seguir.


Leia aqui sobre Berlim dividida e os sinais que vemos até hoje na cidadeVejam abaixo os prédios das 2 bibliotecas e também um pedacinho da unidade da Unter den Linden por dentro.





36) Ver Trabis pela cidade


Trabi é a abreviação de Trabant, praticamente o único carro da Alemanha e Berlim socialistas e hoje é um dos grandes símbolos dessa época. É possível fazer um Trabi Safari pela cidade (pago), mas mesmo se você não quiser desembolsar nada, passe na rua do Trabi Museum - mesma rua de onde saem os tours e observe os carros com as mais divertidas pinturas estacionados por ali (Zimmerstraße, entre o Checkpoint Charlie e a Topografia do Terror). Em 2019, eu fiz um Trabi Safari - super divertido!


37) Tropeçar em uma "Stolpersteine"


Stolpersteine são "pedras do tropeço" - tradução tosca, para tentar explicar essa ideia. Na frente de casas, escritórios, etc de pessoas vítimas do nazismo, foram instaladas algumas pedras douradas na calçada, em memória destes cidadãos. Não é só em Berlim que isso existe, mas aqui tem um mapa dessas pedras na cidade. Eu já sabia dessas pedras e estava sempre procurando uma, mas acho que só na minha última semana por lá que literalmente tropecei em uma e vi do que se tratava!!! Detalhe que eu passava naquela calçada todo dia porque era caminho entre o metrô e a escola! Leia mais na Wikipedia



O que ver e fazer de graça em Berlim? Mais de cem atrações e atividades grátis - Stolpersteine em Berlim
Essas eu achei perto da estação Oranienburger Tor

38) East Side Galley


Não preciso nem comentar sobre o maior e mais bem preservado trecho do muro de Berlim, não é? Post aqu ino blog sobre a East Side Gallery. Acho que se eu tiver que recomendar só uma atração na cidade, seria esse trecho do muro! Imperdível! Já tem foto lá no começo do post.


39) Oberbaumbrücke


Ali pertinho da East Side Gallery, está a ponte mais bonita da cidade, a Oberbaumbrücke.


O que ver e fazer de graça em Berlim? Mais de cem atrações e atividades grátis - Oberbaumbrücke em Berlim


40) Ver marcas do muro no chão pela cidade toda

41) Auguststraße


Uma rua cheia de galerias de arte. Auguststraße no Simplesmente Berlim



42) Hackescher Markt e  Hackesche Höfe


Além de uma estação de SBahn pertinho da Alexanderplatz, essa região é cheia de restaurantes (não dos mais baratos), lojinhas interessantes e tem uma feirinha legal de 5a e sábado (das 9h às 18h). O Hackesche Höfe é um complexo de 8 pátios interligados e vale dar uma passada também, com cafés, restaurantes, lojas etc nos prédios ali em volta. O Hackesche Höfe aparece neste post sobre a rua Oranienburger Straße.


Grátis em Berlim - Hackescher Markt e  Hackesche Höfe


Grátis em Berlim - Hackescher Markt e  Hackesche Höfe
Hackesche Höfe lindo demais!!!


43) Haus Schwarzenberg


Alguns pátios ali do ladinho do Hackesche Höfe, com cafeteria, museus, teatro, etc e tomado de street art, como vocês podem ver nas fotos abaixo! É aqui que fica o Anne Frank Zentrum (pago, mas baratinho).


Berlim grátis - Haus Schwazenberg - street art

Berlim grátis - Haus Schwazenberg - street art




44) Street art pela cidade


Preciso dizer que Berlim é o paraíso para quem curte street art? É quase impossível andar pelas ruas e não achar nada interessante rs;. Já tem um post sobre isso aqui no blog, inclusive com vídeo sobre o assunto e indico também vários artigos sobre o tema:

Smashing Magazine
Generator Hostels
10 Best
Mistura Urbana
Malaguetas
Uol Viagem

Destaque para a Haus Schwazenberg acima e os bairros de Kreuzberg e Friedricshain. Fiz um walking tour sobre o tema começando pela estação Warschauer Strasse na minha 2a vez em Berlim, mas era pago.

45) Alexanderplatz


Essa praça é enorme e um hub no transporte da cidade. Por isso, muita gente recomenda ficar por aqui. Eu sinceramente não gostaria de ter feito isso não - já escrevi sobre mais sobre isso neste post! A região é muito movimentada durante o dia, mas à noite, fica bem esquisita! Daqui podemos observar a famosa Torre de TV ou Fernsehturm, a estação Alexanderplatz, o relógio com horário do mundo todo (Weltzeituhr), a Fonte da Amizade do Povo/das Nações, a Marienkirche (igreja), a Rotes Rathaus (prédio lindo da prefeitura), muitas lojas (Primark, Galeria Kaufhof etc) e a linda fonte Neptunbrunnen.


46) Marienkirche



Não sei como, nunca tinha ouvido falar ou visto fotos dessa igreja que fica na Alexanderplatz, bem pertinho da Torre de TV! Ela não é grande (para visitar) e é de graça. Além disso, é legal ficar trocando de ângulo e tentando encaixar a torre e a igreja na mesma foto!


47) Nikolaiviertel


O bairro onde nasceu Berlim teve que ser restaurado depois da guerra, é claro. A maior parte ali não é original, mas algumas casas foram restauradas fielmente aos estilos de construções de séculos atrás e a região ficou bem bonitinha, dando a impressão de uma vila antiga. A gente até esquece que está bem no meio de uma grande cidade! Região cheia de lojinhas e restaurantes, mas infelizmente não achei nenhum barato. E é claro, podemos admirar a bela Nikolaikirche (abaixo). Tem post aqui no blog com mais detalhes do que ver e fazer por lá!





48) Nikolaikirche e Märkisches Museum


A Nikolaikirche e o Märkisches Museum abrigam museus sobre a história de Berlim e são grátis na primeira 4a feira do mês! Leia mais sobre eles no post aqui do blog sobre os museus sobre a história de Berlim. A Nikolaikirche fica no Nikolaiviertel e o Märkisches Museum não muito longe dali.


