quarta-feira, 13 de julho de 2016

O que ver e fazer na região do Checkpoint Charlie em Berlim

ATUALIZADO EM 22/08/2021

Impossível pensar em Berlim e não pensar no tão falado Checkpoint Charlie! Já falei aqui no blog que a "atração" em si nem é grande coisa, mas a região está repleta de coisas para ver e fazer, que são o tema do post de hoje!


Checkpoint Charlie, Berlim


O Checkpoint Charlie e seu entorno ficam muito perto da Avenida Unter den Linden, Potsdamer Platz (e Leipziger Platz) e mais ainda da Gendarmenmakt, todos já apareceram aqui no blog e como é bem central, é uma ótima localização para hospedagem para os turistas de primeira viagem.



Checkpoint Charlie, Berlim


Assinalei no mapa abaixo o Checkpoint Charlie em si com um estrela vermelha, outras atrações em vermelho, as estações de metrô com o "M", hotéis que comento abaixo, indicação de restaurante, café e praças, além do Mall of Berlin com o símbolo do euro.









Você sabia que o seguro viagem é OBRIGATÓRIO para entrar na Europa??? Para viajar tranquilo, garanta já o seu seguro viagem com a parceira do blogSeguros Promo - comparador de preços com as melhores seguradoras do mercado! Você não gasta nenhum centavo a mais por isso e colabora para manter o blog!



O que fazer na região do Checkpoint Charlie


Clique nos links abaixo para informações de horários, preço, etc.

Checkpoint Charlie


Já tenho um post no blog sobre o Checkpoint Charlie e o Mauermuseum aqui no blog (o primeiro grátis e o segundo pago), mas infelizmente nesse caso o segundo vale mais a pena! O primeiro é só um ponto para uma foto rápida. Sorte que ali por perto tem um monte de coisas legais! É aberto e você pode tirar foto a uma certa distância à vontade, mas para tirar fotos com os atores posando de oficiais, paga-se caro (e mais caro ainda para ter os carimbos no passaporte!). E não, Charlie não é o nome daquele cara no cartaz enorme no local! ;)

Checkpoint Charlie, Berlim

Checkpoint Charlie, Berlim
Observe o chão na região! Dá para ver o traçado exato do muro de Berlim nas ruas!


Procurando dicas de onde se hospedar em Berlim? Fiz uma seleção aqui com os hotéis mais estilosos da cidade, outra com bons hotéis e hostels econômicos (testados por mim em 2019) e mais uma com hotéis com vistas panorâmicas!

Mauermuseum


Já contei que gostei muito desse museu (caro infelizmente), que foca bastante na criatividade das pessoas para fugir de um lado do muro para o outro na Berlim da Guerra Fria. Tem desconto com o Berlin Welcome Card.

Mauermuseum, Berlim


Asisi Panorama The Wall


Na região do Checkpoint Charlie, fica uma atração bem diferente em Berlim - uma reprodução gigantesca de um pedaço do muro e da Berlim socialista! Você se sente como estivesse realmente espiando por cima do muro na Berlim ocidental para ver um pedacinho da Berlim oriental!

Berlim: 10 museus e exposições menos conhecidos - Asisi Panorama The Wall
Na primeira sala temos explicações de como o muro foi construído, como a cidade e as famílias ficaram divididas durante esse período e um mapa com todos os panoramas do artista Yadegar Asisi espalhados pela Europa.

Berlim: 10 museus e exposições menos conhecidos - Asisi Panorama The Wall
Esse círculo preto e amarelo no mapa de Berlim é o ponto exato de onde estaríamos observando por cima do muro

Berlim: 10 museus e exposições menos conhecidos - Asisi Panorama The Wall
São tantos detalhes que a cena parece real mesmo! Olha a Torre de TV aí! A rua na primeira foto é a Sebastianstraße.

Berlim: 10 museus e exposições menos conhecidos - Asisi Panorama The Wall
Kreuzberg, região do Kottbusser Tor







Black Box Kalter Krieg


No mesmo cruzamento do Checkpoint Charlie, fica outra exposição interessante, tendo a Guerra Fria como assunto principal. Do lado de fora podemos ver um pedaço original do muro, um mapa de como era a Berlim dividida e algumas fotos daquela época. Dentro da exposição (uma "caixa preta"), são diversos videozinhos, cartazes e objetos explicando como que a Guerra Fria afetou Berlim e a Alemanha (culpada da divisão do país em 2 após a Segunda Guerra) e também como esta "guerra" influenciava em outros países, como a Coréia e a República Tcheca. A exposição mostra desde o comecinho dos desentendimentos entre Estados Unidos e União Soviética e como a guerra chegou ao fim com a queda do Muro de Berlim e vários países se vendo livres da influência da União Soviética no final dos anos 80.


