sábado, 13 de janeiro de 2024

Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer

Turismo rural, muitos bares e restaurantes, trilhas, clima de cidadezinha pequena de interior, belas paisagens, festas religiosas, feiras de artesanato, locais para eventos, antigas fazendas de café, História - tudo isso e muito mais você encontra em Sousas e Joaquim Egídio, dois distritos de Campinas (SP). Os 2 são muito próximos um do outro (dá até para ir andando entre eles!) e não ficam longe do centro da cidade. Dada a altíssima concentração de bons restaurantes e bares na região, são bastante frequentados por moradores da cidade aos finais de semana e feriados.



Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer
Pracinha fofa em Sousas - mais detalhes abaixo



Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer
A Capela de São Roque e São Joaquim foi construída em um terreno doado por Joaquim Egídio de Souza Aranha, da Fazenda Sertão em torno de 1870 no antigo bairro Laranjal. É  única igreja de Joaquim e foi tombada em 2003.



Os distritos de Sousas e Joaquim Egídio surgiram por conta das fazendas de café que se instalaram na região no século XIX. Joaquim Egídio leva o nome em homenagem a Joaquim Egídio de Sousa Aranha, o Marquês de Três Rios, antigo proprietário da Fazenda Sertão. Hoje são cerca de 2.200 habitantes.

Sousas era antigamente conhecida como povoado de "Ponte Alta", devido à primeira ponte do rio Atibaia construída ali.  Em 1833 foi construída a capela de São Sebastião pela família de Joaquim Ribeiro e assim originou-se o arraial. A família Sousas era dono de muitas terras na região e o povoado passou a se chamar "Sousas" por causa deles. Em 2010, tinha pouco mais de 17 mil habitantes.




Leia todas as dicas sobre Campinas aqui no blog! E também mais sobre o interior de São Paulo!





A região tem mais de 100 nascentes que vão alimentar a bacia do rio Paraná (correr para o interior do pais e não para o mar). Ali também fica o início dos morros que vão formar a Serra da Mantiqueira. Em média faz 2 graus a menos do que o núcleo central de Campinas, pela altitude e pelas árvores abundantes nos 2 distritos.


Turismo histórico e cultural em Sousas e Joaquim Egídio (Campinas - SP)


Vou destacar várias construções históricas, praças e casinhas fofas, atrações para serem visitadas etc nos 2 distritos. Todos estão marcados no mapa ao final do post. Dá para caminhar entre as atrações de Sousas tranquilamente e também entre as atrações de Joaquim Egídio, exceto as trilhas e as fazendas mais afastadas do núcleo urbano. 


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer
Igreja de São Sebastião (em 3 décadas frequentando Sousas, foi a única vez que vi aberta) de 1889, subprefeitura de Sousas e mais alguns casarões preservados.



O prédio da subprefeitura de Sousas é do ciclo cafeeiro e foi tombado em 2003 (o amarelo da montagem acima). A Matriz de Sant´Anna também foi tombado no ano 2003 (a igreja da montagem abaixo). Construída 1894 como Nossa Senhora do Bom Conselho e só em 1903 que passou a ser denominada Igreja Matriz de Sant´Anna. A Festa de Sant´Ana agita o distrito no mês de Julho anualmente (a principal festa de Joaquim Egídio acontece em agosto - Festa de São Joaquim e São Roque). Na mesma praça fica o monumento ao imigrante e algumas casas antigas preservadas.


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer
A última construção acima é a "Società Italiana Lavoro e Progresso", de 1894 (na rua atrás da matriz). A casa em laranja forte é uma cafeteria bem gostosa, que vou falar mais abaixo.






Próximo à subprefeitura de Sousas e à Igreja São Sebastião lá de cima fica a Casa de Cultura e de Cidadania Antonio da Costa Santos (nome em homenagem à um prefeito de Campinas). Ali ao lado também fica a icônica ponte de ferro (fotos abaixo). No prédio de 1885 já funcionou uma escola e um posto de saúde e foi tombado em 2003.






Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer


Em 1899,  foi inaugurado o Ramal Férreo Campineiro até a Serra das Cabras em Joaquim Egídio e a locomotiva era apelidada de "Cabrita". Era uma inovação importante para o escoamento da produção de café. A Rodovia Heitor Penteado que interliga Campinas a Sousas e Joaquim Egídio só foi inaugurada em 1958. A ponte de ferro em Sousas cruzando o rio Atibaia nas proximidade da subprefeitura fazia parte este trajeto do trem até a Estação em Campinas, atual Estação Cultura (uma das 7 maravilhas da cidade e hoje um centro cultural e de eventos).


