quarta-feira, 29 de julho de 2020

"Lugares Apaixonantes pelo Brasil" - Destinos afetivos para se (re)conectar com o nosso país e apoiar o turismo local pós Covid-19

Setenta produtores de conteúdo uniram forças e escreveram sobre 135 destinos, em 340 páginas, com mais de 200 fotos, com dois únicos propósitos: ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade e quando for possível, fomentar o turismo nacional, drasticamente impactado pela pandemia do novo coronavírus. Assim nasceu o “Lugares Apaixonantes pelo Brasil”, um e-book inspirado em uma experiência de sucesso na Itália, onde um grande grupo de blogueiros de viagem criou um guia de lugares apaixonantes pelo Brasil para ajudar a arrecadar fundos para o combate à Covid-19.

"Lugares Apaixonantes no Brasil" - Destinos afetivos para se re(conectar) com o nosso país e apoiar o turismo local pós Covid-19


Sugestão de trilha sonora para ouvir enquanto lê o post:






A exemplo da experiência italiana, o objetivo é inspirar brasileiros a se (re)conectarem com nosso país por meio de destinos afetivos. A ação é uma iniciativa totalmente solidária, voluntária e, propositalmente sem patrocinadores, para que toda renda arrecadada seja distribuída integralmente a projetos sociais ligados ou não ao setor turístico




Não é segredo nenhum que o turismo em geral sofreu uma queda drástica nos últimos meses por conta da pandemia. Muitas pequenas empresas e trabalhadores independentes perderam da noite para o dia toda a sua fonte de renda, muitos deles, meus amigos blogueiros de viagem. Mas isso se estende a restaurantes, bares, hotéis, pousadas, guias receptivos, artesãos, pessoal de transporte desde motoristas de Uber ou táxi, a locadoras de carro ou empresas de ônibus intermunicipais até as grandes companhias aéreas, lojas de souvenirs (ou simplesmente lojas localizadas nos arredores de atrações turísticas, rodoviárias ou aeroportos), agências de viagem, todo o setor de eventos e todos os fornecedores desse pessoal (por exemplo o sítio que fornece as verduras e legumes para restaurantes, a empresa que confecciona brindes como tag de malas, a lavanderia terceirizada que lava as toalhas e lençóis de hotéis...). A lista é infinita.

Por meses, (quase) todos os produtores de conteúdo sobre viagem que conheço ficaram entre a cruz e a espada (aliás, ainda estão) de verem sua renda zerar (ou diminuir drasticamente) e a irresponsabilidade que seria promover qualquer viagem (e ainda é). Além disso, vimos também muitos grandes empresários preocupados só com o lucro, o governo mais incompetente da História desse país e muita gente irresponsável incapaz de olhar além do seu próprio umbigo e usar uma máscara para proteger as pessoas ao seu redor. Não se passou um dia sequer desde que entrei em quarentena (14 de março), sem que surgisse um novo motivo para um mini surto. E o pior de tudo, não tem como recuperar as cerca de 90 mil mortes (dados de 29/07), que eu tenho certeza que estão subnotificadas. Quando estávamos votando os nomes do guia, comentei com o pessoal que eu estava precisando me reconectar com o Brasil porque era (e ainda é) um momento muito difícil de ser brasileira(o). A vontade de largar tudo, fugir e negar a cidadania falou muito alto em vários momentos dessa pandemia, onde o mundo inteiro ficou (e ainda está) de cabelo em pé com os absurdos de falta de empatia que aconteceram e ainda acontecem aqui.

Mas podemos sonhar um pouquinho com as futuras viagens e no embalo, ajudar algumas famílias afetadas pela crise provocada pelo coronavírus. O e-book brasileiro começou com Deb Waldmann, produtora de conteúdo brasileira que mora na Itália e assina o Segredos da Itália, conheceu e se encantou pela iniciativa dos colegas italianos. Ela não pensou duas vezes e fez um convite aberto a todos os companheiros brasileiros que quisessem cooperar. “Fui chamando blogueiros amigos, e os amigos chamaram seus amigos, que de imediato se prontificaram a participar e ajudar os destinos que amam, chegando, assim, ao grupo atual”, relata. Há contribuições inclusive, de produtores de conteúdo brasileiros que, hoje vivem em outros países, como Itália, Austrália e Portugal, trabalhando em fusos-horários diversos, mas que fizeram questão de se engajar em um trabalho tão afetivo e empático.

