sexta-feira, 18 de fevereiro de 2022

Melhores lugares para conhecer em um dia (ou menos) saindo de Stuttgart

No post de hoje organizo uma listinha dos melhores passeios de meio dia ou um dia inteiro saindo de Stuttgart! A cidade fica em uma posição estratégica na Alemanha e esse também foi um dos critérios que usei para escolher passar uma semana lá, utilizando como uma cidade base da minha viagem de 2019. Listo aqui muitos palácios e castelos, cidades fofíssimas e uma overdose de casas em estilo enxaimel, aquela construção com madeira aparente que está no imaginário de todo brasileiro quando pensamos em Alemanha! Claro que existem muitas outras opções de day trips saindo de Stuttgart, mas essas foram as que escolhi.

Eu fiz tudo de transporte público (uma combinação de trem e ônibus - e na verdade teve até um trecho de carona com uma blogueira) porque odeio dirigir, mas se você alugar um carro, ficaria mais fácil conhecer 2 delas em um mesmo dia - eu só consegui porque saía perto de 9 da manhã do local onde estava hospedada, não tinha hora para voltar e estava viajando no verão, quando escurece tarde. Às vezes o foco da visita era só o centrinho fofo do local, às vezes era somente um palácio, castelo ou mosteiro em uma cidade sem interesse. Tinha um chip de internet para o celular então conseguia resolver os imprevistos com o transporte relativamente fácil (foram muitos), com a ajudinha do fato que sei falar alemão. Os locais abaixo não estão em nenhuma ordem específica e todos ficam no estado de Baden-Württemberg.

Residenzschloss Ludwigsburg


São 52 cômodos distribuídos em 18 prédios e uma área de 32 hectares que formam o complexo do Palácio de Ludwisburg. A pedra fundamental foi colocada em 17 de maio de 1704 para o que então seria um pavilhão de caça do 10° Duque de Württemberg. Em 1718, Ludwisburg tornou-se a residência oficial dos duques de Württenberg, mas algum tempo depois a residência voltou a ser Stuttgart, cerca de 15km dali. O palácio foi neglicenciado por duques da disnatia, mas sobreviveu intacto à Segunda Guerra e em 1953, os jardins foram abertos ao público. Ocupam 30 hectares e é chamado de Blühendes Barock ou Barroco Florido). Hoje, eles segue o estilo que o jardim tinha em 1800. teatro do palácio, que é o mais velho teatro preservado da Europa, juntamente com a sua maquinaria de palco, de 1758 ainda estão em operação. Tem vários museus no local e um jardim bem grande, além de um evento interessantíssimo - festival de abóboras no outono! Dá para conhecer em meio dia e também passear na cidade, mas achei que não seria algo interessante (pelas fotos que vi) então só visitei o castelo mesmo e voltei cedo pra Stuttgart.




Trem: 25 minutos (trem/metrô + ônibus)
Carro: 21 minutos


Melhores lugares para conhecer em um dia (ou menos) saindo de Stuttgart - Residenzschloss Ludwigsburg









Antes da viagem, minhas prioridades eram o castelo de Ludwigsburg, o Burg Hohenzollern, o mosteiro de Maulbronn, Esslingen e Calw, mas depois conto em cada um dos itens quais eu mais gostei.


Schloss Solitude


Tecnicamente não deveria colocar o Schloss Solitude nessa lista porque ele fica em Stuttgart mesmo, mas como é longinho e a maioria das pessoas não chega lá, coloquei também. Conheci em poucas horas em um final de tarde chuvoso e parecia que só tinha eu de turista no ônibus indo para lá. O Palácio Solitude em estilo rococó foi construído a mando de outro duque de Württenberg e sua construção aconteceu entre 1764 e 1769. Nos jardins haviam diversas estruturas para recepções e eventos dos nobres, mas foram ficando abandonados com o passar do tempo. Foi abandonado no século XX e os afrescos de Nicolas Guibal  no teto do palácio foram danificados por água. Serviu como hospital militar durante a Primeira Guerra e reformado pelo governo do estado de Baden-Württemberg entre 1972 e 1983. A sala principal em formato oval é o White Hall, predominantemente branco com muitos detalhes decorativos em gesso. 