O que ver e fazer de graça em Berlim? Mais de cem atrações e atividades grátis - Nikolaikirche em Berlim


49) Knoblauchhaus


Um dos museus da cidade de Berlim é grátis! A antiga casa da família Knoblauch está decorada como antigamente e é um paraíso para quem curte o período Biedermeier. Fica ali pertinho da Nikolaikirche acima e não é grande.


50) Ephraim Palais


Toda primeira 4a feira do mês tem entrada grátis. O prédio em estilo rococó é lindo e exibe diversas exposições temporárias. Até o fim de janeiro, está em cartaz a exposição Dancing in the Volcano, sobre a Berlim dos anos 20, representada na arte.


51) Passear pela Museuminsel


Conhecer os 5 museus da Ilha dos Museus é imperdível! Mas o ingresso não é barato não. De qualquer jeito, somente passear pela ilha também já é um programa bem legal porque é ali que fica a Berliner Dom, o Lustgarten, a "colonnade courtyard" - outro jardim cercado por colunas e os próprios prédios dos museus que são lindos e imponentes!

Claro que tem um post aqui no blog só sobre a ilha e os seus museus maravilhosos!



52) Friedrichswerdersche Kirche


A igreja Friedrichswerdesche foi projetada pelo renomado arquiteto Karl Friedrich Schinkel entre 1824 e 1830 em estilo neogótico. Funcionava como um museu até 2012, mas então fechou devido a problemas estruturais. Não pude conhecer em nenhuma das minhas visitas a Berlim, mas a igreja foi devidamente reformada e reaberta ao público em 2020 como parte da Altes Nationalgalerie, com exposição de esculturas. Pelo menos em agosto/2021, a entrada é franca.


 



53) Alltag in der DDR


Falei bastante sobre esse museu interativo sobre a Alemanha socialista e vida das pessoas nessa época neste post aqui. Além de perfeito, ele é grátis!!! Acho que foi minha maior descoberta desta viagem! Fica dentro do Kulturbrauerei (abaixo).


54) Kulturbrauerei



Uma antiga cervejaria hoje abriga museus (inclusive o ótimo "Alltag in der DDR" - item 45 acima), cinema, restaurantes etc em pleno bairro de Prenzlauer Berg. O complexo não cobra entrada e ali também sempre acontecem diversos eventos, inclusive um mercado de Natal escandinavo! Também acontecem atividades pagas na Kulturbrauerei. Conto mais sobre o local em um post sobre o bairro Prenzlauer Berg!




Grátis em Berlim -  Kulturbrauerei

Grátis em Berlim -  Kulturbrauerei

Grátis em Berlim -  Kulturbrauerei

55) Kollwitzplatz



Também em Prenzlauer Berg, fica essa praça onde acontece um mercado pequeno, porém interessante - com produtos ecologicamente corretos às 5as das 12h às 19h, chamado de Ökomarkt. Muitos cafés, pubs e restaurantes na região e uma caixa d´água antiga com 30m de altura ali pertinho.


56) Parque do Schloss Charlottenburg


É bem caro entrar no palácio, mas é lindo e vale a pena! Mas você pode visitar os jardins de graça! E mesmo o palácio por fora já é maravilhoso! Escrevi sobre o Palácio de Charlottenburg aqui, e conto um pouco do parque (e da feira de Natal ali na frente também).




57) Kulturforum


Para quem gosta de arquitetura moderna, vale observar os prédios da área. É formado pela Neue Nationalgalerie, Gemäldegalerie, Museu de Artes Decorativas, Museu de Instrumentos Musicais, Filarmônica de Berlim (abaixo), Berlin State Library, entre outras instituições artísticas, várias com entrada paga. Pertinho da Potsdamer Platz.


58) Concerto às 13h na Filarmônica - 3a feira


Claro que existem muitos concertos pagos na Filarmônica de Berlim, mas às 3as tem um concerto de graça às 13h! O prédio foi projetado pelo arquiteto Hans Scharoun em 1961, com capa de alumínio dourado na cobertura e conta com uma das melhores acústicas da Europa. Contei como foi assistir a um desses concertos grátis na Filarmônica de Berlim neste post.


Berlim grátis - concertos na Filarmônica de Berlim na hora do almoço de 3a feira



59) Kurfürstendamm


Mais conhecida como Kudamm, a avenida mais importante da antiga parte ocidental da cidade é o paraíso para compras! Apesar de ser essencialmente mais "chique" (com filiais da Burberry, Gucci, Hugo Boss, Louis Vuitton, Valentino, Versace, Prada, Rolex, entre outras), também é possível achar várias lojas mais baratinhas na região (fast fashions).Tem muitos hotéis, cafés, restaurantes, teatros, cinemas, museu sobre a história de Berlim (pago) e várias outras atrações. Fica bem pertinho do famoso zoológico (pago) e da melhor barraquinha de Currywurst da cidade. A história da avenida é antiga e começa lá perto do ano 1700. Aqui que ficam as ruínas da famosa igreja Kaiser-Wilhelm Gedächtniskirche (item 56). Tem um post aqui no blog inteirinho dedicado à história e atrações desta avenida e suas proximidades!


60) Shopping Bikini Haus


Bikini Haus é um shopping mais conceitual e já ouvi diversas histórias sobre o nome do prédio. Ao invés das grandes lojas de departamento, esse shopping é marcado por pequenas lojas ainda desconhecidas, montadas em "boxes". De lá, ainda pode-se ver uma pedaço do Zoológico, como aparece no vídeo do item 23 (5m24s).


61) Aviário no Neues Kranzler Eck


O Neues Kranzler Eck é uma espécie de shopping também (mas acredito que menor, não cheguei a conhecer) e bem no meio dele existe um aviário! Aparece no vídeo do item 23 também, no 6m14s.


62) Breitscheidtplatz


Praça na Kudamm, onde ficam as ruínas da igreja Kaiser-Wilhelm Gedächtniskirche (e a nova torre) - abaixo, o Europa Center (shopping mais tradicional), várias lojas, a fonte Weltkugelbrunnen e o local de um dos melhores mercados de Natal que eu fui!



