terça-feira, 13 de novembro de 2018

Berlim: o muro caiu, mas décadas depois a cidade continua dividida

Agora no começo/meio de novembro, acabamos de comemorar mais um aniversário da queda do muro de Berlim. Andando pela cidade, é bem fácil perceber que a cidade ainda tem muitas marcas da época que foi dividida em 2 e vou falar delas no post de hoje para você prestar atenção em tudo que vê pela rua quando estiver visitando a capital alemã!


Berlim vista do espaço à noite: o muro caiu, mas décadas depois a cidade continua dividida
Berlim vista do espaço à noite: o muro caiu, mas décadas depois a cidade continua dividida - perceberam a cor diferente das luzes? Mais sobre isso abaixo. Foto: NASA/ESA - domínio público

Berlim: o muro caiu, mas décadas depois a cidade continua dividida
Mapa do muro de Berlim e da cidade dividida - muita gente não sabe, mas na verdade o muro circulava toda a parte oeste de Berlim, deixando-a isolada na parte leste da cidade e do resto da Alemanha também.

Berlim: o muro caiu, mas décadas depois a cidade continua dividida
Cartaz da comemoração dos 25 anos da queda do muro - fizeram uma barreira de luzes com balões no antigo trajeto do muro. Conto tudo sobre essa comemoração que tive o prazer de presenciar e mais detalhes sobre o muro de Berlim neste post aqui!


Veja aqui todos os posts sobre Berlim no blog! Spoiler: são cerca de 80 posts!



Traçado do muro de Berlim nas ruas


Quando estiver perto do antigo traçado do muro, não se esqueça de olhar para o chão porque ele está todo marcado como na foto abaixo da direita! A data "1961-1989" foi o período em que ele esteve de pé.

Berlim: o muro caiu, mas décadas depois a cidade continua dividida
Um pedacinho dele aí do lado esquerdo


Trechos do muro de Berlim ainda de pé


Existem dezenas de lugares para ver o muro de Berlim em pleno século XXI: East Side Gallery, Topografia do Terror, Memorial da Bernauer Straße, Mauerpark e vários outros espalhados pela cidade. Falei sobre quase todos esses lugares neste post aqui. Clique nos links acima para ver mais detalhes de algumas das principais atrações da cidade.

Berlim: o muro caiu, mas décadas depois a cidade continua dividida
East Side Gallery - o mais longo trecho do muro ainda de pé e com os famosos grafites

Berlim: o muro caiu, mas décadas depois a cidade continua dividida
East Side Gallery - o mais longo trecho do muro ainda de pé e com os famosos grafites


Berlim: o muro caiu, mas décadas depois a cidade continua dividida
A faixa da morte no Memorial da Bernauer Straße



Está gostando do post? Aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook





Sistema de transporte


Neste post contei com mais detalhes sobre como o sistema de transporte foi afetado e ficou dividido na época do muro - tem uma exposição grátis e não muito grande, mas quase desconhecida sobre o assunto na Nordbahnhof. E até hoje o sistema ainda não está 100% conectado. O tram acabou de chegar no lado oeste da cidade (quando estive em Berlim em 2014, se você estivesse em alguma rua onde passava o tram, você estava na antiga Berlim socialista com certeza absoluta - só bem recentemente que isso mudou). A linha U5 do metrô, que ligará a Alexanderplatz ao Portão de Brandemburgo, passando pela Avenida Unter den Linden e que provavelmente vai ser a principal conexão leste-oeste da cidade está sendo estendida neste exato momento - 29 anos depois da queda do muro. Em 2014, a principal avenida da cidade não tinha uma boa conexão com o metrô se você precisasse ir para o leste ou para o oeste da cidade. A estação central da capital do país (Berlin Hauptbahnhof) só foi concluída recentemente - para a Copa de 2006, sediada na Alemanha. Antes disso, a cidade possuía várias estações importantes e o transporte para outras cidades e países eram dividido entre todas elas. Ainda hoje existem algumas outras estações espalhadas pela cidade, que são quase uma "estação central".