Trem: 26 minutos (metrô + ônibus)
Carro: 16 minutos


Melhores lugares para conhecer em um dia (ou menos) saindo de Stuttgart - Schloss Solitude



Ainda não sabe onde se hospedar em Stuttgart? Aqui eu fiz a review de 3 locais baratos onde fiquei na cidade!

Esslingen


A cidade é cortada pelo rio Neckar e fica a aproximadamente 14km do centro de Stuttgart. É a 11a maior cidade do estado (2017), mas nem é grande assim - cerca de 94 mil habitantes. Foram encontrados traços de vidas humanas na região de Esslingen datando de cerca de 1000aC e a região foi parte do Império Romano desde o século I. A primeira citação da cidade em documentos data de 777 e logo se tornou uma "cidade mercado". Foi também uma Cidade Imperial Livre (na época do Sacro Império Romano Germânico) e no início do século XIX, foi anexada ao Ducado de WürttembergEsslingen está na Rota do Enxaimel (Deutsche Fachwerkstraße) - são mais de 200 casas neste estilo, construídas entre os séculos XIII e XVI -  e a cidade é conhecida pela produção de vinho desde 1486. Algumas casas foram destruídas ou danificadas na Segunda Guerra Mundial, mas o centrinho e muitas construções escaparam ilesas da guerra, ao contrário de Stuttgart, que hoje tem o centro cheio de construções modernas.




Trem: 10 minutos (trem/metrô)
Carro: 18 minutos


Melhores lugares para conhecer em um dia (ou menos) saindo de Stuttgart - Esslingen

Melhores lugares para conhecer em um dia (ou menos) saindo de Stuttgart - Esslingen



Eu cheguei em Stuttgart com o trem low cost Flixtrain vindo de Berlim, mas são poucas linhas até agora. Aqui dei diversas dicas para viajar de trem e ônibus pela Alemanha! E aqui contei sobre vários mini perrengues que passei no sul da Alemanha, inclusive o calor insuportável que peguei em Stuttgart e nas cidades da região!


Herrenberg


A primeira menção da cidade foi em 1228 - a cidade foi fundada com a junção de 2 povoados Mühlhausen e Raistingen. Herrenberg passou por um incêndio devastador em 1635, mas a cidade foi muito bem reconstruída, ainda com clima medieval. Hoje possui pouco mais de 30 mil habitantes. Em 1592, nasceu ali o matemático Wilhelm Schickard, que construiu a primeira calculadora automática. Além da Marktplazt e cercanias cheia de casas em estilo enxaimel, os destaques são a Igreja Colegiada (Stiftskirche), com um museu de sinos, as ruínas do castelo - Schlossberg e a prefeitura. Eu fui passear na Marktplatz e ruas adjacentes de Herrenberg sem nada específico para visitar, somente andar pelas ruazinhas e praças mesmo e foi por acaso porque não estava nos meus planos do dia parar ali. Só que com algumas confusões no transporte público aquele dia, tive que trocar de trem nessa cidade e decidi conhecer o centrinho no final da tarde e até jantei na praça principal.




Trem: 31 minutos (trem/metrô)
Carro: 34 minutos


Melhores lugares para conhecer em um dia (ou menos) saindo de Stuttgart - Herrenberg



Onde e o que comer em Stuttgart - dicas de alguns restaurantes e comidas típicas da região!


Calw


Calw fica no vale do rio Nagold e tem pouco mais de 23 mil habitantes, na parte norte da Floresta Negra (apesar de que pra mim, ela não tem a "cara" de cidade da Floresta Negra rs). As origens da cidade datam do século XI, mas existem registros de humanos na área desde 8.000 AC. Na Idade Média era uma cidade comercial, com foco em comércio de couro e têxtil e floresceu no século XVIII, com o comércio de madeira. São mais de 200 construções do final do sécúlo XVII em estilo enxaimel, principalmente no centro da cidade (na praça Markt e arredores) - que são protegidas como patrimônio cultural - a cidade faz parte da Rota do Enxaimel (Deutsche Fachwerkstraße). É a cidade natal de um Nobel de Literatura, Hermann Hesse.




Trem: 1h06 minutos
Carro: 42 minutos


Melhores lugares para conhecer em um dia (ou menos) saindo de Stuttgart - Calw



Caso vá alugar um carro nessa viagem. alugue através dos links e banners aqui do  blog - a gente ganha uma pequena comissão, você não paga nada a mais por isso, economiza no IOF e ainda pode parcelar!



