quarta-feira, 9 de março de 2016

Quedlinburg - a cidadezinha mais linda que visitei durante meu intercâmbio na Alemanha!

Depois que li um post lá no Agenda Berlim, fui obrigada a incluir a cidadezinha de Quedlinburg (leia mais sobre a história da cidade em espanhol) no meu roteiro em Berlim!!! Não é um bate-volta super tranquilo porque fica meio longe, mas para quem gosta de casas enxaimel como eu, acho que é o lugar mais perto de Berlim onde você pode ver tantos exemplares!

A cidade com seu centro histórico fofinho e cerca de 1.200 casas enxaimel de 6 séculos diferentes foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1994. Na principal igreja da cidade, está o túmulo de Henrique I, o 1o rei alemão, o de sua esposa Mathilde (o casal são pais do Otto que falei no post sobre Magdeburgo) e um tesouro! A cidade foi citada em documentos antes do ano mil e quando Mathilde (Santa Matilde)  ficou viúva, construiu ali um convento. A cidade entrou na Liga Hanseática, teve um crescimento grande durante a Guerra dos Trinta Anos e pertenceu à Alemanha Oriental (socialista) entre 1949 e 1990.

Vou fazer outro post sobre a região do Harz (onde Quedlinburg está) e aí escrevo também as dicas de transporte por ali, como chegar, como circular etc. Aliás, como já contei aqui no blog, a região do Harz era um destino popular para as férias dos alemães orientais nos anos da Guerra Fria.

Rathaus Quedlinburg, Alemanha
Prefeitura MARAVILHOSA no outono - do século XIV!




Seguro viagem europa 468x60

Saí caminhando da estação pois a distância até o centro é curta.

Quedlinburg, Alemanha

Quedlinburg, Alemanha

Quedlinburg, Alemanha

Quedlinburg, Alemanha

Quedlinburg, Alemanha

Finalmente cheguei na praça principal - Markt - e além das casas encantadoras, estava acontecendo uma feira ali. A cidade oferece alguns walking tours, mas são poucos os horários em inglês então eu preferi fazer o tour com audioguide. Além dos 7 euros do audioguide, deixei 20 euros de depósito, que recebi de volta quando entreguei o aparelho no fim da tarde. Podia deixar um documento ou celular também, mas não levei meu passaporte e queria usar o celular para tirar fotos.

Markt Quedlinburg, Alemanha

Markt Quedlinburg, Alemanha
Esse trenzinho acima à direita faz tours pela cidade de hora em hora das 10h às 16h todos os dias da semana (duração 45 minutos) - sai ali da praça principal, pertinho da prefeitura.

Rathaus Quedlinburg, Alemanha

Rathaus Quedlinburg, Alemanha
Acima à direita, estátua de Rolando.

Markt Quedlinburg, Alemanha

Saí da praça e fui seguindo o mapa abaixo, com o trajeto do audioguide e pontos interessantes marcados. Acabei não anotando, mas tem várias explicações sobre as igrejas, praças e casas antigas preservadas da cidade então achei que valeu super a pena! Ainda mais em um lugar onde é difícil achar informação na internet que não seja em alemão!

audioguide Quedlinburg, Alemanha

Quedlinburg, Alemanha

Quedlinburg, Alemanha

Quedlinburg, Alemanha

Quedlinburg, Alemanha

Quedlinburg, Alemanha

Beneditktkirche, Quedlinburg, Alemanha
Beneditktkirche - achei essas torres diferentes super esquisitas!

Quedlinburg, Alemanha

Quedlinburg, Alemanha

Claro que em uma cidade com tanta casa enxaimel, alguém ia ter a ideia de fazer um museu sobre casas/construções enxaimel ou em alemão Fachwerkbaumuseum (entrada 3,00 euros). O mais legal é que elas parecem pequenas por fora, mas são sempre maiores do que parecem. Alguns pisos (e escadas) são meio irregulares, mas chega a ser inacreditável que algumas estão de pé mesmo há uns 800 anos (tem muita reconstrução também)! Explicação sobre o estilo enxaimel em português.

Fachwerkbaumuseum, Quedlinburg, Alemanha
Esse prédio é a construção do tipo mais antiga do país (século XIV)!

O museu fica aberto de 6a à 4a, das 10h às 16h de Novembro a Março e das 10h às 17h de Abril a Outubro.