Próximo às 2 igrejas acima e da ponte, fica a Praça Beira Rio e além da feirinha de artesanato, fica também ali o novo letreiro do distrito.






Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer
A antiga estação de trem de Joaquim Egídio hoje abriga a Estação Ambiental com uma pequena exposição, que você pode conferir nas fotos acima e abaixo.


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer
Ali tem uma maquete de Campinas e a calçada recriando o antigo trajeto da linha de trem - eu moro na cidade há décadas e só descobri isso (e entrei na estação) no final de 2023.


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer


No casarão onde funciona hoje a subprefeitura de Joaquim Egídio (a 1a foto da montagem acima), funciona também o centro de cultura (Centro de Cultura Caipira e Arte Popular). Ele é remanescente da fazenda Laranjal. No começo de 2023, vi ali uma exposição sobre café, das fotos acima e abaixo.


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer





Turismo rural, de experiência e de aventura em Sousas e Joaquim Egídio (Campinas - SP)


Em um loteamento de chácaras rurais em Joaquim Egídio, fica a Cabanha Campestre 53. Segundo o dicionário Oxford, “cabanha” é uma fazenda especializada na criação e manutenção de gado reprodutor ovino e caprino. No caso, a família dona desta cabanha comprou o terreno em 2012 (que era um pasto) e hoje cria ovelhas por ali. Escolheram as ovelhas por serem mais dóceis do que as cabras. O rebanho começou em 2017 com 3 ovelhas e depois foram crescendo - hoje contam com 59 da raça Lacaune (a mais numerosa na França, utilizada especialmente no queijo roquefort).

Ali eles produzem queijo pecorino, boursin, iogurte, doce de leite e também artesanato com lã (confiram neste link), expostos e vendidos na feira de artesanato do distrito. A lã é obtida na tosa anual do rebanho. É possível visitar a fazenda 2 sábados por mês - confiram as datas, preços e informações pelo instagram.


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer


O leite de ovelha tem mais proteínas do que o da vaca e é o único leite que pode ser congelado e descongelado (por 90 dias) sem perder as características. Conhecemos o processo de fabricação dos queijos e suas características (com direito a degustação, é claro) e também o local onde vivem as ovelhas (ovril), Além de ver as recém-nascidas, aprendemos também sobre esse animal e várias particularidades de uma fazenda do tipo, como a importância de cães de guarda e pastoreio (que inclusive trabalham no parto das ovelhas!).

A família da Cabanha Campestre é adepta do slow food, boa comida e sustentabilidade. Tijolos de uma fábrica de chapéus histórica da cidade foram reutilizados ali. Os produtos lácteos levam nomes relacionados ao céu de Joaquim Egídio (como é afastado da cidade, é um ótimo ponto de observação noturna - inclusive com um observatório e um museu aberto de astronomia!). O queijo Antares (nomeado por conta da estrela mais brilhante no céu da região) ganhou o bronze entre os maturados de ovelha em Araxá no ano passado e a cabanha está na Rota Turística do Queijo Artesanal Paulista lançada ano passado pelo Turismo do Estado de SP. Visita em uma presstrip organizada pelo Sebrae - SP em outubro/2023.


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer





A Fazenda das Cabras em Joaquim Egídio é uma das principais representantes da época cafeeira de Campinas e hoje é um espaço para casamentos, hospedagem e ocasionalmente recebe passeios, organizados pela plataforma Próximo Passeio.





Em maio/2022, visitei a Fazenda Atibaia, no distrito de Sousas, que já foi produtora de cana-de-açúcar e de café. Depois de ser restaurada, hoje pode ser alugada para eventos.  O tour foi organizado com o pessoal da Próximo Passeio (da plataforma campinas.com.br), mas não é muito frequente. No sábado anterior, tivemos uma aula online teórica sobre a restauração do casarão da fazenda feita entre 2003 e 2013 pela Ana Villanueva (da Pátina Consultoria) e também uma introdução à história do café no Brasil com a Sandra (Naqi Café). No passado, Campinas teve um papel importante na produção brasileira de café, mas hoje não é algo significativo.

