quinta-feira, 10 de outubro de 2019

10 furadas que você deve evitar ao comprar uma passagem aérea

"Novidade" no blog: já faz alguns meses que também é possível comprar sua passagem aérea por aqui! O blog agora é afiliado ao Passagens Promo, do mesmo grupo do Seguros Promo. As maiores vantagens de comprar pela Passagens Promo são as opções de parcelamento (nem sempre disponível nos sites de empresas estrangeiras) e atendimento ao cliente em português, com índice excelente no Reclame Aqui.

Aproveitando a ocasião, fiz uma listinha de 10 erros que muita gente comete ao comprar uma passagem aérea porque o intuito aqui é viajar com menos perrengue, certo?


10 furadas que você deve evitar ao comprar uma passagem aérea



01) Comprar antes de pesquisar o mínimo


Você viu uma passagem imperdível em promoção para um lugar que não imaginava ir? Não compre sem pesquisar o mínimo antes! Você não sabe se é a época ideal para ir para aquele destino! Adianta comprar uma passagem para o Caribe na época dos furacões? E você não sabe também se vai ter algum evento que vai deixar os hotéis caríssimos (por exemplo, Frankfurt no meio de outubro em plena feira de livros, uma das maiores feiras de negócios do mundo que LOTA a cidade cheinha de hotéis... Não adianta nada economizar na passagem e gastar mais na hospedagem! Ou o caso clássico das monções na Ásia).



02) Não observar conexões apertadas


Muitas vezes as conexões oferecidas são muito apertadas! Os aeroportos estão cada vez mais gigantes. Em aeroportos grandes e movimentados como Atlanta, Zurich ou Madri é inviável qualquer conexão com menos de 2h! Na verdade, eu não pego voo com menos de 3h de conexão nesses lugares.

O que eu considero aeroporto grande pode ser ou grande pelo tamanho mesmo (com direito a metrô passando por várias estações inclusive para ligar os terminais) ou grande pelo movimento - muitas vezes é uma combinação dos 2: Toronto, Atlanta, Nova York (JFK), Washington, Dallas, Houston, Chicago, Miami, Madri, Paris (CDG), Londres (Heathorw), Amsterdã, Zurich, Frankfurt, Istambul, Dubai são só alguns exemplos que eu fico preocupada - isso porque não entendo muito de Ásia e não coloquei nenhum por lá (mas com certeza aumentaria muito a lista).


10 furadas que você deve evitar ao comprar uma passagem aérea
Vista aérea do aeroporto de Dallas - imagina andar da ponta esquerda até a ponta direita? Foto: Tom Walsh - CC BY-SA 3.0

Lembrem-se: depois que o avião pousa, ele tem que taxear na pista, colocar escadinha ou conectar finger para as pessoas saírem. Você nunca é o primeiro (porque não comprou assento da primeira classe rs), tem que andar 1km (ou muito mais dentro do aeroporto), esperar a mala na esteira, pegar a mala e redespachar (em alguns lugares a companhia aérea NÃO faz isso por você porque inclusive é lei local), ir ao banheiro (com fila), enfrentar mais filas na imigração - principalmente quando tem mais voos chegando ao mesmo tempo. Nos EUA tem as maquininhas que teoricamente aceleram o processo, mas brasileiro com 384755 sobrenomes sempre dá problema em máquinas - e esse não é o único problema que a máquina dá. Finalmente você tem que andar mais alguns quilômetros até seu segundo portão de embarque! Ah, e no meio ainda vai ter algum raio-x com outra fila gigante com certeza!


10 furadas que você deve evitar ao comprar uma passagem aérea
Sempre tem um enrolado na sua frente para sair do avião...

Para viajar tranquilo, garanta já o seu seguro viagem com a parceira do blogSeguros Promo - comparador de preços com as melhores seguradoras do mercado! Você não gasta nenhum centavo a mais por isso e colabora para manter o blog!




03) Achar que trocas de aeroportos são fáceis


Tem muita cidade grande com 2 ou mais aeroportos, um grandão onde chegam a maior parte dos voos internacionais e outro(s) menor(es) de onde saem boa parte dos voos regionais. Eu diria que em 90% das vezes que as pessoas compram uma passagem chegando em um aeroporto e saindo por outro, o transporte entre um aeroporto e outro NÃO está incluso na passagem e cada passageiro tem que se virar com o trânsito, transporte público etc. Imaginem isso então em cidades caóticas e populosas como Nova York, São Paulo, Buenos Aires etc - é para tirar qualquer um do sério!

