domingo, 17 de novembro de 2019

Roteiro de um dia em Petrópolis (RJ)

Algum tempo atrás, fui participar de uma espécie de congresso em Petrópolis, mas eu e alguns amigos chegamos cedo e aproveitamos para conhecer a cidade em algumas horas! No post de hoje, conto como foi o nosso roteiro na Cidade Imperial, que eu já conhecia de uma excursão nos anos 90 quando ainda era adolescente. Depois do congresso, segui para o Rio de Janeiro, passar 3 dias sozinha explorando a Cidade Maravilhosa!


Lá no final do post tem um mapinha com todos os lugares citados aqui para você se localizar!


Roteiro para um dia em Petrópolis (RJ)
Palácio de Cristal

Roteiro para um dia em Petrópolis (RJ)
Avenida Koeler com o rio Quitandinha no centro e ao fundo a Catedral São Pedro de Alcântara


Petrópolis ("a cidade de Pedro") possui clima bem mais ameno do que o Rio de Janeiro e foi construída para a Família Real brasileira como um refúgio para o verão. Daí que veio o apelido de Cidade Imperial e suas construções em estilo europeu. Leia mais sobre Petrópolis aqui.






No Rio de Janeiro, já testei e aprovei 2 hotéis: Mercure Ipanema (antigo Adagio Aparthotel) e Ibis Styles Botafogo (antigo Zii Hotel)!


Roteiro para um dia em Petrópolis (RJ)
Começamos o nosso roteiro pela praça onde está a Universidade Católica de Petrópolis e o relógio de flores (em comemoração aos 150 anos de independência do Brasil).


Ali perto fica a Casa do Santos Dumont, pai da aviação, que virou um museu, mas não visitamos. Veja como é a visita no blog Mineiros na Estrada. Almoçamos ali perto no Restaurante Paladar - eu gastei R$ 23,79 com refrigerante no restaurante por quilo. Tinha muita fila, mas a comida era boa e variada. Era um feriado emendado então a cidade estava lotada. Na Praça da Liberdade estava rolando um evento para crianças e o local estava cheio de atrações para elas.


Dicas de onde comer no Rio de Janeiro: parte 1 e parte 2. Tour imperdível pelas docerias históricas do centro - Walking Tour Doces Histórias!


Roteiro para um dia em Petrópolis (RJ)
Fomos caminhando pela Avenida Koeler margeando o rio e admirando os palacetes da época de D. Pedro II e da Princesa Isabel. O nome da avenida era o sobrenome do fundador de Petrópolis.

Roteiro para um dia em Petrópolis (RJ)
Vimos inclusive a casa da princesa por fora e ao final da avenida, a Catedral São Pedro Alcântara, que estava fechada por algum motivo que não me lembro, mas é onde estão os restos mortais de D. Pedro II, D.Tereza Cristina, Princesa Isabel e Conde d’Eu. A maioria dos palácios da avenida são propriedade particular e não podem ser visitados, mas sempre tem uma plaquinha na entrada explicando o que é (era) cada um.


Seguimos de táxi (preguiça rs e também porque as pessoas que estavam comigo já eram mais para a idade dos meus pais do que para a minha idade) até o Museu Imperial por R$ 10,00. De lá, saíam os passeios de charrete pelo centro de Petrópolis, que fiquei sabendo que recentemente foram modificados para não utilizar mais animais (notícia 1 e notícia 2).


Roteiro para um dia em Petrópolis (RJ)
As charretes de Petrópolis agora não são mais puxadas por cavalos! O Museu Imperial é lindo, mas pena que não podemos fotografar por dentro... Temos que usar pantufas para não prejudicar o piso antigo do palácio centenário (causadoras de um dos meus maiores traumas da adolescência - o piso fica MUITO liso e tombos são comuns). Ali na frente tem um parque gostoso. Pela posição do sol, nem consegui tirar fotos decentes da fachada da antiga residência de verão da família real.


O palácio que hoje abriga o Museu Imperial abrigou D. Pedro II na maioria dos verões durante o seu reinado e possui 44 cômodos, até hoje ricamente decorados. Foi construído entre 1845 até 1862 e após a proclamação da República em 1889 serviu como escola. Somente em 1940 foi transformado em museu e o acervo é constituído principalmente de objetos e mobílias da época do Segundo Reinado, sendo a coroa e o trono de D. Pedro II alguns dos destaques. O pessoal que faz a visita guiada diz que vale muito a pena, mas pelo tempo, visitamos livremente mesmo. Em um prédio separada, existe também uma exposição de charretes e afins, mas não entramos.