Durante a visita, aprendemos sobre as diferenças arquitetônicas entre a época do açúcar e a época do café, as escolhas feitas durante o restauro da propriedade e terminamos a manhã com um workshop sobre a bebida mais gostosa de todas! Foi falado sobre como era produção de café antigamente, sobre os tipos de café, diferentes métodos de passar café e mais, com direito a degustação do café especial Araújo Quaresma.

A Fazenda Atibaia é remanescente de uma sesmaria do mesmo nome, que foi fundada e pertenceu a José Francisco Aranha Barreto de Camargo, que construiu o Solar do Açúcar. Era um engenho de cana-de-açúcar, como a maioria das propriedades na região, e tornou-se uma grande produtora de café em meados do século XIX. Mudou de dono algumas vezes entre famílias renomadas da cidade e em 1851, produzia 8 mil arrobas de açúcar e 3 mil arrobas de café. Em 1900, a produção era de 15 mi arrobas de café. É uma pena que não pode ser visitada regularmente!


Quem curte café vai gostar também de conhecer o Museu do Café em Santos!


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer

Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer

Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer

Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer




Onde ficar em Campinas:


Observatório Municipal Jean Nicolini e MAAS (Museu Aberto de Astronomia) - (Joaquim Egídio)



A Serra das Cabras entre Campinas e Morungaba chega a ter altitude de mais de mil metros e vista bonita da região. Como é longe das luzes de cidades, é um bom local para observar o céu estrelado e fenômenos astronômicos. Ali foram instalados o Observatório Municipal e o MAAS. O Observatório foi construído na década de 70 e conta com 4 telescópios. O MAAS é privado e conta com uma estrutura maior, mas também mais caro.

São diversas atividades de tarde ou depois do anoitecer para observar o céu da região e as estrelas e outros astros. Confiram preços, horários e eventos especiais pelos instagram do Observatório ou do Pico das Cabras.


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer
Vista da região - Foto: Fasouzafreitas - CC BY 3.0 






Trilha da Estrada do Bonde (entre Sousas e Joaquim Egídio).


Existe uma trilha pelo antigo caminho do trilho do bonde entre os 2 distritos que é fácil para ser feita até por crianças. Não recomendo a trilha para pessoas sozinhas, mas em grupo sim! Tem um pequeno trecho no acostamento da estrada (trecho não muito movimentado), mas a maior parte é no meio da mata e você nem lembra que ainda está em uma metrópole! Apesar do nome, não existem resquícios de bonde ou de estrada de ferro na trilha. Eu fiz essa pequena trilha de 1,5km algumas vezes quando era adolescente, com amigos que moravam na região. Vou marcar no mapa do final do post onde ficam as entradas/saídas da trilha.

Joaquim Egídio e Sousas estão dentro de uma APA (Área de Proteção Ambiental) com 223km2 de extensão, abrangendo 60% da vegetação nativa de Campinas - resquícios da Mata Atlântica. Nesta APA estão rios importantes para a região como o Rio Atibaia e o Rio Jaguari. Clique no link anterior para ler mais sobre o assunto.


Alguns anos atrás, eram cerca de 70 trilhas mapeadas na região de Joaquim Egídio - acesse mapas e informações sobre elas neste site.


Ainda existem muitas outras opções de lazer em Sousas e Joaquim Egídio, como por exemplo o Park de Aventura (mini sítio, passeios a cavalo ou pônei, espaço para picnic, etc) e o Apiário Belmonte. Uma coisa que eu quero fazer desde que descobri, mas ainda não consegui é o passeio de quadriciclo da Joaquim Egídio Adventure - deve ser muito legal!







Receba a nossa newsletter quinzenal! Não se preocupe porque não fazemos spam!
* indicates required

 
 
 



Artesanato e turismo de compras em Sousas e Joaquim Egídio (Campinas - SP)


Outro destaque dos distritos de Sousas e Joaquim Egídio são os diversos ateliês, antiquários e lojas interessantes, além das feiras de artesanato, uma em cada distrito. A Vila das Artes na Praça Beira Rio em Sousas acontece no 1o domingo do mês das 9h às 14h e a Feira de Arte, Artesanato e Gastronomia de Joaquim acontece na praça em frente à Estação Ambiental no 2o domingo do mês também das 9h às 14h. Vou marcar todos esses lugares no mapa ao final do post (em marrom), mas já deixo abaixo os sites ou redes sociais para vocês pesquisarem se se interessam por algum artesanato.