Berlim: 10 museus e exposições menos conhecidos -  Black Box Kalter Krieg

Berlim: 10 museus e exposições menos conhecidos -  Black Box Kalter Krieg

Berlim: 10 museus e exposições menos conhecidos -  Black Box Kalter Krieg
São muitos vídeos, fotos e cartazes e é necessário entender inglês ou alemão para aproveitar a exposição. Eu fui em um dia de muito calor e o ar condicionado do local não dava conta então acabei passando mais rápido por algumas partes por conta disso.


A atração tem desconto com o Berlin Welcome Card.


Trabi Museum


Já contei sobre tudo sobre o "trabi", apelido do carro "trabant" neste post aqui e o carro xodó da Alemanha socialista virou até tema de museu! Não é um museu muito grande, mas especialmente interessante para pessoas que curtem carro em geral, uma vez que o trabi é bem diferente do que estamos acostumados nos dias de hoje. Perto do Checkpoint Charlie e com uma lojinha bem farta.

Berlim: 10 museus e exposições menos conhecidos -  Trabi Museum
Vários modelos diferentes de trabi, mostrando a evolução dos modelos e modelos para usos especiais

Berlim: 10 museus e exposições menos conhecidos -  Trabi Museum
O motor e até carros oficiais, por exemplo da polícia!

Berlim: 10 museus e exposições menos conhecidos -  Trabi Museum
Eu acho que o destaque do museu é o trabi com uma barraca de acampamento em cima e com essa outra barraca aí ao lado, mostram bem como eram férias típicas na Alemanha socialista - alemães em geral gostam de estar em meio à natureza e na época da Guerra Fria eram poucas as opções de locais para passar as férias. Um alemão criativo teve a ideia de facilitar suas férias colocando uma barraca em cima de um trabi e em pouco tempo, isso virou um sucesso, como já tinha aprendido na exposição Alltag in der DDR!


Desconto com o Berlin Welcome CardCompre aqui o seu ticket para o Trabi Museum.






Balão da Air Service Berlin


Eu adorei minha primeira vez em um balão - conta se ele estiver preso no chão? É meio caro pagar quase 20 euros (com direito a desconto com o Berlin Welcome Card), mas adorei a vista lá de cima! Ah, quem tiver um roteiro flexível, vale super a pena ficar de olho nos last minute deals! Eles oferecem até passeios de helicóptero por Berlim!


Está gostando do post? Aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook





Essa atração é das mais conhecidas e visitadas entre os turistas em Berlim. Mas sinceramente? Só curti a parte de fora com um pedaço bem grande do muro ainda preservado como antigamente, mas a exposição com muitas fotografias (grátis) não me agradou. Acho que foca demais na história do Partido Nacional Socialista e o assunto não me interessou muito (ao contrário de qualquer outra coisa relacionada à Segunda Guerra e ao Muro de Berlim!). Do lado de fora, também existem ruínas de alguns prédios do governo nazista que ficavam ali.



Martin-Gropius Bau


É um prédio antigo (e lindo) que sempre tem exposições temporárias bem interessantes!

Centro de Documentação Fuga-Expulsão-Reconciliação


Não tinha ouvido falar nada sobre esse centro de documentação até sua inauguração em meados de 2021 - Berlim não para de se reinventar e trazer novidades mesmo! O local fica perto da Topografia do Terror e da Postdamer Platz. O centro conta sobre os 14 milhões de alemães que foram expulsos de suas cidades durante e após a Segunda Guerra Mundial e a reorganização dos territórios europeus. Alguns grandes exemplos são as cidades de Gdansk (Danzig)Wroclaw (Breslau) e Szczecin (Stettin) na Polônia ou Kaliningrado hoje pertencente à Rússia (antigamente era a alemã Königsberg) - conheci as 2 primeiras citadas. Wroclaw era inclusive uma grande apoiadora do partido nazista e foi a última grande cidade alemã a cair ao final da Segunda Guerra. O mesmo aconteceu com os poloneses que moravam na região da atual Lviv (Lwow), hoje na Ucrânia - eles foram expulsos para a atual parte oeste da Polônia para ocupar a área "desocupada" pelo alemães. 

