domingo, 2 de agosto de 2015

Um dia em Hamburgo - pela segunda vez

Quando fiz intercâmbio na Dinamarca, passei um dia em Hamburgo e já contei aqui no blog como foi esse dia. Mas como isso já faz bastante tempo - quando decidi estudar em Berlim ano passado, queria passar um fim de semana em Hamburgo para conhecer melhor a cidade. Acabei programando vários tours de um dia e estava muito cansada já no final do 2o mês de viagem. Além disso, a escola de alemão organizava passeios de um dia praticamente todas as semanas e eu não tinha conseguido ainda participar de nenhum. Resolvi então cancelar a reserva de hotel e ir com a escola só um dia para Hamburgo, ao invés do fim de semana todo.

Rathaus de Hamburgo
O lindo prédio da prefeitura em Hamburgo - a Rathaus

Speicherstadt, Hamburgo
Passeando pela região do porto e Speicherstadt ("cidade dos armazéns") de Hamburgo

O tempo estava bem feio e fazia MUITO frio naquele sábado de novembro/2014. Era difícil andar pela cidade quando a gente só queria mesmo parar em uma cafeteria e curtir um chá/café ou qualquer outra coisa quente!  Por conta do tempo, as fotos nem ficaram tão boas.

No mapa abaixo, as atrações que fui (e mostro no post) em roxo e em marrom as que não conheci, mas gostaria. Poderia ter me organizado melhor para conhecer mais atrações, mas estava tão cansada que nem me importei de seguir o pessoal rs. As estrelas são as atrações principais, máquinas fotográficas - locais para fotos. Marquei também as estações de trem e ônibus, a famosa rua Reeperbahn (que falo mais abaixo) e o restaurante onde almocei com parte do grupo.





Você sabia que o seguro viagem é OBRIGATÓRIO para entrar na Europa??? Para viajar tranquilo, garanta já o seu seguro viagem com a parceira do blogSeguros Promo - comparador de preços com as melhores seguradoras do mercado! Você não gasta nenhum centavo a mais por isso e colabora para manter o blog!



O grupo era bem grande, acho que mais de 20 pessoas e fomos acompanhados de uma pessoa que organizava essas excursões para a escola e tinha morado a vida inteira dela em Hamburgo antes de se mudar para Berlim. Consequentemente, era uma ótima guia pela cidade. Se não fosse por ela, não entenderíamos metade do que estávamos vendo e por isso sugiro fortemente que você faça algum walking tour pela cidade.

Com 1.8 milhão de habitantes, Hamburgo é a 2a maior cidade alemã, perdendo apenas para Berlim. É uma das 3 cidades-estados alemãs (as outras 2 são Berlim e Bremem). Com origens no ano 808, está ligada ao Mar do Norte pelo rio Elba. Juntamente com diversas outras cidades da região, formava a Liga Hanseática, monopólio comercial no norte da Europa no fim da Idade Média. Segundo a Wikipedia, tem mais de 2500 pontes - que seria mais do que Amsterdã e Veneza somadas! Muitos descendentes alemães que vieram para o Brasil eram da região de Hamburgo. Leia mais sobre a cidade no link da Wikipedia acima.

Hamburg Hauptbahnhof

O dia só poderia ter começado na estação de trem de Hamburgo, a Hauptbahnhof. Ela é bem grande (afinal a cidade é enorme) e conta com diversas lojas. Saímos caminhando em direção ao centro histórico pela Spitalerstrasse, rua de pedestres até a Igreja St Petri. Como estávamos no meio/fim de novembro, havia um mercado de Natal na região e algumas decorações.


caminhando por Hamburgo

Igreja St Petri em Hamburgo

Leia sobre a Igreja de São Pedro em Hamburgo, construída no mesmo local de antigas catedrais. Gostei da maquete e do detalhe da porte abaixo!

Igreja St Petri em Hamburgo

Continuando pela mesma rua, chegamos na prefeitura da cidade, a Rathaus! O prédio é maravilhoso e você pode conhecê-lo por dentro - também lindo! Naquela praça, havia outro mercado de Natal (ou será que era continuação do anterior?).

