domingo, 2 de agosto de 2020

[Viajando na História] O mês de Julho na História

Algumas semanas atrás comecei a postar sobre algumas datas históricas e monumentos lá no Instagram e nos últimos meses fiz um resumo aqui no blog, que continuo com este post de hoje: acontecimentos e pontos turísticos relacionados ao mês de Julho ao longo dos anos! História sempre foi a minha matéria preferida na escola e não é à toa que destinos históricos sempre estão entre os meus preferidos. Para qualquer lugar que eu vá, eu pesquiso sobre a História do local/país antes e durante a viagem. Acredito que não faz nenhum sentido você se deslocar até o outro lado do mundo para tirar uma selfie na frente de um monumento sem ter a mínima ideia do porquê aquele se tornou um monumento importante/famoso, por exemplo.


[Viajando na História] O mês de Julho na História - Queda da Bastilha
Quadro "Prise de la Bastille" por Jean-Pierre Houël


[Viajando na História] O mês de Julho na História - Queda da Bastilha


Fora que dá um outro sabor para as viagens quando você entende de onde vieram os nomes das ruas/praças/bairros/estações de metrô etc (por exemplo Avenida 9 de Julho em São Paulo ou estação de metrô Oranienburger Tor em Berlim). É muito mais gostoso ir embora de um lugar entendendo o que viu ao invés de simplesmente ter passado para cumprir tabela ou riscar da listinha de "obrigações".


[Viajando na História] O mês de Julho na História - Primeiro pouso na Lua



Estes posts não tem a intenção de ser algo definitivo sobre o tema - são milhares de acontecimentos importantes todos os dias pelo mundo e vou focar naqueles que acho mais relevantes no geral para o turismo e somente nos destinos que já são tratados aqui no blog. Em julho, falamos da invenção dos automóveis, Praga, Paris, Revolução Francesa, egiptologia, Disney, Machu Picchu e até da Lua e turismo espacial/astronômico!



Aqui no blog já são dezenas de posts aprofundando sobre diversos aspectos históricos dos destinos por onde passei!





Primeiro automóvel



O  Benz Patent-Motorwagen  foi o primeiro automóvel. Foi apresentado ao público no dia 3 de julho de 1886, em Mannheim (Alemanha) mas sua patente é de janeiro do mesmo ano, dando a sua autoria ao alemão Karl Benz. O carro possuía três pneus cujo tamanho era de um pneu de bicicleta, um motor na traseira, uma tábua de madeira que era um chassi - cuja madeira era muito forte, para sustentar o peso de uma pessoa - um banco e um volante, que era uma manivela e só chegava a 8 quilômetros por hora (ou 15 km, dependendo da fonte). Foi em 1769 que surgiram as primeiras máquinas que se moviam sobre rodas impulsionadas pelo vapor, mas eram tão pesadas que não serviam como meio de locomoção. Foi preciso diversas outras invenções e avanços tecnológicos para então levar à construção do automóvel no final do século XIX.




[Viajando na História] O mês de Julho na História - Primeiro automóvel


Bertha Benz (mulher de Karl) fez a primeira viagem de carro conhecida (#roadtrip) de Mannheim a Pforzheim em agosto de 1888 (ida e volta 194 km - leia sobre a Bertha Benz Memorial Route se quiser repetir o trajeto!). O primeiro modelo não existe mais porque foi destruído em um acidente, mas são diversas réplicas, inclusive no Museu da Mercedes-Benz em Stuttgart, Alemanha, que visitei pouco mais de um ano atrás. O ideal é reservar metade de um dia para aprender sobre a invenção do automóvel e as melhorias que seguiram depois em vários meios de transportes. O que eu mais gostei é que paralelo à exposição principal, existem muitos painéis contando sobre tudo mais que estava acontecendo ao mesmo tempo na História do mundo. 







Leia aqui tudo sobre Stuttgart no blog!