 

 





Imaterial (artesanato brasileiro)
Armazém das Oficinas (artesanatos diversos e oficinas) - fica no complexo do Cândido Ferreira e tem um restaurante no local também
Casa Primavera (livros, encontros, oficinas, eventos culturais) e loja do Coletivo Guapuruvu
Bicho da Seda (brechó)
Garimpo da Rita (brechó)
Dé Cerâmicas (somente com horário agendado)
Ateliê Casa da Montanha (cerâmica, oficinas)
Sagrado Ócio (artesanato com tecidos)
Darly Pellegrini (cerâmica)



Se tiverem mais indicações de lojas e ateliês nos dois distritos, podem deixar nos comentários abaixo, ok? Confira este site para atualizações sobre arte e artesanato na área.






Onde comer (e beber) em Sousas e Joaquim Egídio (Campinas - SP)?


São dezenas de opções de bares, restaurantes, cafeterias e outros estabelecimentos legais nos dois distritos, inclusive alguns dos melhores de Campinas - destaco alguns abaixo. Para endereço, horários de funcionamento, cardápio, etc, confiram os links clicando nos nomes de cada um porque seria impossível manter tudo isso atualizado aqui.

Toca da Mangava (no caminho entre Sousas e Joaquim Egídio)


O curioso nome da cervejaria vem de um inseto chamado "mangava", muito presente na região onde a micro cervejaria está instalada (no "meio do mato"). A cerveja ali é feita para consumo local e produção pequena, pensando em um ditado alemão que diz que "cerveja boa é cerveja que está próxima, produzida na mesma região". Fazem cerveja viva não filtrada e não pasteurizada. Se for vender para o Brasil todo, teriam que fazer isso. A cerveja Serra das Cabras é cigana e é produzida ali também.


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer


Começamos experimentando duas cervejas tipo lager e uma ale naquele dia. Os responsáveis pela cervejaria são engenheiros de alimentos e o mel utilizado em uma delas é de um apiário atrás da cervejaria - apiário Belmonte. Busca harmonização em todas as cervejas de lá, sem um dos ingredientes chamar a atenção demais.


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer

Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer


Eles tem um quiosque no Platz Mall, na avenida principal do distrito de Sousas, mas uma amiga fã de cerveja que conhece os 2 locais me disse que a casa original tem um ambiente mais legal, justamente por estar no meio do mato - mais aconchegante e tem mais a ver com o estilo do cervejeiro e da cervejaria.


Aji com mel (Sousas)


Restaurante peruano que fazia tempo que queria conhecer, mas demorei. Só fui mesmo no final do ano passado em um evento com menu fechado, organizado pela Rafaela do Prazer em comer Campinas (primeiras montagens abaixo). Alguns meses depois, voltei com meus pais em um dia de semana e pedimos o menu executivo (última montagem). Ficava em um mall na avenida principal de Sousas (antes do centinho) com bastante vaga para estacionar no subsolo, mas mudou-se no final de 2023 para um prédio histórico em uma pracinha super fofa em Sousas (tem videozinha abaixo da nova casa). O Ají con Mel tem também uma unidade que serve somente empanadas no Nova Campinas (Gramado Mall). Veja aqui outra dica de restaurante peruano em Campinas mais em conta.


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer
Decoração do restaurante temática

Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer
Não lembro direito qual era o cardápio, mas lembro que o recheio do sanduíche era levemente apimentado (no ponto certo) e esses doces estavam bons demais!


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer
Chicha morada para beber (suco de milho roxo - não tem nada a ver com suco de milho brasileiro), empanada e salada de entrada. Os pratos principais embaixo - ceviche da minha mãe na direita e o meu era o do meio - nhoque de batata da terra com peixe (muuuito bom). Se preocuparam quando disse que sou alérgica a frutos do mar.


 


Veja aqui sugestões de lugares para conhecer próximos a capitais do Brasil



Casa Belga (Joaquim Egídio)



É um restaurante mais sofisticado que restaurante comum e ainda assim mais barato do que restaurantes do mesmo nível no Cambuí (bairro mais central e arrumadinho de Campinas). Fica na rua principal de Joaquim Egídio e tem estacionamento atrás do casarão antigo. Sempre tem menu muito bons nos festivais gastronômicos e já fazia anos que queria conhecer a casa. No estacionamento, preste atenção porque tem macaquinhos por ali. Tem uma vitrine de doces de dar água na boca - brigadeiros aprovadíssimos.