63) KaDeWe


Abreviação para Kaufhaus des Westens, é uma imensa loja de departamento nas proximidades da Kaiser-Wilhelm Gedächtniskirche. Era o templo das compras na Alemanha/Berlim ocidental. Achei tudo ali muito caro. O último andar é famoso por sua "praça de alimentação", não era nada como eu esperava. Ali de cima, se tem uma vista legal também da região e da igreja, mas as fotos são atrapalhadas pelo vidro. No penúltimo andar (se não me engano), tem uma outra espécie de "praça de alimentação" mais gourmet, que eu gostei um pouco mais, mas nem tanto. Bem pertinho, fica a estação de metrô Wittenbergplatz, que eu achei linda!


64) Kaiser-Wilhelm Gedächtniskirche


Acho que no meu primeiro fim de semana em Berlim, estava passando de trem pela região, voltando de um bate-volta e vi a igreja pela janelinha. Ainda não tinha visitado e fiz questão de ir no dia seguinte (já era noite). Quando vi a igreja pela primeira vez, fiquei tão encantada que fiz questão de voltar 3 dias seguidos para essa região da cidade!!!  Foi também o último ponto turístico que vi na cidade - almocei ali em frente no meu último dia para "me despedir" (temporariamente, espero) de Berlim. Claro que tem post sobre isso aqui no blog!

Até a Segunda Guerra Mundial, a igreja da Breitscheidtplatz era enorme e linda! Com os bombardeios da guerra, ficou em ruínas. Os alemães decidiram deixar a igreja assim para que ninguém se esquecesse dos horrores da guerra (e construíram uma outra igreja/torre modernosa ao lado que eu acho horrorosa!). É grátis para entrar, mas eu nunca tinha visto foto do interior - achei tão linda que fiquei morrendo de dó e deixei pelo menos algumas moedas como doação. Aliás, ali dentro tem um mini museu e foi ali que vi foto pela primeira vez de como era a igreja originalmente (que mostrei neste post sobre a Berlim antiga)! 



65) Escultura "Berlim"


Ali pertinho da KaDeWe e da Kaiser-Wilhelm Gedächtniskirche, fica essa escultura que se não me engano estava na primeira foto que vi de Berlim!!! Lembro muito bem de ter visto uma foto parecida com essa abaixo em uma revista quando eu ainda era criança/adolescente e pensei "preciso ver isso ao vivo"! Juntamente com os vídeos da queda do muro de Berlim na televisão, são minhas primeiras lembranças da cidade! Não acredito que passei dezenas de vezes por ali e não tirei nenhuma foto decente e tive que "roubar" essa aí da wikipedia! A escultura é obra de um casal (Brigitte Matschinsky-Denninghoff e Martin Matschinsky) e representa as conexões das duas Berlins, que estavam então divididas quando a escultura foi feita.


O que ver e fazer de graça em Berlim? Mais de cem atrações e atividades grátis - escultura "Berlim"
E a igreja ao fundo!


66) Käthe Wohlfahrt


Uma loja de enfeite de Natal que é uma atração por si só! Tudo muito lindo! Já contei neste post aqui - imperdível em qualquer época do ano! Fica na Kurfürstendamm, bem perto da igreja acima.


67) Potsdamer Platz


Nesta praça foi instalado o primeiro farol/sinal/sinaleiro da Europa nos anos 20! Hoje, a região está cheia de prédios super modernos, mas a visita aqui não tem sentido se você não souber da história! O pessoal do Agenda Berlim tem dois posts imperdíveis sobre a história da praça, que provavelmente foi a mais turbulenta de Berlim! Leiam o post 1 e o post 2. Tem mercado de Natal legal, muita gente passando aqui a qualquer hora do dia e tem muitas atrações (algumas abaixo).

O legendário show "The Wall" do Roger Waters (Pink Floyd) aconteceu entre a Potsdamer Platz e o Portão de Brandemburgo (veja vídeo aqui), em comemoração à queda do muro. Nos anos 90, era conhecida como "o maior canteiro de obras da Europa". Ali perto, fica a Leipziger Platz, também bonita, onde fica o relativamente novo Mall of Berlin, que achei grande até demais. Na região também fica o shopping Potsdamer Platz Arkaden, que eu achei o shopping menos pior de Berlim (Europa é a terra de compras na rua e não em shopping center!)

Óbvio que mereceu um post exclusivo aqui no blog, já que foi uma das áreas que mais passei nos meus quase 2 meses na cidade!




O que ver e fazer de graça em Berlim? Mais de cem atrações e atividades grátis - vista aérea da Potsdamer Platz em Berlim
vista aérea da Potsdamer Platz em Berlim em 2004, foto da wikipedia


68) Sony Center


Complexo que fica na Potsdamer Platz, com muitas lojas, restaurantes, cinema, escritórios e até apartamentos! O teto é provavelmente o que chama mais a atenção, mas a arquitetura toda é impressionante! Conservaram algumas paredes de um antigo hotel (Grand Hotel Esplanade) - destruído na guerra, construindo o complexo em cima e por volta delas. Em novembro de 2014, a pré-estréia do documentário "Die Mannschaft" (sobre a seleção alemã na Copa 2014 no Brasil) aconteceu ali e eu estava presente, tietando os jogadores!!! hehehe Como a estrutura tem muito vidro e metal, a temperatura lá é sempre menor do que na rua.




69) Boulevard der Stars


Nunca tinha ouvido falar que existia uma mini "calçada da fama" em Berlim até dar de cara com ela sem querer! Não achei informações em outros idiomas, mas na página da Wikipeda em alemão tem pelo menos uma lista das estrelas, que dá para todo mundo entender! Fica na Potsdamer Straße, entre o Sony Center (e o prédio da DB) e o prédio do Panorama Punkt, descobri sem querer atravessando a rua!