Início da construção da Ponte Carlos em Praga



A maravilhosa Ponte Carlos (Karlův most em tcheco ou Charles Bridge em inglês) em Praga teve sua primeira pedra colocada no dia 9 de julho de 1357 às 5h31, porque Carlos IV (Imperador do Sacro Império Romano-Germânico no século XIV) gostava de numerologia (os números 1357 9 7 5 31 formam um palíndromo - são iguais lendo de qualquer sentido). No mesmo local havia uma outra ponte do século XII que foi danificada em uma enchente (Judith Bridge). A Ponte Carlos era chamada de Ponte de Praga ou Ponte de Pedra inicialmente e seu nome atual só surgiu em 1870. Até 1841, era a única maneira de cruzar o rio Moldava (Vltava em tcheco) - do Castelo de Praga para a Cidade Antiga e por isso extremamente importante.




[Viajando na História] O mês de Julho na História - Início da construção da Ponte Carlos em Praga
Aproximadamente 1935

Ela tem 516 metros de comprimento e 10m de largura e foi inspirada na ponte de pedra de Regensburg (Alemanha - conheci ano passado!). É decorada por 30 estátuas e esculturas nas laterais (originalmente a mais antiga de 1683 representando São João Nepomuceno e a mais nova de 1928, mas foram substituídas por réplicas) e conta com torres maravilhosas nas 2 pontas da ponte (é possível subir na Old Town Bridge Tower para ter uma vista incrível)! Está sempre abarrotada de turistas tirando fotos ou artistas vendendo suas obras, mas pelo menos voltou a ser exclusiva para pedestres desde 1965. Não tem como ir pra Praga e não passar por lá!

Leia aqui todos os posts sobre Praga no blog!





Queda da Bastilha



Em 14 de Julho de 1789 aconteceu o episódio da queda da Bastilha (prisão do antigo regime) e a data é comemorada até hoje como o marco da Revolução Francesa. A queda da Bastilha foi um dos principais eventos da história de França, quando a população demonstrou a insatisfação com a monarquia que governava naquela época.



[Viajando na História] O mês de Julho na História - Queda da Bastilha
quadro "Siege of the Bastille" por Claude Cholat


De tanto ouvir "queda da Bastilha" pra cá, "Revolução Francesa" pra lá nas aulas de História na escola, eu gravei o nome "Bastilha" e queria visitar aquele lugar histórico quando fosse para Paris. Qual não foi a minha surpresa quando pesquisando em guias impressos e revistas da época da minha viagem a Paris (2003), descobri que hoje em dia não tem sentido nenhum visitar o local onde tudo isso aconteceu. A praça Place Bastille (de 1792) em Paris é uma rotatória movimentada com uma coluna no centro (Colonne de Juillet) e as ruínas da antiga prisão são poucas e difíceis de achar. Definitivamente, tem muita coisa muito mais interessante para fazer em Paris! Existem outros lugares relacionados com essa data histórica que valem a pena ser visitados em Paris (por exemplo a prisão onde Maria Antonieta ficou antes de ser decapitada nos episódios seguintes da Revolução Francesa). Liberdade, Igualdade, Fraternidade!





Descoberta da Pedra de Roseta que possibilitou a tradução dos hieróglifos egípcios



A Pedra de Rosetta é uma pedra famosa encontrada na cidade egípcia de Rosetta (perto de Alexandria) pelo exército de Napoleão em 15 de julho de 1799.  Ela pesa quase uma tonelada, tem 118cm d altura, 77cm de largura e 30cm de espessura. Mas porque ela ficou tão famosa? Ela contata com as mesmas inscrições em 3 idiomas diferentes e foi isso que possibilitou sua tradução. As línguas usadas eram hieróglifo (do Egito antigo), demótico e grego antigo e foi na base de comparação e muitos estudos que um egiptólogo francês chamado Jean-François Champollion conseguiu finalmente traduzir e entender os hieróglifos em 1822! O texto em si (incompleto) não é tão importante - era um decreto promulgado em 196 a.C., na cidade de Mênfis, em nome do rei Ptolomeu V e já havia sido traduzido do grego em 1802. Várias pessoas já haviam tentado entender os hieróglifos antes, sem sucesso.