A dica é observar o código dos aeroportos sempre que comprar a passagem - aqui está uma lista com todos os códigos de aeroportos e aqui uma lista por cidade. Se não tiver jeito e você realmente precisar trocar de aeroporto, pesquise antes como fazer esse trajeto (e saiba as alternativas!) e deixe bastante tempo para fazer tudo com calma. Transporte de madrugada sempre é mais complicado ainda, mas aí pelo menos o trânsito é menor.

04) Comprar de sites não confiáveis


Não vou citar nomes para evitar ser processada, mas em qualquer busca no Google ou Reclame Aqui você descobre que um dos mais lembrados e maiores sites de compra de passagem e pacotes no Brasil é a maior furada do universo! Se inventarem um prêmio de "pior serviço pós-venda no Brasil" acho que essa empresa leva, hein? Não sei o que é pior: jogar seu dinheiro no lixo ou arriscar ficar sem voo/sem férias/sem trabalho!


Receba a nossa newsletter quinzenal! Não se preocupe porque não fazemos spam!
* indicates required











05) Não comprar passagem até o destino final


Mais um caso de economia porca. A Europa é gigante sim e não tem NADA a ver comprar passagem para Lisboa querendo ir pra Amsterdã ou comprar para Madri querendo ir pra Roma! Quem quer ir para Manaus compra passagem somente até Brasília? Ou quer ir até Fortaleza e compra somente até Salvador? É exatamente a mesma coisa...

Aí para resolver o problema, você compra uma segunda passagem desconectada da primeira. Se tudo der certo, ok. Mas se acontecer qualquer imprevisto e o primeiro voo atrasar, você perde o segundo voo sem choro nem vela.

Solução: comprar seeeempre as passagens de uma vez só porque se o primeiro voo atrasar, a companhia vai ter que te ajudar com o seu milésimo voo que seja. Pesquise com a opção "Múltiplos Destinos". Foi o que eu fiz por exemplo em 2010 quando visitei Amsterdã e Londres na mesma viagem (voei GRU-AMS, depois AMS-Heathrow e depois Heathrow-GRU) ou em  2019, quando fui do Brasil para Frankfurt e depois voltei de Varsóvia para o Brasil (fiz o trajeto entre Frankfurt e Varsóvia de trem e ônibus).


10 furadas que você deve evitar ao comprar uma passagem aérea

06) Noites mal dormidas


Clássico caso de quando a gente quer aproveitar algum voo muito cedo! Mas esquecemos que não vamos dormir direito na noite anterior à viagem, vamos nos complicar com o transporte de madrugada para o aeroporto (raríssimas cidades oferecem transporte de madrugada além de táxi) e ficamos sem disposição no dia seguinte. Adianta chegar cedo no destino e ir correndo para o hotel (sendo que o check-in nem estará liberado ainda) porque não aguenta ficar em pé para curtir?

07) Não olhar exigências do país da conexão


A gente tem a tendência de só pensar no destino final e esquecer da conexão! Muitos países exigem vistos até mesmo para quem está somente de passagem (EUA por exemplo) e outros exigem vacinas (a da febre amarela é o caso mais clássico!).



Está gostando do post? Aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook





08) Conexões noturnas


O que eu chamo de conexão noturna é quando você chega em uma cidade já tarde da noite e o segundo voo é cedinho no dia seguinte - não dá para fazer nada turístico, mas você ainda tem que se preocupar com essas horas da madrugada. Você pode pagar um hotel naquela noite (gastando mais) ou dormir muito mal no próprio aeroporto (além de ficar acabado no dia seguinte, tem lugar hoje que é até proibido dormir em aeroportos e fora os aeroportos que fecham completamente por algumas horas na madrugada)!

10 furadas que você deve evitar ao comprar uma passagem aérea
Dormindo no aeroporto de Dubai. Foto: anglogean - CC BY-ND 2.0

Um conhecido meu recentemente teve uma conexão noturna na Turquia (na verdade ele até tinha horas para andar pela cidade, mas envolvia também uma madrugada), se confundiu com o fuso horário e perdeu o voo de volta para o Brasil - resultado: uns 4 ou 5 dias a mais forçadamente em Istambul! Pode ser legal conhecer um novo destino, mas não sei se ele perdeu algum compromisso importante no Brasil e no mínimo, teve muitos gastos a mais.

