sexta-feira, 3 de agosto de 2018

Bienal Internacional do Livro em São Paulo: dicas práticas para visitar a feira - como chegar, onde ficar, como é a feira, o que levar e muito mais

Aqui no blog já tem vários posts sobre livros relacionados à viagem então vocês podem desconfiar que a blogueira aqui é uma devoradora de livros. Estando em Campinas, tão pertinho de São Paulo, até que demorou muitos anos para finalmente conhecer uma Bienal do Livro. Fui na edição de 2014 e AMEI, não sei porque não fui na edição de 2016 e agora já garanti meu ingresso para a de 2018 - em breve estarei por lá! Mas no fim das contas todos esses grandes eventos são muuuito parecidos e além da Bienal, já cansei de sair de Campinas cedinho para passar o dia em alguma feira/exposição/etc na capital e voltar no fim do dia para casa. Todos esses eventos tem muita coisa em comum e no post de hoje trado um monte de dicas que fui aprendendo nos últimos 20 anos indo passar o dia em eventos em São Paulo!


Dicas práticas para visitar a Bienal do Livro em São Paulo: como chegar, onde ficar, como é a feira, o que levar e muito mais
Foto: Marcelo Camargo - Agência Brasil - CC 3.0


Sobre a Bienal do Livro em São Paulo


A 25a edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo acontecerá no Pavilhão do Anhembi em São Paulo entre os dias 03 e 12 de agosto de 2018 e o acesso para quem chega pela rodoviária de São Paulo é bem fácil.

O que fazer em uma bienal? É a sua oportunidade de conhecer autores e booktubers, pegar autógrafo do seu escritor preferido, conferir lançamentos de todas as editoras, já que nenhuma perde o evento mais importante da área. Elas costumam inclusive fazer promoções de livros do seu catálogo e muitas vezes dão brindes interessantes. O evento pode ser legal também para você encontrar e conhecer outros fanáticos por livros que nem você. Siga a Bienal no Instagram (os stories estão ótimo) e no Facebook - eu consegui um cupom de desconto para comprar o ingresso pelo Instagram deles, mas isso foi com bastante antecedência.

Dicas práticas para visitar a Bienal do Livro em São Paulo: como chegar, onde ficar, como é a feira, o que levar e muito mais

Veja aqui um post sobre as 1.500 horas de programação cultural que acontecerá durante a bienal! São muitas palestras, mesas redondas, entrevistas, etc relacionadas ao mundo dos livros acontecendo! Em 2018, o ingresso custa de R10,00 a R$ 25,00.


Como chegar na Bienal


O Anhembi fica pertinho da Rodoviária Tietê em São Paulo (e também da estação de metrô Portuguesa-Tietê). Como toda feira grande em São Paulo, tem transporte gratuito do metrô até lá. Geralmente falta sinalização no primeiro dia para pegar esses ônibus, mas estando na rodoviária, siga para o metrô, passe por cima da Avenida Cruzeiro do Sul e saia pela última escada rolante. Os ônibus estão saindo esse ano da ruazinha cheia de lojinha logo ali na saída  (vou marcar no mapa abaixo).





Nem pense em ir de carro para grandes eventos assim. Estacionamento costuma ser caríssimo (em 2018 está R$ 40,00) e o melhor mesmo é a combinação metrô + ônibus gratuito da feira.

Para se locomover em São Paulo além do transporte público, a melhor opção é de Uber ou Cabify. Baixe o app da Cabify e insira o cupom de desconto "FERNANDAS2002"! Você ganha R$15 para sua primeira corrida e eu também ganho créditos! Se preferir Uber, meu código é edey7de8ue - você ganhará um desconto na primeira corrida (varia de acordo com a região). Obrigada! O endereço oficial do evento é Av. Olavo Fontoura, 1.209.

Onde se hospedar em São Paulo


Se você vier de outra cidade e for dormir em São Paulo pode gostar de ficar hospedada pertinho da feira. As melhores opções são o Holiday Inn Parque Anhembi e o Ibis Styles São Paulo Anhembi (pertísismo do metrô para pegar o ônibus gratuito), mas sinceramente, a região não é a melhor para se hospedar na cidade. Se você quisaer fazer qualquer outra coisa em São Paulo além da Bienal, estar na região da Paulista ou Paraíso/Ana Rosa vai ser mil vezes melhor sem complicar sua vida.

Todos os hotéis e hostels abaixo ficam grudadinhos em alguma estação de metrô (e aí é só pegar a linha azul para chegar na rodoviária) e vou linkar abaixo os posts específico dos que eu já me hospedei e recomendo: Ibis Budget São Paulo Paulista (já fiquei)Ibis São Paulo PaulistaSoul Hostel (já fiquei)Ibis Budget São Paulo ParaísoMercure São Paulo ParaísoThe Hostel Vila Mariana (já fiquei), São Paulo Business Lodge (já fiquei)The Hostel Paulista (já fiquei) e Aki Hostel (já fiquei).