Mosteiro de Maulbronn


O destaque na cidade de Maulbronn definitivamente fica com o mosteiro, o melhor preservado ao norte dos Alpes e declarado patrimônio pela UNESCO em 1993. Construído entre os séculos XII e XVI, teve seu início com o primeiro Papa cisterciense. Em 1504 o duque de Baden-Württemberg construiu aqui o seu pavilhão de caça e já no século XVII, a abadia se converteu em seminário protestante.




Trem: 0h55 minutos (trem + ônibus)
Carro: 41 minutos


Melhores lugares para conhecer em um dia (ou menos) saindo de Stuttgart - Mosteiro de Maulbronn



Você sabia que o seguro viagem é OBRIGATÓRIO para entrar na Europa??? Para viajar tranquilo, garanta já o seu seguro viagem com a parceira do blogReal Seguros - comparador de preços com as melhores seguradoras do mercado! Você não gasta nenhum centavo a mais por isso e colabora para manter o blog!


Seguro viagem europa 336x280



Tübingen


Tübingen é uma cidade universitária no sul da Alemanha, às margens do rio Neckar. Cerca de um terço dos mais de 90 mil habitantes são estudantes então é uma cidade com atmosfera bem animada. O centro histórico, que preserva as características medievais, é basicamente um grande calçadão para pedestres, mas repleto de ladeiras. Mencionada em documentos pela primeira vez em 1078, a cidade só cresceu de verdade com o surgimento da universidade cerca de 400 anos depois. A Universidade de Tübingen, oficialmente Eberhard Karls University of Tübingen foi fundada em 1477 e é uma das universidades mais antigas da Europa Central. Achei a cidade lindíssima e nem acredito que quase não visitei! Preferi visitar um castelo que falo mais abaixo, mas por sorte, consegui parar algumas horas aqui na volta para Stuttgart e foi uma das minhas cidades preferidas do mês inteiro que passei na Alemanha! Quero voltar no início de dezembro porque é quando acontece um famoso festival de chocolate na cidade!




Trem: 0h46 minutos
Carro: 37 minutos


Melhores lugares para conhecer em um dia (ou menos) saindo de Stuttgart - Tübingen

Melhores lugares para conhecer em um dia (ou menos) saindo de Stuttgart - Tübingen



Schwäbisch Hall


A pequena e calma Schwäbisch Hall ainda conserva casas em estilo enxaimel, arquitetura medieval e pontes que cortam o rio Kocher desde a época que enriqueceu com a produção de sal. Schwäbisch Hall  foi fundada no século XII com a construção da Igreja de São Miguel, mas já existiam vestígios de salinas celtas na região datando do I aC (Hall significa "sal", confirmando suas origens celtas). Schwäbisch Hall ganhou importância com a cunhagem da moeda de prata utilizada em todo o Sacro Império Romano-Germânico, chamada heller. "Heller" é hoje uma maneira para se referir a dinheiro no sul da Alemanha. Apesar do nome indicar que a cidade seria parte da Suábia (Schwäbisch), na realidade ela está na região da Francônia.




Trem: 1h25 minutos
Carro: 1h06 minutos


Melhores lugares para conhecer em um dia (ou menos) saindo de Stuttgart - Schwäbisch Hall

Melhores lugares para conhecer em um dia (ou menos) saindo de Stuttgart - Schwäbisch Hall



Receba a nossa newsletter quinzenal! Não se preocupe porque não fazemos spam!
* indicates required





Sigmaringen


O castelo em Sigmaringen é oficialmente conhecido como Hohenzollern Schloss, mas não deve ser confundido com o mais famoso Burg Hohenzollern ali pertinho (também visitei e está mais para baixo nessa lista). O nome dos 2 vem da casa de Hohenzollern, família nobre europeia e família real do Império Alemão e também da Prússia. O ramo principal era dono do Burg Hohenzollern, enquanto o ramo Hohenzollern-Sigmaringen habitava o castelo de Sigmaringen (e eram também os soberanos da Romênia entre 1866 e 1947). O estado de Hohenzollern-Sigmaringen foi um condado de 1576 até 1623, quando foi elevado à principado. Isso durou até 1850, quando foi anexado pelo Reino da Prússia. Não sei se tinha visto alguma foto por dentro antes, mas fiquei realmente impressionada, mesmo já tendo visitado 83747506546 outros castelos/palácios antes. E essa vista do outro lado do rio então...