70) Pedaços do muro de Berlim


Em uma cidade que preserva a sua história, por mais triste que seja, é claro que achamos pedaços do muro em vários locais. Além dos mais batidos East Side Gallery (item 32 deste post), Topografia do Terror (item 29) e o memorial da Bernauer Straße (item 70), tem algumas partes ali da Potsdamer Platz (item 59) e em muitos outros lugares ao ar livre! (e claro, tem alguns em museus também)


71) DDR Wachturm


Uma torre de controle do muro de Berlim perto da Potsdamer Platz. Aparece no vídeo do item 23, 1m47s. Leia mais aqui sobre essa torre. Paga-se baratinho para entrar, mas é curioso observar mesmo que só de fora.


72) Pavilhão Coreano e Tilla-Duriex Park




73) Winterfeldtplatz/ Nollendorfplatz


Uma praça um pouco ao sul da Potsdamer Platz, com um mercadinho de 4a e sábado. A Nollendorfplatz ali perto é conhecida pela cena GLS.


74) Urban Nation


Um museu de arte urbana contemporânea! Ali perto tem várias street arts interessantes. Meu walking tour sobre o assunto (pago) terminou aqui, mas a galeria é grátis.


Grátis em Berlim - Urban Nation
Pintura incrível do prédio, exposições gratuitas e até o banheiro virou uma atração (2 fotos de baixo)



75) Jewish Museum/Museu Judaico


Conta mais de 1.000 anos da história e cultura alemã-judaica, inclusive uma parte sobre o dia-a-dia dos judeus berlinenses desde o final do século XIX. O prédio moderno foi desenhado pelo arquiteto Daniel Libeskind e está interligado com um prédio mais antigo, onde fica a entrada do museu. Quando eu fui, estava LOTADO de adolescentes. Existem algumas salas para pesquisas sobre judaísmo no local. Desde meados de 2021, a entrada é grátis todos os dias , mas infelizmente por um motivo ruim - os organizadores do museu perceberam o aumento do antissemitismo pelo mundo e para que o ódio aos judeus não cresça ainda mais, resolveram abonar as entradas para que mais pessoas tenham oportunidade de conhecer mais sobre a comunidade e que absurdos como o Holocausto não se repita.


Museu Judaico em Berlim


76) Karl-Marx Allee


Uma avenida cheia de prédios no estilo socialista na antiga parte leste da cidade. Termina no Frankfurter Tor.


Grátis em Berlim - Karl-Marx Allee e Frankfurter Tor






77) Friedrichshain/ Neukölln/ Kreuzberg


Bairros mais alternativos e super na moda em Berlim. Contam com diversos restaurantes, lojas que não são das grandes marcas, bares, baladas etc. São mais baratos e tem sempre diversos eventos. Segundo o Riq Freire, Neukölln é o Brooklyn de Berlim. No link do VnV tem várias indicações de bares, baladas, lanchonetes e hospedagem alternativa! Mais dicas da área no item 81.

Friedrichshain no Simplesmente Berlim
Kreuzberg, Friedrichshain e Neukolln no Viaje na Viagem


78) Gleisdreiecke Park


Não conheci esse parque e passei ali somente dentro do trem. Vejam as dicas no blog Agenda Berlim. Fica perto da Potsdamer Platz.


79) Mauerpark, karaokê e feirinha


Voltando para o norte da cidade, o karaoke e a feirinha aos domingos no Mauerpark já viraram tradição na cidade! Estou louca para ir no verão e curtir o karaoke. Falei sobre o Mauerpark aqui.


Grátis em Berlim - Mauerpark, karaoke e feirinha



80) Trödelmarkt Arkonaplatz Berlin 


Na mesma região, existe um outro mercado de pulgas. Veja no vídeo do Canal Alemanizando.


81) Memorial do Muro na Bernauer Straße


Atração relativamente nova e imperdível! Foi o melhor vídeo-resumo sobre a construção e queda do muro de Berlim e até chorei! É o único lugar que podemos ver como era a faixa da morte - abaixo. Já tem post aqui no blog


O que ver e fazer de graça em Berlim? Mais de cem atrações e atividades grátis - Memorial do Muro na Bernauer Straße em Berlim


82) Exposição sobre as estações fantasmas na Nordbahnhof


Adorei aprender sobre as estações fantasmas na época da cidade dividida e como é uma exposição bem pequena, acaba sendo uma visita rápida. Já tem post aqui no blog sobre esta atração - entrar na estação de metrô para ver a exposição é de graça, mas apesar de não ter catracas, compre o ticket se for embarcar no trem! Aparece no 2m53s do vídeo do item 23!


83) Anti-Krieg Museum


Mais um museu grátis na cidade! O museu anti-guerra é fruto de uma coleção particular e acabei não visitando, mas fica aqui a dica!


84) Festival of Lights


Aqui está a lista oficial de eventos em Berlim. Claro que tem uns pagos e outros de graça, fácil para você procurar por mês. Destaco o Festival das Luzes, que na minha opinião é o mais lindo! Veja um pouquinho dele no vídeo da Cláudia, abaixo!




85) Karneval der Kulturen


O Carnaval das Culturas é um festival e feira gigantes para comemorar a diversidade de culturas em Berlim. Tem desfile, palcos com apresentações de vários países e barraquinhas com comidinhas e artesanato de vários lugares do mundo. Em 2019, estava acontecendo bem no final semana que cheguei na cidade (perto do dia 10/junho) e corri pra lá depois de fazer check-in. Aproveitei para comer empanadas argentinas e me esbaldar de beber horchata (mexicana, que não é exatamente igual à minha paixão de Valência, mas quebra um galho). Acontece no bairro de Kreuzberg, nos arredores da Blücherplatz - chegue pelas estações de metrô Hallesches Tor (linhas U1, U3 e U6) ou Mehringdamm (linhas U6 e U7).


Grátis em Berlim - Karneval der Kulturen
Essa igreja é a Heilig Kreuz-Kirche


86) Ver o aquário cilíndrico do Aquadom


A atração Aquadom & SeaLife é paga, mas você pode entrar no Radisson Blu Hotel e observar pelo menos o aquário gigante cilíndrico que é super interessante! Vejam um vídeo aqui do elevador dentro do cilindro! Andar nesse elevador é imperdível para crianças, mas você pode simplesmente dar uma olhadinha nele por fora. As informações técnicas de como foi construído, tamanho, preço etc são impressionantes! Imaginem se hospedar nesse hotel e dar de cara com esse aquário quando abre a cortina/janela do quarto???