Booking.com



O que levar para a Bienal


Para andar praticamente o dia inteiro, é interessante levar o mínimo de coisas possíveis para não pesar na bolsa/mochila. Abaixo, os itens que vou pensar antes da minha visita e que com certeza estarão na minha bolsa após inúmeros acontecimentos em feiras anteriores:
  • ingresso impresso para economizar tempo na fila (veja aqui como comprar ingresso antecipado para a Bienal);
  • roupas adequadas para o clima de São Paulo (confira a previsão do tempo!);
  • roupas e sapatos super confortáveis para andar muuuitos quilômetros (a gente não percebe, mas anda demais dentro do pavilhão!);
  • mesmo se tiver calor (agosto em SP - duvido), leve um casaquinho fino porque o ar condicionado costuma ser cruel nessas feiras grandes e na hora de sair à noite, vai estar frio;
  • garrafinha de água, que você pode encher nos bebedouros;
  • mochila (para carregar todas as comprinhas depois - em 2018 tinha gente até de mala de rodinha durante a semana, mas de fim de semana é cheio demais para andar com a mala pela feira);
  • algum livro que você queira que seja autografado (ou melhor ainda: deixe para comprar lá e economize peso na mochila na ida);
  • comidinhas (tem uma praça de alimentação vendendo guloseimas diversas, mas às vezes você está do outro lado do pavilhão do que você quer comer e precisa enganar o estômago - isso sem contar as filas e o preço alto, né?);
  • band-aids para os machucados nos pés que podem aparecer;
  • celular com bateria cheia e carregador portátil (o sinal de internet costuma ser péssimo nos pavilhões lotados, mas sempre insistimos para usar whatsapp, redes sociais, tirar fotos...Já fui em feiras com totens para carregar celular, mas estão sempre cheios);
  • cartão de crédito/débito, dinheiro (lembram do sinal de celular que sempre é problemático? Isso afeta as maquininhas de cartão também. Em alguns stands tem caixas separados para pagamento em cartão ou dinheiro e você tendo as 2 opções, evita mais filas), carteirinha de estudante - no caso de meia entrada por exemplo, documento, carteirinha do plano de saúde;
  • remédios de uso diário;
  • lencinhos (importante para limpar a mão, a comida que caiu e sujou a roupa etc);
  • se você trabalhar na área, não se esqueça dos cartões de visita.





Dicas práticas dentro da Bienal


Logo no começo, a primeira coisa a se fazer é olhar o mapa da feira e localizar onde estão os stands que você quer visitar de qualquer jeito. Se você só tiver um dia para visitar e for em um fim de semana, pode só conseguir ver tudo se se organizar bem. Durante a semana, as feiras costumam estar cheias de alunos em excursão de escola - quanto mais para o final da semana, pior e aos fins de semana, está mais cheia ainda - porque são os dias que os principais autores estrangeiros costumam aparecer.

Baixe o aplicativo grátis para facilitar sua localização e dicas de última hora. Se você quiser muito comprar vários livros, dê uma pesquisada online nos preços antes de ir porque mesmo com promoções na Bienal, muitas vezes você pode comprar para receber em casa pagando menos ou o mesmo valor e não ter que carregar o livro por horas e horas. Tem vários stands que estão bem caros, mas logo na entrada, vire à esquerda e ali tem alguns stands vendendo livros por R$5,00, R$ 10,00 ou R$ 15,00.

Existe um guarda-volume pago na entrada da feira que pode ser a salvação por exemplo se você quiser chegar de mala e cuia no Anhembi e só seguir para sua hospedagem no final do dia! Caso queira pegar autógrafo dos seus autores favoritos, ainda dá tempo de conseguir senha para algumas sessões. Entre nas filas para participar das palestras com antecedência porque quanto mais famosa for a pessoa, maior vai ser a fila e só os que chegaram cedo que vão conseguir entrar!

Além de tudo que já falei acima, se você estiver em grupo, marque um ponto de encontro para facilitar quando for juntar todo mundo de novo (lembre-se que são vários banheiros! Quanto mais específico o ponto de encontro, melhor). Veja aqui dica para cosplays,

Esse ano, a Bienal traz uma mini exposição do Museu da Língua Portuguesa, que está fechado desde o incêndio alguns anos atrás (não vejo a hora da reabertura).




Bienal Internacional do Livro em São Paulo: dicas práticas para visitar a feira - como chegar, onde ficar, como é a feira, o que levar e muito mais

1⃣
Alguém mais aí estará na Bienal? Quando? Me avisem porque se for no mesmo dia que eu, podemos nos encontrar!

Você já curte a fanpage no Facebook, já segue o Twitter, o Instagram, o Google+ e o Pinterest?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários no "Tá indo para onde?" passam por moderação e por isso não aparecem de imediato. Ele só vai aparecer quando for respondido. Em geral, os comentários são respondidos quinzenalmente.