Trem: 1h56 minutos (trem)
Carro: 1h26 minutos


Melhores lugares para conhecer em um dia (ou menos) saindo de Stuttgart - Sigmaringen
E esse rio aí é o Danúbio!




Burg Hohenzollern


Erguido em um monte em Baden-Württemberg, o Burg Hohenzollern é impressionante de longe! De perto o impacto é menor, mas ainda assim é um lindo castelo para se visitar quando estiver viajando pela região. O ideal é ir de carro para poder parar em algum(ns) mirante(s) e ter a vista de longe, mas o passeio também é possível de trem + ônibus como eu fiz. Construído em 1867 em estilo neogótico é o lar da família Hohenzollern, que eram os monarcas do segundo Império Germânico (1871-1918). A primeira fortaleza provavelmente foi construída no local no século XI (e citada pela primeira vez em 1267) e o castelo atual é a terceira versão, de propriedade privada. O segundo castelo serviu de abrigo para a família durante a Guerra dos 30 Anos. Depois de ocupado por várias famílias/impérios, entrou em decadência e estava em ruínas no século XIX. O castelo atual não foi muito utilizado para moradia, mas o último príncipe real e sua esposa estão sepultados ali.





Trem: 1h57 minutos (trem + ônibus)
Carro: 0h55 minutos


Melhores lugares para conhecer em um dia (ou menos) saindo de Stuttgart - Burg Hohenzollern

Melhores lugares para conhecer em um dia (ou menos) saindo de Stuttgart - Burg Hohenzollern

Melhores lugares para conhecer em um dia (ou menos) saindo de Stuttgart - Burg Hohenzollern

Melhores lugares para conhecer em um dia (ou menos) saindo de Stuttgart - Burg Hohenzollern

Melhores lugares para conhecer em um dia (ou menos) saindo de Stuttgart - Burg Hohenzollern
Foto: Jim Trodel - CC BY-SA 2.0



Para visitar em Stuttgart:

Ulm


Eu sempre achei o nome dessa cidade engraçado e isso me deixou curiosa. Ulm é a cidade-natal de Albert Einstein e ali fica a igreja mais alta do mundo! Isso já seria motivo para visitá-la, mas descobri uma biblioteca MARAVILHOSA nos arredores (no distrito de Wiblingen - abaixo) e ainda a localização da cidade era bastante conveniente entre StuttgartLago de Constança e Munique, 3 lugares que queria passar na minha última ida para a Alemanha. Ulm está interligada com sua cidade-irmã, Neu-Ulm, já no estado da Baviera. As duas cidades são separadas pelo rio Danúbio (sim, aquele famoso mesmo), mas funcionam em conjunto (por exemplo o transporte público). Na verdade passei um final de semana na cidade depois de sair de Stuttgart, a caminho de Lindau (no Lago de Constança), mas é perfeitamente possível conhecer em um dia saindo de Stuttgart.




Trem: 1h04 minutos
Carro: 1h06 minutos


Melhores lugares para conhecer em um dia (ou menos) saindo de Stuttgart - Ulm


Abadia de Wiblingen


A primeira vez que vi uma foto da biblioteca da abadia de Wiblingen foi em alguma lista de "bibliotecas mais lindas do mundo" não sei onde e nem sabia onde ela ficava. Logo que descobri que ficava em Ulm, aumentaram as minhas razões para visitar a cidade de Einstein! Wiblingen é tipo um distrito de Ulm. A Abadia de Wiblingen era uma abadia beneditina e hoje abriga a Faculdade de Medicina da Universidade de Ulm. Somente algumas salas são abertas para visitas (no 3o andar eu acho) e existe uma lojinha de souvenir, algumas salas contando sobre a história da abadia (confesso que passei correndo por elas para chegar logo na biblioteca) e ao fim da visita, a maravilhosa biblioteca. 