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer

Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer
Peixe com molho de camarão dos meus pais (Abadejo à baiana com arroz e farofa de banana da terra) e o meu prato era salmão com crispy de alho poró, purê de mandioquinha e arroz com amêndoas e banana da terra (salmão caçador).


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer
Os macaquinhos na parte traseira do restaurante e os brigadeiros incríveis que trouxemos para casa.


Café Maritaka (Joaquim Egídio)


Provavelmente a cafeteria mais cercada de verde de Campinas! Na rua principal de Joaquim Egídio do lado direito depois do centrinho. Estacione pouco mais à frente a esquerda. Gastei R$ 33,00 no final de 2022 com um café gelado e a sobremesa mais famosa do local, a chocotaka - sorvete com brownie e calda.  São tantas árvores que não é difícil encontrar com algum macaquinho por ali. O ambiente é bem aberto então é melhor ir em um dia sem chuva.


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer



Vila Paraíso (Joaquim Egídio)



Em meio à natureza no distrito de Joaquim Egídio, fica na estrada principal depois do centrinho à direita. Estacionamento grande e espaço do restaurante amplo. Logo na entrada fica a Padoca do Vila, para quem quiser um lanche mais despojado (tem outra unidade da padoca na Lagoa do Taquaral). Trabalham também com piquenique aos finais de semana no espaço enoooorme atrás do restaurante (Quintal do Vila), onde fica também a própria agrofloresta do restaurante de onde saem muitos produtos oferecidos no local.

noite da paella é famosa na cidade. Pela qualidade da comida e o local agradável, o menu executivo não é caro (mas acaba ficando longe para a maioria das pessoas). 


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer

Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer
Entrada dadinho de tapioca, pães e foccacia. Pratos principais - pirarucu com purê de mandioca e legumes e linguado com arroz e legumes. Sobremesa - doce d banana com sorvete






Estação Marupiara (Joaquim Egídio)


Em um casarão antigo preservado, tem também muitas mesas no ambiente externo. Em meio à natureza no distrito de Joaquim Egídio. Cardápio bastante focado em frutos do mar e de 5a feira fazem um evento especial - Cine Marupiara (somente com reserva antecipada). Um filme é projetado enquanto o jantar em vários tempos combinando com o tema do filme é servido. Depois de anos, finalmente consegui ir em julho/2023 e o filme era "Chocolate".


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer
Todos os itens do menu fechado tinham algum toque de chocolate, nem que fosse pó de chocolate enfeitando o prato como na foto abaixo. O pão acima era de chocolate!


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer
Como avisei sobre restrição alimentar, o meu prato veio sem o camarão (acima). Claro que o fondue tinha que ser a sobremesa - a casa oferece fondues variados no inverno. Vá agasalhado porque é bastante frio e meio aberto.



Arte & Grão (Sousas)


Fica bem pertinho da Matriz de Sant´Anna e é um estabelecimento pequeno e recente. Fui tomar um brunch ali em um feriado no final de 2023, pedi uma toast de presunto parma, tomatinho e rúcula e uma bebida de água de coco com café das fotos abaixo - gastei R$ 45,00.


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer





Empório Jenny (Sousas)


Fui no mesmo dia que conheci o café acima no final de 2023 e aí só pedi uma sobremesa com café - gastei R$ 29,70 e a torta de chocolate estava divina! Quero voltar porque sempre vejo no instagram que são muitas opções legais.


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer




Fogão Mineiro (entre Sousas e Joaquim Egídio)



O restaurante fica entre Sousas e Joaquim Egídio, do lado direito da estrada e apesar de bem grande, sempre passava ali e via o estacionamento lotadíssimo aos finais de semana. É um restaurante antigo e bastante frequentado por famílias campineiras aos finais de semana. Eles abriram diversos restaurantes por kilo em shoppings da região (inclusive em São Paulo), mas sem dúvida nenhuma o restaurante original é o mais legal de visitar pelo ambiente com aquele charme de interior. A decoração é bem bonitinha e de final de semana, servem um buffet à vontade no fogão à lenha. Durante a semana o serviço é à la carte (principalmente aqueles pratos mineiros) e conheci durante uma presstrip pela região de Campinas em setembro/2023. Conta com espaço kids e até uma capela (dá para fazer eventos ali, por exemplo um mini wedding. Olha abaixo a sobremesa incrível que vou ter que voltar outro dia para experimentar! 


