domingo, 21 de agosto de 2016

Onde ficar em Padova?

No planejamento para a viagem da Itália, uma das coisa mais difíceis foi decidir se dormíamos em Padova ou Verona. As 2 cidades estavam no roteiro de qualquer jeito e muitas vezes são conhecidas em bate-volta de Milão (no caso de Verona) ou de Veneza (no caso das 2), mas os hotéis que queríamos em Milão e Veneza eram muito caros então pensamos em ficar 3 noites em Padova ou Verona e usar esses dias para conhecer as 2 cidades, sem precisar aumentar o número de noites em nenhuma das cidades caras.



Hospedagem em Padova x hospedagem em Verona


Pesquisei muito as 2 cidades, o que fazer, onde comer, os preços/horários de trem/duração das viagens, etc e não consegui chegar a conclusão nenhuma sobre qual seria melhor ficar! No fim das contas, escolhemos ficar em Padova (e fazer bate-volta para Verona) mais porque estava impossível achar hotel decente para aqueles dias em Verona. Nas 2 cidades, íamos escolher algum hotel "longe" da estação de trem (por diversos motivos) então gastaríamos com táxi tanto na chegada quanto na saída com as malas.

Basilica di Santo Antonio - Padova e Casa da Julieta - Verona
Padova ou Verona? Santo Antônio ou Julieta?



Agora após voltar da Itália, chegamos à conclusão de que fazer um bate-volta para Verona não é/não foi o ideal, mas se tivéssemos feito o contrário, o bate-volta para Padova também não seria o ideal. Escolhas da vida de viajante...

O nosso hotel em Padova - Hotel Al Santo


Uma das boas surpresas da viagem e definitivamente a hospedagem mais calorosa, foi o Hotel Al Santo em Padova! Ótima localização (a pouquíssimos passos de uma das principais atrações da cidade - Basilica de Santo Antônio), restaurante legal, hotel familiar com atendimento super personalizado e preço baixo - a combinação perfeita!

Hotel Al Santo Padova
Apesar da fachada não ser promissora, o hotel foi melhor do que o esperado - foto do site do hotel

Hotel Al Santo Padova
Apesar da fachada não ser promissora, o hotel foi melhor do que o esperado - foto do site do hotel

Hotel Al Santo Padova
Recepção - foto do site do hotel

Hotel Al Santo Padova
Recepção - foto do site do hotel

O hotel é simples e tem alguns "probleminhas" - e por isso a nota nos sites por aí é boa, mas não é ótima, mas nada que comprometa a estadia. Eu diria que o pior é o elevador pequeno que para entre um andar e outro então de qualquer jeito vai ter um perrenguinho de alguns degraus para chegar em qualquer quarto com malas! rs Nós ficamos em um quarto triplo bem grande com banheiro grande também, mas este era parcialmente adaptado para cadeirantes, mas com um degrau na porta e outro para o box!!!

Hotel Al Santo - Padova

O ar condicionado funcionou bem - o que foi melhor do que outros hotéis mais caros nessa viagem! A decoração é bem simples e meio datada, mas isso é o de menos, né? Digo "meio" porque enquanto a poltrona do quarto era total cara de anos 80, o lustre era total 2010! Vai entender! O chão do quarto era de madeira e rangia um pouco quando andávamos.

Conseguimos fazer o check-in antes do almoço, o café da manhã tinha bastante opção e o principal atendente (que desconfiamos que fosse o filho da dona) era super simpático e puxava conversa sobre o Brasil, sobre o Peru, sobre a Itália etc. Vou falar mais sobre o restaurante do hotel em outro post com dicas de onde comer em Padova, mas já adianto que foi aprovadíssimo! Se bobear, o melhor da viagem.

Hotel Al Santo - Padova
Pães, frutas, queijos, frios, manteiga, geléia, sucrilhos etc.

No caso de Padova (e de Verona também), as principais atrações e restaurantes ficam longe da estação de trem. Se você tiver tempo e disposição dá para ir caminhando, mas com malas fica bem longe, então preferimos ficar "longe" da estação de trem e perto das atrações e restaurantes dessa vez! Pegamos táxi da estação para o hotel e do hotel para a estação e ficou cerca de 11 euros cada trajeto. É possível fazer o trajeto de transporte público facilmente, mas com as malas e ainda tendo que andar o trechinho do ponto do tram até o hotel, preferimos gastar cerca de 5 euros a mais e ir de táxi (estávamos em 3 pessoas).

Basílica de Santo Antônio - Padova
Escolhemos ficar a uma quadra da Basílica de Santo Antônio!

Se você não quer luxo, definitivamente recomendo o Hotel Al Santo em Padova!

Outras opções de hospedagem que consideramos em Padova


As outras opções que estavam na nossa listinha para observar os preços eram Diamantino Town House bem no burburinho turístico e também o  Majestic Toscanelli. Na mesma região (das principais praças da cidade) estavam os apartamentos MyPlace Riviera Ponti Romani, o  Alloggio Arco e o Residence Piazza Garibaldi.

Perto da Basílica de Santo Antônio e perto do Hotel Al Santo achamos bom também o Hotel Al Fagiano e o Hotel Giotto (este último com localização pior). Mais perto da praça Prato della Vale (e portanto um pouquinho mais longe da estação de trem e do centro, mas ainda a uma distância caminhável do centro), encontramos o moderninho Hotel M14 e um dos melhores e mais caros da cidade, Belludi Home (apartamento). Entre a basílica e a Prato della Valle tem o Hotel Belludi 37, que parece muito bom e tinha grandes chances de ser o escolhido se não estivesse lotado nas nossas datas.







Este post contém links para programas de afiliados.


Você já curte a fanpage no Facebook, já segue o Twitter, o Instagram, o Google+ e o Pinterest?

Nenhum comentário:

Postar um comentário