Nesse contexto, o leitor encontrará inspiração para fazer viagens fora do comum, incluindo todos os estados brasileiros e o Distrito Federal, seja no interior ou em lugares menos óbvios nas grandes cidades, a exemplo de Presidente Figueiredo (Amazonas), Cabaceiras (Paraíba), Baturité e Ibiapaba (Ceará), Pedra Azul (Espírito Santo), Amajari e Vale do Arabobo (Roraima), entre outros. Conhecerá, também, um pouco sobre a hospitalidade da gente que habita o nosso país. Euzinha aqui escrevi sobre Recife, Olinda, Blumenau, Pomerode e algumas cidades no interior de São Paulo, próximas a Campinas! Mas te garanto que tem sugestão de destino para você conhecer de carro próximo a sua casa, independente de onde você morar (no Brasil)!

"Lugares Apaixonantes no Brasil" - Destinos afetivos para se re(conectar) com o nosso país e apoiar o turismo local pós Covid-19
Carnaval 2019 nas ladeiras de Olinda! #saudades - Passei uma madrugada ouvindo Alceu Valença no repeat escrevendo os meus textos para o projeto e lembrando muito dos lugares

Como não querer conhecer esses destinos abaixo?

"Lugares Apaixonantes no Brasil" - Destinos afetivos para se re(conectar) com o nosso país e apoiar o turismo local pós Covid-19
Festival de Parintins (AM) - Guta Cunha/Vambora

"Lugares Apaixonantes no Brasil" - Destinos afetivos para se re(conectar) com o nosso país e apoiar o turismo local pós Covid-19
Cachoeira São Romão - Chapadas das Mesas (MA) - Roberta Martins/ Territórios

"Lugares Apaixonantes no Brasil" - Destinos afetivos para se re(conectar) com o nosso país e apoiar o turismo local pós Covid-19
Barra Grande (PI) - Mirella Matthiesen/Viajoteca

Assim como a produção do conteúdo do e-book, a coordenação e edição do trabalho também foi 100% voluntária e colaborativa.  Decidimos, em conjunto a linha editorial, os destinos que seriam cobertos por cada um e, através de votação, escolhemos o nome do ebook e quem seria contemplado com os recursos oriundos da venda. A partir daí, com mais de uma centena de textos e cerca de 200 fotos nas mãos, o material foi organizado e revisado, até se tornar um grande documento, recheado de dicas de quem viaja de forma profissional. O projeto gráfico e editorial teve a colaboração voluntária de Patricia Papp (Viajo com Filhos), que além de blogueira é uma experiente editora (Editora Pulp); enquanto a relação com as instituições escolhidas para receber os recursos, assim como a implementação do sistema de doações, ficou a cargo de Lucila Runnacles (Viagem Cult).
Já a estratégia de comunicação e a confecção do material de divulgação leva a assinatura de Gardenia Rogatto (Não Pira, Desopila), Mirella Matthiesen (Viajoteca e Mikix), Anchieta Dantas Jr. (Blog Andarilho), Guta Cunha (Vambora!) e Marcella Pacca (Segredos de Viagem). A esse time, juntou-se ainda Juliana Simões (Mais Um Pra Conta) e Ana Duék (Viajar Verde) na edição do vídeo de divulgação da iniciativa.

"Lugares Apaixonantes no Brasil" - Destinos afetivos para se re(conectar) com o nosso país e apoiar o turismo local pós Covid-19

Ter a chance de participar de um projeto afetivo em benefício do Turismo e das pessoas em situação de vulnerabilidade, não tem preço. Ver a dedicação e o carinho de cada um dos produtores de conteúdo a esta ação 100% voluntária e solidária me faz acreditar ainda mais no próximo e mostrar que juntos somos mais fortes. Que consigamos levar felicidade e alento a quem precisa de doses de amor neste momento tão difícil!”, espera Gardênia Rogatto. Além do que, emenda Guta Cunha, “depois que tudo isso passar vamos querer viajar novamente, então não podemos deixar de ajudar quem precisa agora! O e-book foi uma forma de nós, blogueiros de viagem, colaborarmos tanto para essas pessoas sobreviverem nesses tempos de incerteza, como para ajudar e incentivar o turismo nacional, quando for seguro novamente viajar”.
Ainda mais viajar por um país tão rico em beleza, cultura e calor humano”, frisa Mirella Matthiesen. “Tive o privilégio de conhecer muitos lugares do mundo - já foram mais de 55 países, mas a cada viagem pelo Brasil, me impressiono, especialmente com os lugares ainda pouco explorados e com tanto potencial. Talvez a distância física me tenha trazido mais perto do projeto, pois mesmo morando na Austrália, me importo demais com nosso país”, afirma.

Doações, instituições e projetos contemplados pelo ebook


O e-book Lugares Apaixonantes pelo Brasil será distribuído como recompensa para quem fizer uma doação para a iniciativa. Qualquer valor a partir de R$ 10 será muito bem-vindo. Dividimos as doações em lotes de R$ 10 mil para que possamos apoiar causas diversas. Você pode doar o valor que quiser - o céu é o limite! rs A escolha das instituições foi feita por meio de votação entre os produtores de conteúdo de forma espontânea e democrática, a exemplo de todas as ações e medidas tomadas para que chegássemos até aqui.