O que ver e fazer de graça em Berlim? Mais de cem atrações e atividades grátis - Aquadom - aquário cilíndrico no Radisson Hotel em Berlim
Foto da Wikipedia


87) Memorial de Guerra Soviético no Treptower Park


Contei sobre o Treptower Park e o memorial neste post. E vejam também o vídeo do Alemanizando.






Grátis em Berlim - Treptower Park e memorial de guerra soviético


Grátis em Berlim - Treptower Park e memorial de guerra soviético

88) Alameda das Cerejeiras


Sim, não é só no Japão ou em Washington que você tem uma beleza dessas! Fica um pouco fora de mão sim, mas é lindo! Dura pouquíssimo tempo, do final de abril a início de maio.


89) Ruínas da Anhalter Bahnhof


Perto da Potsdamer Platz, fica a estação Anhalter, que foi atingida na guerra e muito danificada. Posteriormente, a maior parte dela foi posta abaixo e restou somente um pedacinho. Era uma importante estação de ligação com outras cidades e hoje é somente uma estação do SBahn (subterrânea). Fica na Askanischre Platz.



Grátis em Berlim - Ruínas da Anhalter Bahnhof


90) Oranienstraße


Não confundam com a Oranineberger Straße do item 18 desta lista! Uma rua rua super movimentada, cheia de bares, restaurantes etc. Você pode curtir a vida noturna da cidade perto da estação Kottbusser Tor.


91) Tempelhof, o aeroporto que virou parque


Fiz um walking tour pago pela prédio do antigo aeroporto desativado e contei tudo sobre a área que virou parque para a população neste post! Chegando no aeroporto pelo UBahn, desça na Platz der Luftbrücke e ali já tem um memorial ao bloqueio de Berlim (entre 1948 e 1949) e às pessoas que ajudaram a população berlinense durante o problema. Vejam o vídeo abaixo:






92) Viktoria Park


Esse parque parece lindo também e tem até uma cachoeira bem legal. Também não achei que seria um programa muito legal por conta do tempo e deixei para uma próxima viagem.

Leiam mais aqui e aqui.


93) Markthalle IX e Village Market


Duas feiras gastronômicas no Kreuzberg e no Friedrichshain, bairros legais que já falei lá no item 66. O "Street Food Thursday" no Markthalle IX acontece às 5as das 17h às 22h e o Village Market aos domingos a partir das 12h. Só conheci o Markthalle IX. O passeio é grátis, mas claro que o legal é a comida paga rs.


Grátis em berlim - Markthalle IX

Grátis em berlim - Markthalle IX



94) Engelbecken


Saindo um pouco da parte mais turística de Berlim, mas ainda pertinho do rio Spree, aproveitei algumas horinhas em um sábado para curtir a área de Kreuzberg. Andei por ruazinhas fofas, entrando e saindo de lojinhas, parei para beber um refri em algum lugar perdido e acabei chegando nesse laguinho perdido aí das fotos. Achei muito fotogênico! Tem alguns roseirais ali na beira do lago e um restaurante com vista legal - Cafe am Engelbecken, onde parei para um lanche. A igreja das fotos abaixo é a Michaelkirche, que aparece rapidamente na série Unorthodox (Nada Ortodoxa).  Luisenstadt Canal que passava por ali ligava o rio Spree ao  Landwehr Canal desde 1852. Era também uma parte da fronteira entre a Berlim oriental e a Berlim ocidental. Mas não era muito utilizado como canal e partes dele foram aterradas. o Engelbecken é a pequena parte que restou.


Grátis em Berlim - Engelbecken



95) Feirinha da Boxhagener Platz


Muita coisa fecha em Berlim aos domingos, mas um programa legal em temperaturas agradáveis são as feirinhas espalhadas pela cidade. No bairro mais alternativo Friedrichshain, fica a praça Boxhagener Platz, onde acontece uma feira de itens de segunda mão aos domingos. Além de um chai latte gelado em um café no meio da praça, aproveitei para almoçar currywurst no Curry 66 depois - não é dos locais mais famosos para comer currywurst em Berlim, mas eu gostei bastante!

Um mercado tradicional de alimentos acontece na mesma praça aos sábados. Perto dali fica a área mais famosa dos barzinhos na região da estação Warschauer Straße - muito movimentada durante a noite e madrugada adentro.

Grátis em Berlim - Feirinha da Boxhagener Platz
No meu caso, não foi grátis porque comprei esses 2 livros rs, mas você pode só se divertir vendo as antiguidades e quinquilharias.


96)  Gedenstatte Große Hamburger Straße


Memorial e cemitério judeu, perto do Hackerscher Markt (item 36). A rua Hamburger Straße abrigava um asilo e um colégio para para garotos, que foram destruídos pelos nazistas.


97) Porto antigo


No histórico porto da cidade, é possível ver alguns dos navios mais antigos.


98) Muro medieval - Stadtmauer Berlin/Cölln


Na Littenstraße, pertinho do Nikolaiviertel (item 40), é possível observar as ruínas do muro medieval de Berlim. A cidade nasceu da junção de Berlin com Cölln (que não tem nada a ver com a atual Colônia) e o melhor lugar para aprender sobre essa época é no museu dentro da Nikolaikirche (item 41). Pertíssimo dali fica o restaurante mais antigo de Berlim. Escrevi sobre o muro medieval de Berlim neste post.

Grátis em Berlim - Muro medieval - Stadtmauer Berlin/Cölln



99) Ruínas de um Franziskaner Klosterkirche (convento)


Perto dos restos do muro acima e também da Alexanderplatz e da Torre de TV, fica um dos cantinhos mais calmos de Berlim - as ruínas de um convento - Franziskaner Klosterkirche. Acontecem alguns eventos ali, mas em geral fica aberto gratuitamente. Contei sobre a Franziskaner Klosterkirche neste post.
 