Eu mesmo andei pesquisando muita passagem para os Estados Unidos com conexão em Bogotá ou Panamá e muitas vezes acontece isso - já cansei de descartar passagem assim! Se for comprar porque o preço está bom demais, cuidado com a dica 06 - o segundo voo nesses casos costuma ser muuito cedo.

09) Comprar o voo mais barato sem se preocupar com bagagem despachada


Se você não despacha mala, ok. Mas se você for levar a mala, com 100% de certeza, esse voo mais barato que você achou não vai te dar direito a uma bagagem despachada e você vai ter que comprar o direito de levar uma mala. Daqui a pouco serão tantas taxas acessórias que vai ficar mais caro do que o preço da passagem (aliás, isso já acontece direto com as companhias low cost europeias)!


10 furadas que você deve evitar ao comprar uma passagem aérea


10) Comprar voo para qualquer aeroporto do destino


De novo, falta de pesquisa. Às vezes até compensa, mas muitas vezes não. Em Milão por exemplo, você pode chegar por Malpensa (o aeroporto principal), por Linate (o aeroporto secundário) ou por Bérgamo (um aeroporto em outra cidade, perto, mas ao mesmo tempo longe rs). Se você tiver só um dia para conhecer Milão, serão muitas horas desperdiças se você chegar por Bérgamo... Isso acontece também com quem chega por Frankfurt Hahn ou por Paris Beauvais.... Muitas vezes de madrugada não tem nem transporte até a cidade e o táxi sai caríssimo - tipo o triplo da passagem e aí a aquela passagem baratíssima deixar de compensar...




Seguros Promo



E aí, já passou por alguma furada dessas? Ou alguma outra que não escrevi aqui?

10 furadas que você deve evitar ao comprar uma passagem aérea


Você sabia que pode reservar hotelalugar carro, garantir seguro viagem com descontopesquisar passagens aéreas, comprar chip de internet para usar no exterior, conseguir ingressos para atrações no Brasil e no mundo todo, além de guias de diversas cidades e países pelos links aqui do blog? Você não gasta nenhum centavo a mais e o blog ganha uma pequena comissão! Obrigada!

10 comentários:

  1. Adorei suas dicas, Fernanda. Temos mesmo que ficar muito atentas a tudo isso.. quase me dei muito mal com a questão 7 q vc citou. Realmente é importante. A gente se preocupa só com a passagem, mas esquece que podem existir mil outras exigências!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! Tem muita gente q perde a viagem por causa disso! Pq só vai pensar no aeroporto!

      Excluir
  2. Adorei as dicas, Fer!
    Super válidas. Já passei alguns apertos por conta de erros de logística com os voos. Hoje tento evitar ao máximo, mas ainda arrisco uma coisa ou outra hehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí tb entra no caso de viajante experiente q sempre fica querendo se testar hahaha Adica número 4 foi inspirada em um dos seus perrengues, percebeu? rs E vc tá longe de ser a única blogueira a ter tido problemas com essa empresa...

      Excluir
  3. Ótimas dicas! Tem economia que acaba saindo caro... Fernanda, eu já fiz bobeira de comprar voo sem babagem despachada. Mas felizmente no final das contas, ainda compensou o valor.da tarifa. Por isso, como vc disse, tem que faZer muita pesquisa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí! Se não pesquisar, não dá pra saber se vale a pena ou não.

      Excluir
  4. Eu simplesmente amei todas as dicas. Parece loucura mas muita gente age na emoção e compra uma passagem sem se ligar no mínimo. Parabéns pelo texto, vai ajudar bastante gente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Pra mim, comprar qq coisa sem pesquisar o mínimo é loucura mesmo. Passagem aérea q é cara e pode estragar as suas férias, considero mais loucura ainda! rs

      Excluir
  5. Oi Fernanda, ótimas dicas para quem vai comprar passagem. Acho que hoje em dia um erro bem.comum é não perceber a franquia de bagagem e se dar mal depois. Adorei o post. Super útil!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o da bagagem tá pegando muuuito gente depois da mudança!

      Excluir

Todos os comentários no "Tá indo para onde?" passam por moderação e por isso não aparecem de imediato. Ele só vai aparecer quando for respondido. Em geral, os comentários são respondidos quinzenalmente.