Berlim: o muro caiu, mas décadas depois a cidade continua dividida
Mapa do metrô de Berlim na parte oriental/socialista, mostrando algumas estações que viraram estações fantasmas no período da Guerra Fria.

Berlim: o muro caiu, mas décadas depois a cidade continua dividida
Alguns mapas de metrô da época da divisão

Berlim: o muro caiu, mas décadas depois a cidade continua dividida
As entradas das estações desativadas foram fechadas para não haver fugas de cidadãos do leste para o oeste

Berlim: o muro caiu, mas décadas depois a cidade continua dividida
As entradas das estações desativadas foram fechadas para não haver fugas de cidadãos do leste para o oeste


Leia aqui sobre as comemorações dos 30 anos da queda do Muro de Berlim!

Checkpoint Charlie


O famoso ponto de controle na fronteira entre os 2 países (Alemanha Oriental e Alemanha Ocidental) foi recriado para os turistas. Leia mais sobre ele aqui - e lembre-se que esse soldado da foto não se chamava Charlie!

Berlim: o muro caiu, mas décadas depois a cidade continua dividida



Procurando dicas de onde se hospedar em Berlim? Fiz uma seleção aqui com os hotéis mais estilosos da cidade, outra com bons hotéis e hostels econômicos e mais uma com hotéis com vistas panorâmicas!

Ampelmann


Outra curiosidade bem legal de Berlim - na antiga Alemanha Oriental, foi criado esse "homenzinho do sinal" para os pedestres e eles existem até hoje (mas as fotos abaixo são de museu rs). Outra maneira fácil de identificar em que lado da cidade você está! E o Ampelmann é tão fofo que virou souvenir e acho que deve ser a lembrancinha mais fofa da cidade!

Berlim: o muro caiu, mas décadas depois a cidade continua dividida
Ampelmann e o Trabant (carinhosamente apelidado de Trabi) - o único carro existente na Berlim oriental



Receba a nossa newsletter quinzenal! Não se preocupe porque não fazemos spam!
* indicates required











Indicadores econômicos e sociais


Muitos indicadores econômicos e sociais do lado leste de Berlim e da Alemanha até hoje ainda estão defasados em relação ao lado oeste. De acordo com esta reportagem de 2013, "de acordo com o governo, a renda anual per capta dos alemães da antiga RDA é quase 5 mil euros (R$ 11.550) menor. As taxas de desemprego também são maiores e os indicadores sociais, piores no antigo lado comunista. E mesmo a representação política no Leste, que possui um quinto da população, é menos expressiva. A sensação é de que a reunificação ainda não se completou.".



esta reportagem de 2014 diz que "houve, sem dúvida, avanços: a expectativa de vida, a qualidade da infraestrutura e até da pesquisa científica são, hoje, semelhantes nos dois lados do país. O problema é que o nível de atividade econômica no leste continua longe daquele observado no oeste. Segundo levantamento do governo, o Produto Interno Bruto (PIB) gerado pela área que pertencia à Alemanha Oriental corresponde a apenas 67% da produção do lado ocidental. No ano passado, o PIB per capita registrado no leste foi de 23.600, enquanto no oeste o valor foi de 35.400. Além disso, o desemprego é um terço mais alto na antiga Alemanha Oriental."

No mapa abaixo dá para ver claramente a diferença de renda per capita atual entre a área da antiga Alemanha oriental (mais claro no mapa) e da ocidental (parte mais escura).






Iluminação vista do espaço


Agora o que me chamou a atenção para fazer este post foi uma reportagem antiga que passou pela minha timeline, mostrando Berlim vista por um satélite! As lâmpadas de rua do lado leste e do lado oeste eram e continuam diferentes até hoje - na primeira foto deste post (e no vídeo abaixo), dá para notar bem as luzes mais amarelas de um lado e mais brancas do outro! A foto do espaço é de 2013 e a prefeitura de Berlim já anunciou que está substituindo as lâmpadas por outras que gastem menos energia então essa diferença pode nem estar mais tão marcante. Leia mais sobre o assunto nestas reportagens em inglês: The GuardianTelegraph e City Metric.