Grátis em Berlim - ruínas da Franziskaner Klosterkirche

Grátis em Berlim - ruínas da Franziskaner Klosterkirche




Mais um museu grátis em Berlim que não tive tempo de visitar. O museu alemão-russo conta sobre a relação desses 2 países na guerra e você pode ler mais detalhes no Simplesmente Berlim.


101) Spandau Altstadt


Spandau fica no que eu chamo de "Grande Berlim" e ao mesmo tempo que é perto, é como se fosse uma viagem para o interior porque o clima é totalmente diferente. A fortaleza é paga, mas o centrinho antigo com a Igreja de São Nicolau é de graça! E aqui acontece um dos melhores mercados de Natal também! Já tenho um post só sobre a Zitadelle e o centrinho de Spandau aqui no blog!


O que ver e fazer de graça em Berlim? Mais de cem atrações e atividades grátis - Altstadt Spandau

O que ver e fazer de graça em Berlim? Mais de cem atrações e atividades grátis - Altstadt Spandau


102) Gedenkstätte Haus der Wannseekonferenz


A casa onde aconteceu a Conferência de Wannsee, em 1942 para discutir a "solução final da questão judaica".


Leia mais sobre a conferência e a casa no Simplesmente Berlim


103) Köpenick Altstadt e museu


Afastado da parte mais turística de Berlim, fica a "cidadezinha" de Köpenick, hoje incorporada à Berlim. Ainda existe um centrinho histórico para visitar e um museu grátis sobre o povoado. Tem um castelo lá também, mas é pago.


104) Observar a vida na beira do rio Spree


O rio Spree corta a cidade de Berlim e claro que é super interessante fazer um passeio de barco por ali (pago), mas mesmo se você caminhar pelas margens, já verá muitos prédios e monumentos citados neste post todo. Entre a Oberbaumbrücke (item 33) e o Treptower Park (item 75), tem a escultura Molecule Men. Veja foto aqui. Na beiro do Spree, também fica o conjunto de esculturas "Three Girls and a Boy", com vista para a Berliner Dom, pertinho do DDR Museum.


105) Procurar Buddy Bears espalhados pela cidade


Buddy Bears são essas esculturas de urso que estão espalhadas pela cidade inteira! Já fiz um post mostrando as que eu achei pela cidade e quando voltar, com certeza vou procurar outras! Cada uma tem uma pintura diferente, muitas vezes relacionada com o local onde se encontra.


O que ver e fazer de graça em Berlim? Mais de cem atrações e atividades grátis - Buddy Bear no Nikolaiviertel, Berlim


106) Curtir o Ampelmann


Ampelmann é o homenzinho do sinal/farol/sinaleiro na antiga Alemanha oriental. Até hoje, está nas ruas de várias cidades inclusive Berlim e principalmente em lojinhas de souvenir! Já tem post sobre ele aqui no blog!


107) Mercados de Natal


Fiz um super post com as guloseimas típicas dos mercdos de Natal e os 8 mercados que visitei em 2014 em Berlim! O mercado da Gendarmenmarkt paga pra entrar depois de certa hora (à noite), mas a maioria dos mercados não cobra nada para entrar e você verá coisas lindas (e gostosas)!!! Eles começam no fim de novembro e duram até o Natal mais ou menos. Tem barraquinhas de artesanato, roupa, acessórios, decoração natalina, muitas guloseimas típicas e gostosas, jogos, decoração linda etc. Aqui tem a lista oficial do escritório de Berlim, com todos os mercados espalhados pela cidade (em inglês), com informação de datas, horários, localização etc.









108) Alliierten Museum ou Museu dos Aliados


O Museu dos Aliados fica meio fora de mão e por isso acabei não indo. Mas é grátis! E claro, relacionado com a Segunda Guerra Mundial.


109) Gedenkstätte Deutscher Widerstand ou Memorial da Resistência Alemã


Mais um memorial grátis na cidade, é aqui que se passa boa parte da história (verdadeira) do filme Operação Valquíria. Tem um post sobre o Memorial da Resistência Alemã em Berlim e mais sobre a resistência na Segunda Guerra.



Grátis em Berlim - Gedenkstätte Deutscher Widerstand ou Memorial da Resistência Alemã


110) Volkspark Friedrichshain


Um dos maiores parques de Berlim, não muito longe da Alexanderplatz e com muitas opções de lazer.

Volkspark Friedrichshain no Simplesmente Berlim


111) Mercado turco - BiOriental


De 3a e 6a, acontece na Maybachufer, o mercado turco ou BiOriental, mercado com muitas barraquinhas estrangeiras, mas não são vendidos só produtos turcos não!


112) A ponte Bösebrücke na Bornholmer Straße


Foi na Bösebrücke na Bormholmer Straße que o muro de Berlim se abriu novamente em 1989! Só depois é que foi liberada a passagem no famoso Portão de Brandemburgo e em outros lugares. Fica meio longe de outras atrações e só conheci na minha 2a vez na cidade. Leia mais sobre a ponte onde "caiu" o muro de Berlim e sobre as comemorações de 25 anos da queda que presencii em 2014!


Grátis em Berlim - Bösebrücke e Bornholmer Strasse

Grátis em Berlim - Bösebrücke e Bornholmer Strasse


113) Don Xuan Center


Mercado vietnamita das 10h às 20h, todos os dias exceto 3a.





114) Pfaueninsel


Uma opção de bate-volta para os arredores da cidade, a Pfaueninsel ou "Ilha do Pavão" é uma reserva natural, onde você pode observar um castelinho e ter muito contato com a natureza.

Pfaueninsel no Simplesmente Berlim


115) Explorar lugares abandonados em Berlim


Em uma cidade em constante transformação, existem muitos lugares abandonados. No site Abandoned Berlin você pode conferir uma lista bem grande (em inglês) e no blog Me deixa ser turista tem o relato sobre uma visita a um parque de diversões abandonado - assustador!


116) Bethlehemkirchplatz


Pertinho do Checkpoint Charlie fica esse interessante monumento em homenagem a uma igreja que foi destruída!