[Viajando na História] O mês de Julho na História - Descoberta da Pedra de Roseta que possibilitou a tradução dos hieróglifos egípcios

[Viajando na História] O mês de Julho na História - Descoberta da Pedra de Roseta que possibilitou a tradução dos hieróglifos egípcios


Com a pedra, todo um caminhão de conhecimento sobre o Egito passou a ser difundido e por isso que ela ficou tão famosa. Se até hoje ainda não deciframos 100% dos mistérios das pirâmides, da esfinge e outros, antes da Pedra de Rosetta, seria impossível entender uma grande parte da cultura e História egípcias, por exemplo sobre a vida dos faraós, Cleópatra e muito mais. Em 2003, o Egito pediu a repatriação do artefato histórico, já que faz cerca de 200 anos que ele está em exibição no British Museum em Londres - não perca se for visitar! A Pedra de Rosetta eu já vi em 2010, mas o Egito mesmo, é o meu maior sonho de viagem desde criança!



Leia aqui tudo sobre Londres no blog! Sempre quis conhecer o Egito e já contei sobre isso no meu post sobre minha bucket list de viagem aqui no blog!






Inauguração da Disney na Califórnia



No dia 17 de julho de 1955, era inaugurado o primeiro parque da Disney na Califórnia - a Disneyland! Depois de estourar o orçamento (gasto de 17 milhões, 7 além do orçado, aproximadamente 150 milhões de dólares hoje), a inauguração do primeiro parque da Disney contou com transmissão na TV e cerca de 28 mil visitantes (alguns lugares contam que foi mais de 30 mil)! Mas o episódio ficou conhecido como "Domingo Negro": houve superlotação, faltou comida, problema nos bebedouros e até ingressos falsos! Walt Disney supervisionou cada detalhe do parque, que expandiu os negócios da empresa para além dos filmes. Apesar dos problemas iniciais, no dia seguinte a fila começou às 2 da manhã e cerca de 50 mil pessoas conheceram a novidade. O ingresso no ano da inauguração custava míseros 1 dólar (cerca de 9 dólares hoje)! Surgiram diversos hotéis e restaurantes nos arredores, em Anaheim (que é grudada em Los Angeles) e sem espaço para ampliações, Walt Disney começou o seu "projeto Flórida" na década de 60 - o que seria hoje todo o complexo em Orlando! Posteriormente, foi construído o Disney California Adventure ao lado do parque original e claro que muitas das atrações de cada parque já mudou bastante ao longo das décadas. 


[Viajando na História] O mês de Julho na História - Inauguração da Disney na Califórnia
Selo americano de 1968 em homenagem ao criador da Disney, Walt Disney

Fui para a Califórnia com meus pais e uma família de amigos para uma longa roadtrip em 1995 e então só existia o primeiro parque mesmo e com 4 crianças/pré-adolescentes claro que visitamos e nos divertimos! Quando conto, ninguém acredita que até hoje ainda não fui para Orlando e não conheci os parque do complexo maior e mais famoso! hehehe Eu vejo as fotos e acho tudo muito fofo e bonitinho, mas montanhas russas e outras atrações do tipo não me atraem. Tanto na faculdade de Turismo, como na de Administração, li diversos livros sobre a Disney em geral e seu fundador, que são citados sempre como modelo de empresa, de treinamento de funcionários, como receber e tratar o cliente, entre outros tópicos - eu acho muito interessante pensar na Disney por esse outro lado.






Pouso na Lua


Em 20/julho/1969, os astronautas Neil Armstrong e Buzz Aldrin foram os priemeiros seres humanos a pisarem na Lua! Hoje, há quem diga que o turismo espacial está perto de se tornar realidade para muita gente, mas eu acho que por questões financeiras, ainda não será a minha/nossa geração...

Os EUA já vinham de uma disputa por tecnologia (bélica, atômica e espacial) com a antiga URSS há décadas e em maio/1961 começaram a efetivamente fazer planos de levar o homem à Lua. Em 12/abril do mesmo ano, os russos haviam colocado o primeiro homem no espaço - Iuri Gagarin. Em 1966, a Nasa realizou a primeira missão Apollo não tripulada. Em 1967 durante testes na Terra, 3 astronautas morreram em um incêndio e somente em outubro/1968 a primeira missão Apollo tripulada orbitou a Terra. 2 meses depois, a missão Apollo 8 foi até o lado oculto da Lua com 3 astronautas e retornou.