Rathaus, Hamburgo

O prédio atual tem aparência de ser super antigo, mas na verdade é do fim do século XIX. Desde 1230, ali era o ConventJohanniskloster. Após o incêndio de 1842, a prefeitura precisava ser refeita pois foi dinamitada para impedir o avanço das chamas e aí decidiram por um local maior. A base do prédio teve que ser construída com alicerces como nas construções de Veneza devido ao terreno pantanoso. O prédio tem muitos detalhes e segredos então é muito legal fazer um tour guiado por aqui. Existem tours em alemão, inglês e francês (site da prefeitura) ou você pode contratar o pessoal do blog Viagem Hamburgo.

Rathaus, Hamburgo
detalhes

Rathaus, Hamburgo
Saguão e a escadaria maravilhosa!

Rathaus, Hamburgo
Atravessando o saguão acima, chegamos neste pátio!

Rathaus, Hamburgo
saindo da Rathaus para continuar o passeio

Hauptkirche St Katharinen em Hamburgo
Andando pela cidade, encontramos a Igreja St Katharinen, mas não entramos. Ela é uma das 5 principais igrejas da cidade.

O porto de Hamburgo sendo um dos maiores da Europa e do mundo não poderia ficar de fora do passeio. Os passeios de barcos por ali são famosos e cheguei a fazer um da primeira vez, mas dessa vez não foi possível. Mesmo assim, andamos pela Speicherstadt ("cidade dos armazéns"), que parecia uma cidade fantasma naquele sábado de outono. O projeto para a revitalização da área ainda está em andamento, mas apesar dos prédios bonitos, ouvi de vários alemães que a população não está ocupando a área como previsto por conta dos altos custo. Leia mais sobre isso aqui e aqui. A região foi recentemente incorporada aos Patrimônios Mundiais da UNESCO.



Speicherstadt em Hamburgo

Speicherstadt em Hamburgo

Speicherstadt em Hamburgo

Esse prédio do meio na foto anterior será a futura Filarmônica do Elba, ou Elbphilarmonie e sua construção está mais do que superfaturada e atrasada, causando muitas polêmicas na Alemanha. Leia mais aqui (em português) e aqui (em espanhol). Paramos para um café/bebida quente/docinhos/lanchinho em uma das muitas filiais da Schanzenbäckerei (padaria) - esqueci de tirar fotos!

Michaeliskirche em Hamburgo

Seguimos então para a Michaeliskirche ou Igleja de São Miguel, também uma das 5 principais igrejas de Hamburgo. O pórtico com o arcanjo Miguel é maravilhoso e o interior da igreja também. Aqui está enterrado um dos filhos de Bach, que também era músico. Esta é a terceira construção no local, do fim do século XVIII. É possível ver o antigo órgão tocando e até subir na torre, uma das mais antigas da cidade e com ótima vista! Leia mais sobre isso no blog Viagem Hamburgo (não tive tempo de subir).

Michaeliskirche em Hamburgo

Michaeliskirche em Hamburgo

Já estávamos no famoso bairro de St Pauli e continuamos a caminhada. Na foto abaixo podemos ver à esquerda, o monumento a Bismarck (construído entre 1903 e 1906, é o maior monumento dedicado a este estadista alemão - clique nos links para ler mais sobre ele que não fez "quase nada", só unificou a Alemanha e foi chanceler), no centro o Hamburger Dom e à direita, as Tanzende Türme ("Torres Dançantes").

caminhando por St Pauli, Hamburgo
Ao centro, a Hamburger Dom - quando se fala em Alemanha, "Dom" significa na maioria das vezes catedral. Mas no caso de Hamburgo, Hamburger Dom (em inglês) não tem nada a ver com igreja! São 3 feiras conhecidas com esse nome, a da primavera, do verão e a do inverno!