Seguros Promo



Como era a vida na Berlim e na Alemanha dividida - DDR Museum e Alltag in der DDR


Eu ADOREI visitar esses 2 museus contando como era a vida da população comum na época da divisão do país. Já detalhei sobre o DDR Museum e a exposição Alltag in der DDR neste post e recomendo demais! Tem muita informação sobre as escolas, as empresas, as férias, as casas, as roupas, os momentos de lazer, as comidas, as lojas, etc.

Berlim: o muro caiu, mas décadas depois a cidade continua dividida
O mapa mais explicativo sobre a divisão que encontrei em algum museu

Berlim: o muro caiu, mas décadas depois a cidade continua dividida
A reprodução de uma sala de uma casa/apartamento da DDR

Berlim: o muro caiu, mas décadas depois a cidade continua dividida
Na Alemanha oriental, acampar era um programa muito popular nas férias e pensando nisso um alemão inventou essa barraca no topo do Trabi para facilitar! Genial aprender essas curiosidades!

Outras atrações relacionadas ao muro de Berlim


Pensou que isso era tudo sobre o muro de Berlim? Tem muitas outras atrações que nem citei no post: Mauermuseum, The Wall Museumexposição Tränenpalast, Asisi Panorama e Black Box Kalter Krieg, por exemplo! É praticamente impossível fugir do assunto estando em Berlim - e aliás, não teria porque fugir mesmo!


Berlim: o muro caiu, mas décadas depois a cidade continua dividida




Você já curte a fanpage no Facebook, já segue o Twitter, o Instagram, o Google+ e o Pinterest?

16 comentários:

  1. Ah esse post q tanto conversamos. Estava doida pra ler!
    Foi muito legal andar por Berlim e ficar "analisando" se estava do lado oriental ou ocidental.
    Bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a ideia veio daquela conversa com vc! <3 mas demorei pra terminar hehehe Espero que sua viagem tenha sido o máximo!

      Excluir
  2. Eu amo seus posts sobre Berlim, Fê! Sinto muito carinho e paixão pela cidade em sua escrita.
    E sobre o Muro... triste pensar que na cabeça de muitas pessoas esse tipo de divisão ainda existe...😑

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Cá! <3 <3 <3 pois eh, nem me fale... Do outro lado do mundo o pessoal comemora a queda do muro e enquanto isso, tem gente querendo a construções de outros muros por aí...

      Excluir
  3. Eu nunca pensei que eu fosse me comover tanto com Berlim! Já tinha estado na Alemanha 2x antes de visitar a capital, já tinha estado nos cenários da segunda guerra mundial, mas Berlim me levou às lágrimas. Não sei se porque cresci com existência do muro, vi sua queda... só sei que estar lá, ler as histórias das pessoas, ver os fragmentos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal o seu relato! Acho q tem mto disso q vc vivenciou esse momento importante de longe...

      Excluir
  4. Realmente dá pra entender mesmo as duas diferentes Berlins que até hoje, tanto tempo depois do muro, continuam sendo tão diferentes, né? História viva!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é o que eu mais gosto de Berlim - a História se construindo ali na sua frente!

      Excluir
  5. Que show este post sobre o Muro de Berlim!

    Não fazia ideia de que os indicadores econômicos e sociais dos dois lados ainda fossem tão diferentes, mesmo depois de três décadas! =(

    Ótimo relato!

    Abraço

    ResponderExcluir
  6. Achei seu post incrível! Uma aula de história alemã. Para mim é fascinante nas ruas ver a marca do muro no chão. Importante lembrar sempre desse momento histórico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! E sim, Berlim é assim mesmo, vc tropeça o tempo todo em História e tá sempre aprendendo...

      Excluir
  7. Berlim é mesmo um museu a céu aberto! O tipo de cidade que nos traz muito conhecimento sobre o muro e a história da Alemanha. Ótimo post!

    ResponderExcluir

Todos os comentários no "Tá indo para onde?" passam por moderação e por isso não aparecem de imediato. Ele só vai aparecer quando for respondido. Em geral, os comentários são respondidos quinzenalmente.