terça-feira, 6 de junho de 2017

O que fazer em Ferrara além do Castelo Estense (Itália)

Uma das atrações que eu mais queria conhecer na região de Bolonha era o castelo de Ferrara. É raríssimo encontrar dicas em português na internet do que ver e fazer na cidade além do famoso castelo e como já estávamos cansados no dia que fomos a Ferrara, acabamos nos limitando só ao castelo mesmo e não exploramos muito mais de Ferrara - uma pena!

As origens da cidade são meio misteriosas. O nome da cidade foi citado pela primeira vez em um documento de 753 AD. O auge da cidade foi alguns séculos mais tarde, sob domínio da família Este. Com a fundação da universidade em 1391 houve um crescimento significativo das artes e da cultura, quando a cidade atraiu nomes como Petrarca, Ariosto, Ticiano, Bellini e outros. Em 1598, a família Este foi forçada pelo Papa a retirar-se para Modena e a ceder seus domínios aos Estados Pontífices. Ferrara teve um papel ativo no Risorgimento italiano.

Castelo Estense, Ferrara
Não há dúvidas de que o castelo é o principal atrativo da cidade! Veja o post exclusivo sobre ele!

Castelo Estense, Ferrara


Leia aqui todos os posts sobre Bolonha e região no blog! Ainda faltam muitos!



Da estação para o Castelo


Mas é claro que já no caminho entre a estação de trem e o castelo e na volta já vimos coisas bem interessantes e vou falar delas neste post, além de citar algumas coisinhas que acabei descobrindo só quando fui escrever sobre a cidade! :(

A caminhada da estação de trem até o centro da cidade já foi um pouco maior do que esperávamos.


Ferrara, Itália

Antes e depois de entrar no castelo, ainda tiramos algumas fotos na Piazza del Municipio, Piazza dellaCattedrale, Piazzetta del Castello, Piazza Savonarola e na Piazza Trento-Trieste.

Receba a nossa newsletter quinzenal! Não se preocupe porque não fazemos spam!


* indicates required











Piazza del Municipio, Palazzo Municipale e Piazza della Cattedrale


O aspecto medieval de todas as essas e exatamente o que eu estava procurando na Itália! A Prefeitura (ou Palazzo Municipale) começou a ser erguida em 1243. Foi residência da família Este (a do castelo!) até o século XVI, quando estes se mudaram para o castelo.

Palazzo Municipale, Piazza del Municipio e Torre dell´Orologio, Ferrara

Palazzo Municipale e Catedral de Ferrara

Palazzo Municipale e Catedral de Ferrara

Você sabia que o seguro viagem é OBRIGATÓRIO para entrar na Europa??? Para viajar tranquilo, garanta já o seu seguro viagem com a parceira do blogSeguros Promo - comparador de preços com as melhores seguradoras do mercado! Você não gasta nenhum centavo a mais por isso e colabora para manter o blog!




Cattedrale


Acabamos não entrando na catedral porque fomos primeiro ao castelo e na saída ela estava fechada para a siesta. Sim, muita coisa fecha na Itália após o almoço e reabre somente no final da tarde - muitas igrejas inclusive - e isso atrapalhou o nosso plano muitas vezes. Não sabia que na Itália, a siesta atrapalha os turistas até mais do que na Espanha! Horários de funcionamento: 7h30-12h/ 15h30-18h30.

A catedral do século XI tem uma fachada belíssima dividida em 3 partes: o início tem estilo romanesco, visível na parte mais baixa. Acima da porta central, vemos São Jorge e cenas do Novo Testamento, trabalho do escultor Nicholaus (1135). A parte superior foi construída décadas depois m estilo gótico e além dos numerosos arcos e janelas temos "O Último Julgamento" em cima da loggia central. Sâo diversos santos, anjos e outras figuras esculpidas na fachada.

Catedral de Ferrara, Itália

Catedral de Ferrara, Itália

Piazza Treno_Trieste, Ferrara
Achei muito interessante essa galeria na lateral da igreja, cheia de lojas desde a era medieval- Loggia of the Merchants!

Piazza Trento - Trieste, Ferrara
Na Piazza Trento - Trieste funcionava o mercado de Ferrara por séculos


Guarda-chuvas na Via Mazzini


Uma das surpresas mais fofas de 2016 foi encontrar essa rua cheia de guarda-chuvas coloridos nas cercanias da catedral! Pelo que andei pesquisando na internet, foi uma iniciativa temporária dos comerciantes da rua e apesar do sucesso com os visitantes nas redes sociais, não deve voltar a se repetir em 2017 por decisão da Prefeitura.

Guarda-chuvas na Via Mazzini

Guarda-chuvas na Via Mazzini

Guarda-chuvas na Via Mazzini

Guarda-chuvas na Via Mazzini

Não exploramos muito além por causa do cansaço geral da viagem e voltamos cedo para Bolonha para descansar e fazer umas comprinhas. Caso ficássemos em Ferrara mais algumas horas, gostaria de ter explorado as margens do rio Pó e seus afluentes (a cidade está às margens do Pó de Volano), as muralhas da cidade, o Palazzo dei Diamante (é o mais famoso dessa listinha - são mais de 8.500 blocos de mármore esculpidos em formato de diamante na fachada do palácio!), a Via delle Volte (ruazinha fofa - importante centro comercial da época medieval), San Cristoforo alla Certosa, Palazzo Massari, Palazzo Schiofanoia, Casa Romei e o Palazzo di Renata di Francia.


O que comer em Ferrara


A cidade é casa do tortelli di zucca - capeletti recheado com abóbora (veja receita neste link) - maravilhoso! Não deixe de experimentar! No nosso caso, a fome era tanta que paramos no primeiro restaurante que vimos essa opção no cardápio bem no miolinho turístico entre o castelo e a catedral. O restaurante era barato, mas não era grandes coisas e foi uma refeição sem destaques, apesar da vista para a catedral. Reviews do Bar Nazionale no Tripadvisor.

Almoçamos aqui porque a fome era grande. Os preços do prato executivo do almoço eram baixos, mas a comida não era nenhum primor. Super básica e simples, servida até com talher de plástico!!! A melhor parte é a vista da catedral (sentamos no andar de cima porque no andar de baixo tinha gente fumando nas mesas de fora - e é desagradável comer com fumaça - e na parte de dentro só tem mesa pequena).

O que comer em Ferrara - tortelli di zucca
Tortelli di zucca e aperol spritz


Colocando Ferrara no seu roteiro


Eu fiz um bate-volta de Bolonha para Ferrara de trem e foi bem rapidinho e barato (4,60 euros cada trecho). Se você estiver de carro, Ferrara é uma ótima opção de parada entre Bolonha e Veneza (ou entre Florença e Veneza), pois fica bem no meio do caminho! Mas de trem, infelizmente não consegui achar a informação (nem online e nem in loco) se existe guarda-volume na estação de Ferrara e por isso fica inviável para quem está de trem e malas. Aliás, achei a informação que NÃO existe, mas talvez algum negócio ali da estação resolva o problema dos turistas cobrando um taxa, mas não sei... Leia mais sobre Ferrara no blog Viva Toscana.

Alguém aí aproveitou Ferrara além do castelo e tem mais dicas para dar? Deixe nos comentários!


Você já curte a fanpage no Facebook, já segue o Twitter, o Instagram, o Google+ e o Pinterest?

Nenhum comentário:

Postar um comentário