Andamos pela região e aparentemente a famosa rua Reeperbahn parece uma rua normal, mas à noite ela se transforma. Mais para a frente do post tem mais detalhes.

Reeperbahn, Hamburgo

Estávamos procurando um lugar para comer, mas rodamos muito e não achávamos nada na direção do rio, então voltamos depois para a Reeperbahn.

beira do rio em St Pauli

Encontramos sem querer um restaurante de donos portugueses, com uma comida simples, mas muito gostosa e preço não abusivo. A maioria dos locais por perto eram só de lanches ou cafeterias e queríamos uma refeição de verdade. O do Mundo Restaurante Cafe Bar serve também muitas variedades de kebabs, mas ninguém do grupo pediu apesar de aparentemente fazerem sucesso no local.

Onde comer em Hamburgo, Alemanha
Pedi um frango com batata e salada que estava gostoso.

Voltando para a Reeperbahn, já estava começando a escurecer e paramos também em uma feira de Natal, aparentemente inofensiva.

St Pauli e Reeperbahn, Hamburgo
Em cima à direita, zoom na legenda da feira - observem o número 1!!! E as barraquinhas não vendiam produtos usuais de feira de Natal não (foto de baixo à esquerda)!!!

O bairro St Pauli é famoso pela vida noturna e liberdade então não é recomendado para menores de 18 anos à noite! A região é famosa na Europa inteira para festas de despedidas de solteiros e está cheia de bares, discotecas, cassinos, sex shops e casas de striptease. Foi aqui também que os Beatles tocavam no início da carreira. Leia mais sobre o bairro no blog Viagem Hamburgo. Leia sobre a rua Reeperbahn (em espanhol), o centro da vida noturna do bairro.

St Pauli e Reeperbahn, Hamburgo
Casa de striptease em cima do McDonald´s? Tem! Revolveres na vitrine? Tem!

Já estava quase na hora de voltar e o passeio acabando. De lá, pegamos o metrô para voltar para a estação de trens de Hamburgo e voltar para Berlim! Se fosse verão, ainda estaria claro, mas já era inverno então estava super frio e escuro.

Hamburgo., Alemanha
Decoração de Natal na Hauptbahnhof

Está procurando por hospedagem para sua viagem??? Reserve pelo Booking através dos links e banners do blog, não pague nenhum centavo a mais por isso e colabore na manutenção deste blog! Obrigada!

Um dia (até menos por conta do inverno) foi suficiente para dar uma volta na cidade, mas não conseguimos entrar nas atrações, por exemplo a famosa Miniatur Wunderland (leia aqui também - algumas pessoas do grupo tentaram ir mas ficaram a tarde inteira na fila!!!), o Museu da História de Hamburgo, o túnel St Pauli Elbtunnel (veja no vídeo abaixo como é legal) ou ver como é o famoso fischmarkt - mercado de peixes domingo de manhã (marcados no mapa do início do post em marrom).

Bom, no fim das contas, Hamburgo ainda não me conquistou, o que é bem estranho sendo que eu AMO toda e qualquer cidade que visitei na Alemanha, exceto Hamburgo. Mas para não te desanimar por completo, deixo aqui um post legal do blog Aprendiz de Viajante, outro do Viaje na Viagem e 2 vídeos! Eles não pegaram um dia tão ruim como eu e pode ser que este seja o favor decisivo entre gostar e não gostar da cidade...



No começo do vídeo abaixo, as falas são em inglês, mas a maior parte dele é só de imagens mesmo.



Alguém aí teve uma experiência melhor em Hamburgo? Ou não gostou tanto como eu?


Você já curte nossa fanpage no Facebook, já segue o nosso Twitternosso Instagram e o Google+?

2 comentários:

  1. Oi Fernanda, tudo bem? Vou passar por Hamburgo amanhã e a julgar pelo frio que tem feito, acho que também só vou querer uma cafeteria. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hehehe Tô torcendo aí pra vc pegar um tempo melhor! Qualquer coisa, foge pro Miniatur Wunderland - como é dia de semana, acho que estará menos cheio!

      Excluir