domingo, 30 de dezembro de 2018

Consciência histórica alemã - a relação com o turismo na Alemanha e o Brasil nos dias de hoje

Uns tempos atrás, a Patti do Tripping Unicorn fez uma pergunta em um grupo de blogueiras sobre o que vimos/aprendemos/conhecemos no exterior e gostaríamos de "importar" para o Brasil. Eu até cheguei a escrever uma colaboração para o blog dela e claro que tinha que ser sobre a Alemanha! rs Leiam lá o post sobre as compras que as blogueiras de viagem fariam no exterior! Essa pergunta da Patti inspirou total o post de hoje.

Depois de 3 viagens relativamente curtas para a Alemanha (1 dia, 1 mês e 1 semana), anos e anos estudando alemão aqui no Brasil e uma temporada de quase 3 meses por Frankfurt e Berlim, continuo me surpreendendo com o povo alemão. É impressionante como a minha paixão pelo país só aumenta! Quem acompanha o blog já sabe que curto muito História (vejam aqui todos os posts relacionados a assuntos históricos no blog - são dezenas!) então sempre fico feliz em ver como os alemães preservam a sua, mesmo com tantos episódios sombrios. Eles fazem questão de não esconder nenhuma parte da História, por mais difícil que seja, e incentivam que todos a conheçam também.

Vou copiar abaixo o trechinho que escrevi para o Tripping Unicorn, explicar algumas coisas com mais detalhes e estender um pouco o assunto.


Promovendo a consciência histórica na Alemanha


"Em uma conversa de adolescentes sobre a Segunda Guerra Mundial, a minha primeira amiga alemã chorava sentindo-se culpada pelas mortes, porque seus avós e conterrâneos se deixaram levar pelas loucuras do Hitler e não fizeram nada. Mas obviamente que ela não tem culpa nenhuma, já que nasceu décadas depois.


Consciência histórica alemã - a relação com o turismo na Alemanha e o Brasil nos dias de hoje
Portão do campo de concentração Sachsenhausen, nos arredores de Berlim - leia aqui sobre a visita


sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Retrospectiva de viagens e assuntos relacionados em 2018!

Post para encerrar 2018 aqui no blog - até que foram bastante viagens e menos posts do que gostaria... Vamos ver se em 2019 consigo retomar o ritmo do primeiro semestre e dos anos anteriores.


Retrospectiva 2018 e preparações para 2019!
Algumas das fotos mais curtidas do Instagram do blog esse ano foram do Festival de Tulipas em Ottawa, Canadá!


Espírito Santo (Santa Leopoldina e Santa Teresa) abril


A primeira viagem do ano foi para um encontro de blogueiros que já queria ir fazia tempo! Conheci um pouco do Espírito Santo em 2013, mas voltei dessa vez para o Pocando no ES 4, passando pela região dos imigrantes - Santa Leopoldina e Santa Teresa.


Retrospectiva 2018 e preparações para 2019!
Um pouco de Santa Leopoldina


Retrospectiva 2018 e preparações para 2019!
e pouco de Santa Teresa - mas em breve vai ter mais dica da região porque os posts não acabaram!


quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

Onde ficar perto do Allianz Parque ou do Teatro Bradesco em São Paulo?

Morando em Campinas, tão pertinho de São Paulo, faço muitos bate-voltas para a capital paulista. Às vezes, durmo na casa de parentes ou amigos, mas às vezes, tenho alguma programação que vai acabar tarde e não quero incomodar e aí acabo apelando para hostels e hotéis localizados perto de onde tenho que estar. No 2o semestre de 2018, assisti 3 shows em São Paulo (2 no Teatro Bradesco e o show da Shakira no Allianz Parque - o estádio do Palmeiras), na região da Pompeia/Perdizes/Barra Funda. O acesso é tranquilo porque os dois locais estão próximos à estação de metrô da linha vermelha Palmeiras/Barra Funda, mas sair de lá depois de um grande show é complicado porque o metrô fecha cedo e fica praticamente impossível conseguir táxi/Uber/Cabify etc. Em 2016, já fui a um show no Allianz Parque (Guns ´n Roses) e fomos de carro para voltar no mesmo dia para Campinas. Não é ruim, mas demoramos uma hora só para sair do estacionamento de tanto que o trânsito fica complicado na região logo após esses shows.


Onde ficar perto do Allianz Parque ou do Teatro Bradesco em São Paulo?
Allianz Parque e o Shopping Bourbon vistos de um helicóptero - Foto: Flickr - Annie Zannetti - CC BY 2.0)

Por isso, quando comprei o ingresso para o show da Shakira, cheguei à conclusão que o ideal seria conseguir um hotel ou hostel tão perto que desse para voltar a pé depois do show - eu estaria sozinha!