Grátis em Berlim - Bethlehemkirchplatz


117) Diversos museus menos conhecidos


Sobre diversos bairros (alguns mais afastados do centro): Mitte MuseumMuseum Pankow - HeynstraßeMuseum Pankow - Prenzlauer AlleeMuseum NeuköllnMuseum ReinickendorfSteglitz MuseumTempelhof MuseumMuseum TreptowMuseum ZehlendorfFriedrichshain-Kreuzberg Museum e outros sobre diferentes temas: Staatlichen Münze (local mais antigo de produção de moeda da cidade), Museumflat WBS 70 (um apartamento conservado como em 1987), Katzenmuseum (Museu dos Gatos!!!), Open Air Gas Lantern Museum (dentro do Tiergarten, museu a céu aberto com antigos modelos de postes de iluminação de rua) e para os amantes de Aeronáutica e Aviação, o Militär Historisches Museum ou Museu Histórico Militar, instalado em um antigo aeroporto.


118) Lagos ao redor de Berlim


São literalmente milhares de lagos ao redor de Berlim e seria impossível citar todos. Vou destacar os 4 mais recomendados pelos meus conhecidos que moram na cidade ou por instagrams que sigo - o Wannsee, o Krumme Lanke, Schlachtensee e o Tegeler See.




119) Campo de Concentração Sachsenhausen


Claro que Sachsenhausen merecia um post próprio! Vejam o vídeo abaixo do Alemanizando - visitar pelo menos um campo de concentração na vida é obrigatório para quem viaja para Polônia, Alemanha e afins! Por mais pesado que seja, vale a pena porque é chocante e transformador! Não precisa pagar para entrar lá, mas eu super recomendo alugar um audioguide (se não me engano, 3,00 euros). Dei várias dicas de livros (e filmes) para você ler (ou assistir) antes de visitar alguma campo de concentração neste post.








120) Lietzenseepark


Um parque bem bonito perto da Funkturm e da Messe Berlin (local onde acontecem as grandes feiras em Berlim).


121) Gedenstätte Berlin-Hohenschönhausen


Exposições grátis em uma antiga prisão da Stasi. Existem tours guiados pagos. A exposição atual é sobre perseguidos políticos de 1845 a 1989.


122) Memorial da Rua Levetzowstraße (Bairro Moabit)


Onde antigamente existia uma grande sinagoga, que acabou servindo também como um local de concentração (Sammellager) de judeus antes de serem enviados para campos de concentração, existe hoje um memorial aberto o tempo todo.


123) Estação Heidelberger Platz



124) Mexikoplatz


Praça linda, estação de metrô diferenciada e mercado aos sábados.



O que ver e fazer grátis em Berlim? Mexikoplatz
Na esquerda - A. Savin - FAL. Na direita, foto de Fridolin freudenfett - CC BY SA 4.0



125) Flak Tower Humboldthain e Parque Humboldthain


Existem tours pagos para visitar a torre por dentro (mesma empresa que eu fiz o tour da Berlim subterrânea), que era uma das torres de defesa de Berlim durante a Segunda Guerra, mas só passear por fora no parque Humboldthain já vale a pena, ainda mais porque ali tem uma vista bonita a cidade.


126) Maquetes de Berlim - City Models of Berlin "Urban Development - Plans, Models, Projects"


Paraíso para quem adora maquetes e/ou a cidade de Berlim! Para melhorar, é grátis! O espaço não é muito grande então a visita não é demorada. Fica no saguão de um prédio público pertinho do Märkisches Museum (item 46) e do Köllnisches Park (abaixo), então o funcionamento é basicamente durante o horário comercial.



Grátis em Berlim - Maquetes de Berlim - City Models of Berlin "Urban Development - Plans, Models, Projects"

Grátis em Berlim - Maquetes de Berlim - City Models of Berlin "Urban Development - Plans, Models, Projects"

Grátis em Berlim - Maquetes de Berlim - City Models of Berlin "Urban Development - Plans, Models, Projects"



127)  Köllnischer Park


Ao lado do Märkisches Museum (item 46), fica o parque Köllnischer Park. Era aqui que ficavam os ursos da cidade de Berlim, mas já faz alguns anos que não tem mais isso por lá.


Grátis em Berlim - Köllnischer Park
O museu é pago na maior parte dos dias e horários, mas o parque ao lado é grátis (duas primeiras fotos da montagem acima)



128) Parte de fora da Black Box Kalter Krieg


A exposição sobre a Guerra Fria chamada Black Box Kalter Krieg ali no cruzamento do Checkpoint Charlie é paga, mas no terreno tem uma parte da exposição ao ar livre grátis. Leia sobre a exposição no link anterior. Esse é o melhor mapa da Berlim dividida que achei na cidade - simples, mas efetivo. E ali também tem um pedaço do muro de Berlim e fotos emblemáticas da época da Guerra Fria.


O que ver e fazer grátis em Berlim? Parte de fora da Black Box Kalter Krieg



129) Spittelkolonaden


Spittelkolonnaden é uma colunata em estilo barroco tardio/neoclássico na antiga praça histórica Dönhoffplatz, hoje chamada  Marion-Gräfin-Dönhoff-Platz. Ela ficava ali perto da Leipzig Strasse - a parte sul foi derrubada para alargar a avenida nos anos 1920 e a parte norte foi destruída na Segunda Guerra. Decidiram então reconstruir a parte sul em uma praça próxima. A colunada original é de 1776 e a atual é a reconstrução de 1979.


O que ver e fazer grátis em Berlim? Spittelkolonaden
Foto: Schoschi - CC BY SA 3.0


130) Rathaus de vários bairros, que antigamente eram cidades independentes


Passei por algumas das prefeituras antigas, mas existem várias outras. Em 1920, Berlim era bem menor quando decidiram unir várias cidades ao seu redor à capital alemã. Leia mais no blog Simplesmente Berlim - 100 anos Grande berlim - Como Berlim tornou-se uma metrópole.


Na esquerda e no meio, Rathaus Nëukolln e na direita, Rathaus Charlottenburg (a foto horrível é culpa do celular de noite...)