[Viajando na História] O mês de Julho na História - Primeiro pouso na Lua


Em 16 de julho de 1969, foi lançada a missão Apollo 11 do Centro Espacial Kennedy (após a pandemia, super dica de passeio na Flórida!). Às 16h17 do dia 20, a módulo lunar pousou e às 22h56, Armstrong colocou o pé na Lua pela primeira vez e disse a tão famosa frase "É um pequeno passo para um homem, mas um grande salto para a humanidade."



[Viajando na História] O mês de Julho na História - Primeiro pouso na Lua

[Viajando na História] O mês de Julho na História - Primeiro pouso na Lua


Nunca fui muito de ligar para planetas e para o espaço, mas ultimamente estou louca para visitar alguns lugares como o Deserto do Atacama com ótimas condições geográficas e climáticas para observação das estrelas! Além disso, também estou de olho em passeios perto de casa para após a pandemia ("turismo astronômico"), como o Polo Astronômico de Amparo, o Observatório Jean Nicolini aqui em Campinas (Joaquim Egídio) e o MAAS (Museu Aberto de Astronomia). O mais perto disso tudo que já cheguei foi o Planetário de Brasília, que visitei em 2016.






"Descobrimento" de Machu Picchu



Em 24 de julho de 1911, o explorador americano Hiram Bingham redescobriu a cidade inca durante uma expedição da Universidade de Yale e ela estava como a foto antiga abaixo. Os conquistadores espanhóis do século XVI, que dizimaram os incas quando chegaram ao Peru não sabiam do local. Na verdade, o grupo de pesquisadores estava procurando Vilcabamba, a última cidade inca a cair para os espanhóis, que só foi descoberta posteriormente. Nos anos seguintes, diversas outras incursões descobriram mais detalhes sobre Machu Picchu e outras ruínas próximas. Apesar de hoje receber o título de patrimônio da humanidade pela UNESCO, acredita-se que vemos apenas cerca de 30% da antiga cidadela e nos anos recentes, o governo peruano precisou até reorganizar o sítio arqueológico e limitar o número de visitantes diários para proteger o local.


[Viajando na História] O mês de Julho na História - "Descobrimento" de Machu Picchu


Não acho que seja um local para ser visitado com pressa, então o ideal é dormir na cidadezinha aos pés da montanha na noite anterior e/ou posterior à visita - Aguas Calientes (também chamada de Machu Picchu Pueblo). Os mais aventureiros fazem trilhas de vários dias para chegar até Machu Picchu, mas você pode ir de trem + ônibus tranquilamente e salvar suas pernas e seus joelhos que já vão se exercitar o suficiente lá em cima rs. Meu joelho nunca mais foi o mesmo depois daquela viagem - sem brincadeira, e os degraus são ainda piores para quem é baixinho e tem perna curta que nem eu - mas valeu a pena!



A energia lá em cima é inacreditável, não consigo nem colocar em palavras, mas é de ficar toda arrepiada por horas. Fiquei um tempão só sentada e admirando a paisagem!






Inauguração do Arco do Triunfo


No final de Julho, fez 184 anos da inauguração do Arco do Triunfo em Paris! Napoleão Bonaparte ordenou sua construção em 1806, mas o arco só foi inaugurado 30 anos depois em 29 de julho de 1836, representando a vitória de Napoleão na Batalha de Austerlitz e vários outros triunfos militares franceses. O arco foi projetado pelo arquiteto Jean Chalgrin, inspirado nos arcos construídos pelos romanos e baseado na Porte Saint-Denis (construída entre  1671 e 1674), também em Paris. O Arco do Triunfo fica na praça Charles de Gaulle, no encontro de 12 avenidas, uma delas a Avenida Champs-Élysées. Lá de cima de seus 50m de altura é possível ver que o arco está alinhado com outros 2 arcos parisienses, em uma direção com o grandão e moderno Arco de la Defense e em outra direção com  o Arc de Triomphe du Carrousel, entre o Jardins des Tuileries e o Museu do Louvre. Aliás o Arco do Triunfo é uma das várias opções para ver Paris do alto e a minha vista preferida! São 284 degraus até o topo, mas tem elevador e logo abaixo do mirante fica um pequeno museu.