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer

Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer

Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer
Eu pedi esse frango a parmegiana simples, o frango com molho de ervas e legumes era da Amanda (Marola com Carambola) e a carne de porco embaixo com ovo frito, arroz, torresmo, couve e linguiça era o prato da Deisy (São Paulo Sem Mesmice).





Sulina Parrilla & Restaurante (Sousas)


Na avenida principal do distrito, do lado direito. É bem grande e como o nome diz, foca bastante em carne, então fui conhecer durante o Restaurant Week do primeiro semestre de 2023 já que não sou chegada em carne vermelha. Mesmo fora de festivais, tem um menu executivo legal, mas ainda focado demais em carne vermelha pro meu gosto.


Turismo em Sousas e Joaquim Egídio (distritos de Campinas) - dicas do que ver, fazer, onde comer
Se não me engano de entrada pedi o bolinho de costela com geleia de pimenta e cotoleta a milanesa (carne de porco) com risoto como principal. Minha sobremesa era essa pera com sorvete.



Tem sempre algum estabelecimento gastronômico abrindo em Sousas e Joaquim Egídio, mas muitos dos mais clássicos estão aí desde os anos 90, pelo menos. Não quis simplesmente fazer uma lista genérica, mas conforme for conhecendo outros restaurantes, bares e afins nos distritos, vou adicionando neste post.




Para se locomover em Campinas nos distritos de Sousas e Joaquim Egídio, você pode utilizar táxi, Uber, carro próprio ou então alugar um carroCaso precise alugar um carro, alugue através da Rentcars, uma de nossas parceirasVocê não paga nenhum centavo a mais e colabora para o blog se manter! No site da Rentcars, é possível comparar preços de aluguel de carro em diversas locadoras. Obrigada! Mas não recomendo a opção de Uber se for para algum local fora do centrinho dos distritos - é uma região que o sinal de celular é bem ruim e você pode ter problema para conseguir um carro para ir embora.










Sousas e Joaquim Egídio no mapa - o que ver e fazer nos distritos de Campinas - SP


Marquei no mapa abaixo todas as atrações, lojas, restaurantes etc citados no post. Os pontos principais estão em roxo, as lojas e ateliês em marrom, os estabelecimentos gastronômicos em laranja (marquei também alguns extras que ainda não conheço, mas quero), os pontos para a trilha do bonde em verde e mais alguns locais em azul.







Você sabia que pode reservar hotelalugar carro, garantir seguro viagem com descontoconseguir ingressos para atrações e tours no Brasil e no mundo todo, além de guias de diversas cidades e países pelos links aqui do blog? Você não gasta nenhum centavo a mais e o blog ganha uma pequena comissão! Obrigada!

10 comentários:

  1. Amei essas dicas de Sousas e Joaquim Egídio! Há muitos anos passo ao lado (moro em SJC e minha família em Salto, Campinas fica no caminho) e fico curiosa para conhecer esses dois distritos, mas nem sabia por onde começar. Agora já sei! rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, dá uma paradinha sim! Aliás, dá para parar na ida e na volta em algumas viagens pra conhecer mais! (e aí, me avisa)

      Excluir
  2. Nunca tinha lido sobre a região e fiquei encantada. Uma mistura de experiências de uma cidade pequena com fazendas que fazem eu adorar o interior no Brasil. Lindo artigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito coisa de cidade pequena mesmo esses distritos! rs e Pertinho da parte mais movimentada de Campinas.

      Excluir
  3. Quanta coisa tem para fazer em Sousas e Joaquim Egídio, eu tenho gostado bastante de fazer Turismo rural.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem bastante coisa mesmo! Me surpreendi quando comecei a juntar as dicas para esse post!

      Excluir
  4. Eu ainda não conheço Campinas e fiquei super animada para visitá-la e esticar meu roteiro para essas 2 cidadezinhas. Amo esse tipo de turismo. Visitar fazendas históricas e conhecer essa dos queijos e doce de leite será meu passeio nº 1.

    ResponderExcluir
  5. Feliz de ter sido apresentada a Sousas e Joaquim Egídio. Aprecio muito turismo rural e adoro conhecer cidadezinhas fora do radar turístico mais denso. (Cris)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma parte desconhecida de Campinas pra quem mora longe, mas provavelmente a mais bonitinha e legal de se conhecer.

      Excluir

Todos os comentários no "Tá indo para onde?" passam por moderação e por isso não aparecem de imediato. Ele só vai aparecer quando for respondido. Em geral, os comentários são respondidos quinzenalmente.