131) Parque Sanssouci e Holländische Viertel (Bairro Holandês) - Potsdam


Dei uma roubadinha nesse item poque Potsdam é outra cidade, mas como é bem pertinho de Berlim e ligada com o sistema de transporte, parece que é tudo a mesma coisa. Paga-se caro para conhecer o famoso Palácio Sanssouci, mas o parque com o mesmo nome é grátis! Existem outras construções históricas no parque e Potsdam é um ótimo passeio de um dia sindo de Berlim. Também em Postdam, fica o Holländische Viertel, ou Bairro Holandês, com aquelas casinhas típicas da Holanda (e de Holambra). Acabei não passando ali na ida para o parque e na volta estava tão cansada, que fui embora direto para Berlim mesmo. Fica para a próxima! 


O que ver e fazer de graça em Berlim? Mais de cem atrações e atividades grátis


Só lembrando que esses lugares são grátis, mas muitas vezes ficam longe e você precisa gastar com transporte para chegar até lá. Não se preocupe que o pessoal do Alemanizando explica como comprar os tickets de transporte neste vídeo.

Procurando eventos, aulas, exposições, tours etc grátis para fazer em Berlim??? Tem um site ótimo, mas infelizmente só em alemão: Gratis in Berlin. Com certeza vou fuçar horrores lá na minha próxima viagem!

Ufa! E aí, você tem alguma outra sugestão de passeio grátis em Berlim? Deixe nos comentários! Tenho certeza que esqueci alguns!


Você sabia que pode reservar hotelalugar carro, garantir seguro viagem com descontopesquisar passagens aéreas, comprar chip de internet para usar no exterior, conseguir ingressos para atrações no Brasil e no mundo todo, além de guias de diversas cidades e países pelos links aqui do blog? Você não gasta nenhum centavo a mais e o blog ganha uma pequena comissão! Obrigada!

35 comentários:

  1. Uauuu, Fernanda! Que mega post, super legal!! :D Obrigada pelas citações ao Agenda Berlim ;)
    Beijoss

    ResponderExcluir
  2. Gente, que post é esse? Tem tudo! Preciso ir para Berlim logo ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hehehe todo mundo precisa!!!! E eu preciso voltar logo!!

      Excluir
  3. Ficou ótimo o post.. Obrigada pelas indicações Fer.. Bisou

    ResponderExcluir
  4. Não preciso nem dizer que essa foto no começo do post super precisa ir para o Viaja, Bi! Queremos um Guest, cadê??? hehehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o trecho mais famoso/fotografado do Muro de Berlin! O Rafa vai escrever posts legais de Berlim, certeza!

      Excluir
  5. Será mesmo que você esqueceu algo? Se Berlim já estava na minha wish list, já ganhou ainda mais dias pra poder aproveitar bastante do que a cidade tem a oferecer! Vou te contratar como guia, kkk... Obrigada pelas dicas! bj

    ResponderExcluir
  6. Fer, este post a gente tem que levar embaixo do braço pra Berlim! Muito bom! Obrigada pelas dicas! beijos

    ResponderExcluir
  7. Sensacional esse post. Suuper completo. Gostei principalmente das dicas do Museu do Holocausto, das marcas do muro pela cidade, das artes de rua e do Volkspark Friedrichshain, pois adoro parques! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Eu acabei nem conhecendo muitos parques pq no frio não tinha condições... Então tenho ainda muitos motivos pra voltar a Berlim!

      Excluir
  8. Gente, que post mais incrível!!!
    Com Euro acima de R$4, cada centavo economizado já ajuda muito! ahaha Nao sabia que tinha tanta coisa assim para fazer de graça na cidade.
    Adorei, quero ir pra Berlim agora!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi, Fernanda!
    Seu post é tudo!!!!! Adorei!!! Estive em Berlim há exatamente 10 anos e não lembrava de muita coisa. Foi perfeito pra trazer tudo de volta em preparação para a minha viagem mês que vem!
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita Renata! E esses são só as atrações grátis! rs Se precisar de qq coisa, é só falar! Boa viagem!

      Excluir
  10. Amei!!! Muito obrigada pelas dicas! Estou indo pra Berlim agora em maio, na primavera!

    ResponderExcluir
  11. Que conteúdo maravilhoso! dicas preciosas que já salvei para quando for para Berlim (espero que em breve) Parabésn pelo trabalho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Espero que vc vá logo e q eu volte logo tb! rs

      Excluir
  12. Uau!! Que post mais completinho! A-do-ro dicas de coisas boas e gratuitas! :)

    ResponderExcluir
  13. Que post completo! Ainda não conheço Berlim, mas já sei onde vir quando planejar uma viagem pra lá. :D Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, vai pra Berlim sim! Post sobre a cidade é o que não falta por aqui! rs

      Excluir
  14. Nossa Fê quantas dicas! E eu que achei que conhecia bem Berlim. Pelo visto meus 5 dias não deram para nada!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha Eu já era apaixonada pela cidade antes de ir e por isso mesmo, não quis ir em esquema de poucos dias. Dei um jeito de passar 1 mês e meio lá pra começar a conhecer! Pq ficaram muitas coisas pra trás e com certeza ainda voltarei outras vezes!

      Excluir
  15. Como pode alguém ser completamente apaixonada por Berlim, sem sequer ter posto os pés por lá? Essa soy yo!
    Mas quero tanto... mas tanto ir pra lá que chego a ter medo de não querer retornar rsrsrsrs
    e esse teu post tá incrível! daqueles pra guardar pra referência pra sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super te entendo pq essa fui eu por uns 8 anos até finalmente conhecer Berlim! Tava até com medo por conta da altíssima expectativa, mas foi ainda melhor do que imaginei!!!

      Excluir
  16. vou precisar voltar lá mais 5 vezes para conhecer tudo! adoreii

    ResponderExcluir
  17. Uau, percebi que 1 semana em Berlim foi muuuuuito pouco.

    Parabéns pelo post, me deixou com vontade de voltar!!

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Berlim é assim, sempre surpreendendo! Hoje mesmo descobri mais 2 museus novos na cidade (mas pagos).

      Excluir

Todos os comentários no "Tá indo para onde?" passam por moderação e por isso não aparecem de imediato. Ele só vai aparecer quando for respondido. Em geral, os comentários são respondidos quinzenalmente.