"Lugares Apaixonantes no Brasil" - Destinos afetivos para se re(conectar) com o nosso país e apoiar o turismo local pós Covid-19
Doe e receba em seu email o e-book Lugares Apaixonantes pelo Brasil


O primeiro lote de contribuições arrecadadas será destinado integralmente a operadora Vivejar, empresa social que estimula o turismo responsável e sustentável. A instituição atua em vários projetos junto a comunidades que vivem do turismo em todas as regiões brasileiras. A Vivejar foi a mais votada entre os produtores de conteúdo participantes por ser reconhecida pelo seu trabalho de turismo sustentável, além da atuação abrangente em todo o território nacional. 
A operadora destinará as doações oriundas do e-book inicialmente a dois projetos que atendem seis comunidades que trabalham com turismo comunitário na Amazônia e no Rio de Janeiro. Tais comunidades perderam quase toda sua renda vinda do turismo. O projeto Favela Orgânica, por exemplo, ajuda moradores das comunidades Babilônia e Chapéu Mangueira, no Rio de Janeiro; enquanto o Turiarte trabalha com artesãs locais em Santarém, no Pará. 
Com o dinheiro arrecadado, a Vivejar distribuirá máscaras e álcool em gel para quatro comunidades da Amazônia, a fim de que os moradores possam se proteger durante a pandemia. Como esses lugares são remotos e de difícil acesso, muitas vezes ajudas básicas não chegam. As outras duas comunidades que serão ajudadas no Rio de Janeiro receberão a doação de marmitas e sucos para as famílias que perderam sua renda do dia para a noite por conta da pandemia.
Vale destacar que, caso o montante das doações ultrapasse a projeção inicial de R$ 10 mil, referente ao primeiro lote, outras instituições serão contempladas, como a Mães da Favela, a segunda mais votada, e assim por diante. Ou seja, quanto mais doações, mais lugares e pessoas serão beneficiados.
E embora o projeto tenha sido feito de cidadãos para cidadãos, sem qualquer patrocínio, mesmo assim a contribuição de empresas será bem-vinda. “Toda ajuda é valiosa. Caso uma empresa queira contribuir em espécie ou fazendo a aquisição de vários guias para um número maior de pessoas, esse dinheiro ajudará a aumentar os recursos arrecadados e será, da mesma forma, integralmente repassado para as comunidades, ajudando, por sua vez, mais gente”, destaca.

Turismo de proximidade


Além da ajuda financeira, reforça Deb, não se pode esquecer o benefício qualitativo que o Lugares Apaixonantes Pelo Brasil proporcionará: inspirar os brasileiros a privilegiarem o turismo de proximidade, assim como os pequenos negócios, quando a pandemia acabar. Ou seja, a prestigiar destinos nacionais e, principalmente, os menos conhecidosQuando pudermos voltar a viajar, provavelmente, muitos países ainda não aceitarão visitantes provenientes do Brasil. Dessa forma, o turismo nacional deverá ser mais valorizado. Ao mesmo tempo, certamente, serão adotadas medidas restritivas de distância entre visitantes, como acontece, por exemplo, na Europa. Por isso, quanto mais lugares diferentes formos, melhor será para todos”, conclui.

"Lugares Apaixonantes no Brasil" - Destinos afetivos para se re(conectar) com o nosso país e apoiar o turismo local pós Covid-19
Olha como a capa ficou linda!

Serviço
Lugares Apaixonantes pelo Brasil
Onde acessar: por meio do link https://combatecovid.org/guiasolidario 
Como contribuir: o e-book será distribuído como recompensa para quem fizer uma doação a partir de R$ 10 para a iniciativa, valor mínimo para cobrir os custos da plataforma. Qualquer valor acima disso será muito bem-vindo.

Produtores de conteúdo participantes do projeto

"Lugares Apaixonantes no Brasil" - Destinos afetivos para se re(conectar) com o nosso país e apoiar o turismo local pós Covid-19
A carinha de todo mundo que escreveu!

3em3 




Você sabia que pode reservar hotelalugar carro, garantir seguro viagem com descontopesquisar passagens aéreas, comprar chip de internet para usar no exterior, conseguir ingressos para atrações no Brasil e no mundo todo, além de guias de diversas cidades e países pelos links aqui do blog? Você não gasta nenhum centavo a mais e o blog ganha uma pequena comissão! Obrigada!

2 comentários:

Todos os comentários no "Tá indo para onde?" passam por moderação e por isso não aparecem de imediato. Ele só vai aparecer quando for respondido. Em geral, os comentários são respondidos quinzenalmente.