[Viajando na História] O mês de Julho na História - Inauguração do Arco do Triunfo
Arco do Triunfo em 1920

[Viajando na História] O mês de Julho na História - Inauguração do Arco do Triunfo
Arco do Triunfo em 1944


Como Napoleão morreu antes da conclusão do arco, ele só passou ali embaixo quando seus restos mortais foram transferidos para serem sepultados em Paris em 1840. Em 1919, o aviador francês Charles Godefroy conseguiu a façanha de passar sob o Arco do Triunfo com um avião bimotor, para homenagear os colegas mortos na Primeira Guerra Mundial (vídeo abaixo). Nos quatro pilares do arco estão gravados os nomes de 128 batalhas e 558 generais franceses e embaixo do arco vemos o "Túmulo do Soldado Desconhecido" (que morreu durante a Primeira Guerra Mundial) e também a "Chama da Lembrança", acesa diariamente às 18h30 desde 1921 e também uma homenagem aos soldados mortos em combate na Primeira Guerra Mundial.

Nem tente atravessar as avenidas movimentadíssimas para chegar até o arco - existem passagens subterrâneas para os pedestres!








Leia aqui tudo sobre Paris no blog!


Sabiam que em Barcelona tem um arco do triunfo também? Assim como Potsdam (do ladinho de Berlim) e Milão!


Fontes: revistas Aventuras na História, wikipedia, post 1, post 2, post 3reportagem 1reportagem 2, reportagem 3reportagem 4post 4reportagem 5reportagem 6, post 5reportagem 7post 6reportagem 8post 7post 8 e post 9.


Leia aqui todos os posts da série "Viajando na História"!


[Viajando na História] O mês de Julho na História


Você sabia que pode reservar hotelalugar carro, garantir seguro viagem com descontopesquisar passagens aéreas, comprar chip de internet para usar no exterior, conseguir ingressos para atrações no Brasil e no mundo todo, além de guias de diversas cidades e países pelos links aqui do blog? Você não gasta nenhum centavo a mais e o blog ganha uma pequena comissão! Obrigada!

8 comentários:

  1. Nossa Fernanda, quantas coisas maravilhosas aconteceram no mês de julho. Não fazia ideia, seu post foi realmente uma viagem na história. Valeu pelas dicas

    ResponderExcluir
  2. Achei incrível essa sua ideia de escrever sobre os fatos históricos que acontecerem em determinado mês do ano!

    Realmente, nos faz viajar na história... Estou super de acordo de que viajar já sabendo sobre a história do destino deixa o passeio ainda mais especial!

    Fiquei chocado com a quantidade de marcos que aconteceram em julho (que é o mês do meu aniversário! hahaha)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Na verdade tem acontecimentos do tipo todos os dias do ano rs mas resolvi focar só nos q estão ligados ao turismo em geral ou aos destinos q já falo aqui no blog.

      Excluir
  3. Adorei saber mais sobre o que rolou no mês de julho na história.
    Eu já vi a pedra de roseta ao vivo e ela eh incrível, ver esses pontos de Paris de perto também foi bem interessante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é legal demais ver ao vivo um pedaço tão importante da História!

      Excluir
  4. Aranha! Quantos acontecimentos históricos no mês de Julho. Aqui em casa somos apaixonados por história e adorei ler esse post de sobre o mês de Julho na História. Não sabia dos 184 anos do Arco do Triunfo. Uma verdadeira aula de história !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Ainda bem q o pessoal louco por História tá aparecendo e cada vez mais comum!

      Excluir

Todos os comentários no "Tá indo para onde?" passam por moderação e por isso não aparecem de imediato. Ele só vai aparecer quando for respondido. Em geral, os comentários são respondidos quinzenalmente.