Ali acontece o espetáculo de som e luz à noite de 5a a sábado - deve ser lindo, mas impossível de aproveitar em um roteiro de um dia somente. Veja aqui o site oficial do Museu Imperial e aqui um relato mais completo no blog E aí, férias.

Para entender melhor sobre História e a época imperial no Brasil, sugiro a leitura de 3 livros: 1808, 1822 e 1889.











Procurando dicas sobre onde ficar no Rio de Janeiro para fazer esse passeios pára Petrópólis? Os dois últimos lugares onde fiquei são super recomendados: Mercure Ipanema e Ibis Styles Botafogo


Repost de @nomundoenahistoria - - MUSEU IMPERIAL, Petrópolis, Região Serrana. 🏛⛰ - Residência de veraneio de D. Pedro II e sua família, o palácio em estilo neoclássico teve sua construção iniciada em 1845 e concluída em 1862.- - Com o golpe republicano de 15 de novembro de 1889, a Família Imperial é banida do país. No período que vai de 1903 até 1939, o palácio funcionou como uma instituição educacional.- - Na década de 1940, é transformado por Vargas em Museu dedicado ao Império. O Museu Imperial conta com um acervo de joias, obras de arte, vestuários, documentos, mobílias e demais objetos pertencentes à Família Imperial, com destaque para a coroa de D. Pedro II e a pena de ouro com a qual foi assinada a Lei Áurea pela Princesa Isabel.- - Marque #RioAntigo em suas fotos de tesouros arquitetônicos ou de vestígios históricos cariocas para vê-las publicadas aqui.
Uma publicação compartilhada por Rio Antigo 🏛🌴🌊 (@rioantigo) em



O primeiro voo homologado da história da aviação foi em 12 de novembro de 1906. Nesse dia, o 14-Bis voou 220 metros, a seis metros de altura, em 21 minutos e dois segundos. ✈ Então, em homenagem a isso, vamos conhecer a casa do pai da aviação, em Petrópolis... A Encantada foi idealizada por Santos Dumont em 1918. A intenção era que ela fosse a residência de verão. Ele conheceu o local durante a visita a Petrópolis a convite da Princesa Isabel. O acesso à casa é feito por uma escada externa com uma particularidade: ela possui os degraus cortados para facilitar a subida. E eles foram planejados para que a pessoa comece a subir colocando primeiro o pé direito. A casa ainda possui outras particularidades que você pode conferir no post "Casa de Santos Dumont em Petrópolis, a Encantada" no blog VIajar correndo. É só clicar no link no perfil do Instagram e digitar Santos Dumont que o post aparecerá. ✈🏃✈🏃✈🏃✈🏃✈🏃✈🏃 #viajarcorrendo #casadesantosdumont #petropolis #14bis #souRBBV #cidadeimperial #petropolisrj #visitepetropolis #guiapetropolis #corridaeviagem #viagemecorrida
Uma publicação compartilhada por Viajar correndo (@viajarcorrendo) em


Seguimos então para o Palácio de Cristal, construção de ferro e vidro, presente do Conde d´Eu para a Princesa Isabel. Lá dentro estava rolando uma feirinha de artesanato e aproveitei para comprar meu imã de geladeira e a praça ali na frente estava cheinho de famílias se divertindo. Esta praça começou a sediar feiras e exposições em 1875 e o conde encomendou a construção da estrutura inspirada no Palácio de Cristal de Londres (que não existe mais), inaugurada em 1884. É ali que acontece a Bauernfest (Festa do Colono Alemão), no inverno, um dos principais eventos de Petrópolis.


Roteiro para um dia em Petrópolis (RJ)





Roteiro para um dia em Petrópolis (RJ)
Fomos então para a Cervejaria Bohemia, para aproveitar o bar/restaurante do local.


Não fizemos o tour propriamente dito, mas você pode conferir como é no blog Kari Desbrava. Veja aqui o site oficial da Cervejaria Bohemia. Voltamos então para onde estávamos hospedados no distrito de Itaipava.