Mas o centro de documentação não fica somente na História mais antiga e aborda os deslocamentos atuais de refugiados da Síria e de outros países que não a Alemanha. A visita é grátis. Leia mais sobre o centro na reportagem da Deutsche Welle.


mapa da Polônia com modificações pós-Segunda Guerra Mundial
Em branco, a parte da Polônia antes e após a guerra. A parte rosa, territórios alemães/prussianos (e a cidade-livre de Gdansk), que foram incorporados à Polônia após 1945. Em cinza, áreas que foram da Polônia anteriormente, anexadas à URSS pós-1945 e que hoje fazem parte da Ucrânia, Bielorússia e Países Bálticos. MAPA: radek.s - CC BY SA 3.0



Curtir Trabis ou Trabants


Trabi é a abreviação de Trabant, praticamente o único carro da Alemanha e Berlim socialistas e hoje é um dos grandes símbolos dessa época. É possível fazer um Trabi Safari pela cidade (pago), mas mesmo se você não quiser desembolsar nada, passe na rua Zimmerstraße, entre o Checkpoint Charlie e a Topografia do Terror (que é o ponto de partida dos tours) e observe os carros com as mais divertidas pinturas estacionados por ali. O Trabi Museum (pago) também fica por ali.

trabant ou trabi em Berlim

trabant ou trabi em Berlim
Esse fica em um museu e por isso está discreto!





Antigo prédio da Luftwaffe, hoje Ministério das Finanças


Observem no vídeo abaixo (entre 1´10 e 2´50) o imponente prédio do atual Ministério das Finanças alemão, antigo prédio da Luftwaffe, com a arquitetura nazista bem aparente. Já que está bem ali na esquina, não custa dar uma passadinha para fotos.

Antigo prédio da Luftwaffe, hoje Ministério das Finanças em Berlim
Na última foto, visto do balão!






Currywurst Museum - fechado


Uma das atrações mais inusitadas da cidade, o Currywust Museum fica nas proximidades e conta tudo sobre a história, fabricação e curiosidades do prato mais berlinense de todos. Interativo e divertido para as crianças, não é uma atração essencial, mas é bom para relaxar e mudar de tema, se já estiverem cansados de Segunda Guerra/Muro de Berlim/Guerra Fria e afins. Tem desconto com o Berlin Welcome Card.

Currywurst Museum, Berlim

Currywurst, Berlim





Receba a nossa newsletter quinzenal! Não se preocupe porque não fazemos spam!
* indicates required












Onde comer


Marquei algumas poucas opções no mapa acima, mas a região tem vários fast foods e lanchonetes bem perto do metrô Kochstraße, então não é difícil matar a fome por ali. O destaque no meu ponto de vista fica para a Fassbender & Rausch, chocolateria/cafeteria imperdível ali pertinho - só as esculturas de chocolate já valeriam a pena!



Onde ficar na região do Checkpoint Charlie

A região tem bastante opções de hospedagem (mas poucas com preços em conta) e fica bem central para explorar os pontos mais turísticos. Bem servida de ônibus, mas a caminhada das estações de metrô mais próximas para os hotéis são um pouco maiores do que eu gosto.


Sugiro o Novum Winters Hotel The Wall (mais perto de tudo deste post), o Gat Point (inclusive com quartos individuais não muito caros) e em direção a Gendarmenmarkt, o NH Berlin Mitte Leipziger Straße e o Novum Winters Gendarmenmarkt. Duas boas opções mais caras (e um pouco para o leste) são o Mercure Hotel & Residenz Berlin Checkpoint Charlie e o Mondrian Suites Berlin am Checkpoint Charlie. Um pouco ao sul fica o Novum Winters Hotel Checkpoint Charlie e mais perto da Anhalter Bahnhof estão o relaxa Stuttgarter Hof, o ibis Berlin City Potsdamer Platz e o Novotel Suites Potsdamer Platz.











Este post contém links para programas de afiliados.


O que fazer nos arredores do Checkpoint Charlie em Berlim - Mauermuseum, Topografia do Terror e outras atrações. Dicas de onde comer e onde se hospedar




Você já curte a fanpage no Facebook, já segue o Twitter, o Instagram, o Google+ e o Pinterest?

8 comentários:

  1. Gente, tanta coisa que eu to decidida a voltar a Berlin. Quem sabe no encontro de blogueiros? hummmm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A cidade é inesgotável!!! Mas infelizmente, blogueiros que moram fora da Europa não podem mais participar desse encontro...

      Excluir
  2. Adoro os seus posts de Berlim... sempre fico com vontade de ir logo para lá!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu fico aqui escrevendo sobre a cidade e louca para voltar!

      Excluir
  3. A-D-O-R-E-I esse post!!!! Berlim é uma cidade tão interessante e cheia de coisas para fazer ;) Engraçado que estive lá e faltou fazer muita coisa, sabia? Não imaginava que poderia subir no balão.
    Obrigada pelas infos ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, normal... Não tem como esgotar Berlim! Vamos voltar???

      Excluir
  4. Ta indo pra Onde sempre incluindo novos destinos na nossa lista, né?
    Adorei principalmente o trecho de onde comer!! rsrsrsrs

    ResponderExcluir

Todos os comentários no "Tá indo para onde?" passam por moderação e por isso não aparecem de imediato. Ele só vai aparecer quando for respondido. Em geral, os comentários são respondidos quinzenalmente.