Trem: 1h33 minutos (trem + ônibus)
Carro: 1h12 minutos


Melhores lugares para conhecer em um dia (ou menos) saindo de Stuttgart - Abadia de Wiblingen


Blautopf


Originalmente eu não tinha pensado em parar no Blautopf a caminho de Ulm porque ele fica bem fora de mão para quem está se locomovendo de transporte público. Já expliquei em detalhes no post, mas consegui carona de uma blogueira brasileira que mora na Alemanha e aproveitei a chance! Depois continuei de trem até Ulm, que seria minha próxima hospedagem após Stuttgart. Blautopf significa "panela azul" e é uma fonte de água subterrânea, que dá origem ao rio Blau, tributário do famoso rio Danúbio. A profundidade chega a 21m, mas não é permitido entrar na água (somente pouquíssimos mergulhadores profissionais são permitidos pois muita gente já morreu ali)! Os tons de azul e verde variam de acordo com a luz do sol, horário do dia, posição onde você está etc, mas o local é famoso pelo incrível tom azul! O fenômeno se deve às partículas de calcário na água. Existe todo um sistema de cavernas na região descoberto parcialmente há poucas décadas. 




Trem: 1h14 de trem + 0h20 de caminhada
Carro: 1h03 minutos


Melhores lugares para conhecer em um dia (ou menos) saindo de Stuttgart - Blautopf



Não cogitei fazer bate-volta para outras cidades possíveis, mas que acho que precisariam de mais tempo para ser exploradas ou porque ficam fora do estado e o ticket de trem seria mais caro, além do tempo de viagem maior.

Roteiros de trem por Baden Württemberg saindo de Stuttgart


No final das contas, os lugares dessa lista que mais gostei de conhecer foram Esslingen, Calw, Tübingen e o castelo de Sigmaringen, que quase deixei de fora do meu roteiro!

Em alguns desses locais, é possível chegar de metrô, pois são completamente integrados ao sistema de transporte de Stuttgart (VVS), necessitando somente um ticket local (Esslingen zona 2, Herrenberg zona 5, Ludwigsburg zona 2). Geralmente compensa comprar o ticket diário para sair mais barato e se você estiver viajando em mais pessoas, existe também um ticket para grupos de 5 pessoas. 

Outros destinos do post estão na região metropolitana de Stuttgart e você deve utilizar um ticket MetropolTagesTicket Stuttgart (a partir de 21,00 euros) - Calw, Schwäbisch Hall e Burg Hohenzollern. Para os lugares um pouco mais longe, o Baden-Württemberg Ticket (válido para todo o estado - a partir de 24,00 euros) seria o ideal para utilizar vários trechos o dia inteiro (por exemplo para Sigmaringen, Ulm e Wiblingen), mas somente ida e volta pode ser mais barato (bwHIN UND ZURÜCK) - Tübingen e Maulbronn. Consulte preços e condições atualizadas no site da Deutsche Bahn, mas esses tickets de descontos não podem ser utilizados nos trens mais rápidos ICE e somente após 9am. Quando você viaja em grupo, a partir do 2o viajante sai mais barato. Não precisa se preocupar muito para entender caso a caso porque o site, o app ou as maquininhas nas estações já te mostram qual ticket é melhor para o seu caso quando você insere o itinerário que quer fazer.



Qual desses lugares você ficou com mais vontade de conhecer? Conhece algum outro local nas proximidades que valeria a pena estar nessa lista?



Você sabia que pode reservar hotelalugar carro, garantir seguro viagem com descontopesquisar passagens aéreas, comprar chip de internet para usar no exterior, conseguir ingressos para atrações e tours no Brasil e no mundo todo, além de guias de diversas cidades e países pelos links aqui do blog? Você não gasta nenhum centavo a mais e o blog ganha uma pequena comissão! Obrigada!

4 comentários:

  1. Esse no quero voltar à Alemanha. Já estive em Stuttgart para um casamento, mas não consegui explorar os arredores. Bom saber das possibilidades.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, são muitas possibilidades nos arredores de Stuttgart - e essas do post nem são as únicas!

      Excluir
  2. Essa lista de lugares para conhecer em um dia está enorme, e fiquei com vontade de conhecer todos hahahhaha adorei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha acontece! E nunca tem tempo suficiente nas viagens socorro kkkk

      Excluir

Todos os comentários no "Tá indo para onde?" passam por moderação e por isso não aparecem de imediato. Ele só vai aparecer quando for respondido. Em geral, os comentários são respondidos quinzenalmente.