Roteiro de um dia em Petrópolis (RJ)

Conhecendo Petrópolis em um dia saindo do Rio de Janeiro


As duas cidades ficam perto uma da outra e é bem possível conhecer o básico de Petrópolis em um passeio de um dia saindo do Rio de Janeiro. O trajeto dura cerca de 1h15 cada trecho. Você pode alugar um carro, contatar um transfer saindo da Zona Sul (Copacabana, Ipanema etc) ida e volta para Petrópolis e andar tudo por lá a pé ou táxi ou ainda contratar passeios com ônibus e guia de um dia para Petrópolis. Vejam aqui as opções dos parceiros do blog:



Onde ficar em Petrópolis (RJ)


É bastante coisa para ver e se você quiser descansar, ver o espetáculo de som e luz e entrar em todos os museus, o ideal é dormir na Cidade Imperial. A época do Natal é uma boa época para visitar a cidade e curtir os eventos natalinos do Natal Imperial. Aqui estão todas as opções de hospedagem em Petrópolis - boas opções são o Grande Hotel Petrópolis, o Hotel Casablanca Imperial ou o Um Hostel, todos muito bem localizados e notas boas no Booking. Algumas pessoas preferem se hospedar fora da cidade para curtir a tranquilidade, por exemplo em Itaipava (foi onde eu fiquei, mas só porque o hotel do congresso era lá) - o táxi deu cerca de R$ 50,00 cada trajeto.



Booking.com



Roteiro de um dia em Petrópolis (RJ) no mapa


Além de todos estes locais que visitamos, ficou faltando o Palácio Quitandinha, que fica fora do centro, como vocês podem ver no mapa abaixo. Vejam como é a visita no blog Vem que te conto. No mapa abaixo, estão marcados todos os lugares citados e mostrados neste post e mais alguns pontos interessantes.






Vale emendar também uma visita a Petrópolis com a Estrada Real, afinal a cidade era o final do Caminho Novo! Além disso, Petrópolis é uma das cidades mais bonitas para curtir o clima natalino no Brasil - sucesso entre as pessoas que gostam de eventos e decorações de Natal!


Roteiro de um dia em Petrópolis (RJ)


Você sabia que pode reservar hotelalugar carro, garantir seguro viagem com descontopesquisar passagens aéreas, comprar chip de internet para usar no exterior, conseguir ingressos para atrações no Brasil e no mundo todo, além de guias de diversas cidades e países pelos links aqui do blog? Você não gasta nenhum centavo a mais e o blog ganha uma pequena comissão! Obrigada!

10 comentários:

  1. Faz tempo que quero ir para Petrópolis por uma grande amiga é de lá e sempre falou maravilhas... seu post e fotos só me deixaram com mais vontade!

    ResponderExcluir
  2. Amei o seu roteiro de 1 dia em Petrópolis. Uma cidade ótima para uma bate-volta a partir do Rio ou até mesmo para um final de semana. As atrações são lindas e suas dicas perfeitas. Curti muito você também indicar livros que ajudam a entender um pouco da história da Cidade Imperial. Um ótimo complemento para o passeio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah obrigada! Dá pra curtir Petrópolis com pouco tempo - com mais tempo, melhor ainda! E sim, livros são sempre um ótimo complemento pra qq passeio!

      Excluir
  3. Justo o que nesessitava um roteiro de um dia em Petrópolis, pois só teria um dia por lá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É legal ficar mais tempo pra fazer td com calma e relaxar, mas quando só temos um dia, fazer o q né?

      Excluir
  4. eu quero muito conhecer petropolis mas nunca acerto a epoca da viagem. as duas vezes peguei tanta chuva no rio q nem valia a pena subir para a cidade :(

    ResponderExcluir
  5. Eum um dia da pa colocar bastante coisa no roteiro de Petrópolis! Tenho muita vontade de ir, seu post vai me ajudar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Dá mesmo pq eh td pertinho e tem visitas rápidas/somente pra foto tb né?

      Excluir

Todos os comentários no "Tá indo para onde?" passam por moderação e por isso não aparecem de imediato. Ele só vai aparecer quando for respondido. Em geral, os comentários são respondidos quinzenalmente.