Fachwerkbaumuseum, Quedlinburg, Alemanha

Quedlinburg, Alemanha

Blasiikirche, Quedlinburg, Alemanha
Blasiikirche - essa é bem mais simples.

comendo em Quedlinburg, Alemanha - Harzer Baumkuche
Voltando para a praça Markt, comi um frikadelle com salada de batatas (esquerda - 6,20 euros) em um restaurante simples ali mesmo (que não anotei o nome) e já comprei um docinho na feira (que estava acabando) para comer mais tarde - esse Harzer Baumkuche (direita - 4,20 euros), que achei meio seco, mas estando ali, tinha que experimentar!

Fui seguindo então para o castelo da cidade!

Quedlinburg, Alemanha

Quedlinburg, Alemanha

Quedlinburg, Alemanha

Quedlinburg, Alemanha
Essa pracinha na entrada do castelo é perfeita para tomar um café e descansar! Linda e super movimentada com lojinhas, cafés e restaurantes.

Quedlinburg, Alemanha
Dali já dava para ter essa vista do castelo



Castelo de Quedlinburg, Alemanha
Já no complexo do castelo (que fica aberto para visitação de 3a a domingo, das 10h às 16h de Novembro a Março e das 10h às 18h de Abril a Outubro). Em novembro/2014, paguei 7,00 euros pelo ingresso combinado igreja + castelo.

ticket do trem e ingressos para os museus de Quedlinburg
Ticket do trem e ingressos para as atrações que visitei em Quedlinburg

Castelo de Quedlinburg, Alemanha

Stiftskirche St. Servatii, Quedlinburg, Alemanha
Stiftskirche St. Servatii

Stiftskirche St. Servatii, Quedlinburg, Alemanha

Stiftskirche St. Servatii, Quedlinburg, Alemanha
As 2 câmeras no transepto guardam o tesouro legendário, que não é muito grande, mas tem um imenso valor. Parte do tesouro foi roubado na 2a Gerra e devolvido somente em 1993. O tesouro consiste em relicários, livros gospels, um pente de Henrique I, tapeçaria e outras relíquias.

tesouro de Quedlinburg, Alemanha
foto scaneada de folder da atração

Stiftskirche St. Servatii, Quedlinburg, Alemanha
A cripta (acima à direita) é do ano 1200 aproximadamente. A igreja colegiada está aberta de 3a a sábado das 10h às 18h e de domingos e feriados das 12h às 18h. Entre Novembro e Março, a igreja fecha às 16h.

Quedlinburg vista do castelo (Alemanha)
A vista da cidade lá do castelo é magnífica!

Castelo de Quedlinburg, Alemanha
É possível visitar os aposentos das abadessas, além de salas com achados arqueológicos e sobre a história da abadia, da cidade e do Sacro Império Romano.

Desci novamente para a Markt para devolver o audioguide, dar uma olhada nas lojinhas e casas que ainda não tinha visto, antes de voltar para a estação de trem e para Berlim.

Markt Quedlinburg, Alemanha

Quedlinburg, Alemanha
A rua para ir e voltar da estação e suas travessas já são um show!

Quedlinburg, Alemanha

Tem como não amar essa cidade??? Vejam um pouquinho da cidade no vídeo em inglês abaixo da Deutsche Welle - tem bastante coisa sobre o tesouro:




Você já curte nossa fanpage no Facebook, já segue o nosso Twitternosso Instagram e o Google+?

17 comentários:

  1. que cidade mais fofa gente *_* infinitas casas em enxaimel (ou seria de?) uma mais linda que a outra...sem falar na prefeitura phynesse...eu ri muito quando vi que o pente tinha sido roubado..ai vi a foto do pente o.O deve valer uns bons euros ahueaheuaheuah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que é "em" pq seria "em estilo enxaimel"... sei lá rs. hehehe E tem muita coisa no tesouro além do pente, mas não pode tirar foto (por isso que peguei do folder).

      Excluir
  2. Que casinhas liiiiiindas! <3 <3 <3
    Essa cidadezinha me lembrou muito algumas da região da Transilvânia, na Roménia, sabia! Algumas cidades lá, como Sibiu e Brasov, foram colonizadas por alemães :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai meu Deus, não sabia disso! Já queria ir pra Romênia antes, agora então!!! aiaiai Essa wishlist de viagem que nunca acaba...

      Excluir
  3. Como eu vou fazer para conhecer todas essas cidades lindinhas da Alemanha?! Quero morrer toda vez que descubro um lugar novo por aqui haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, eu tenho uma lista gigante de cidadezinhas alemãs que PRECISO conhecer! Super te entendo rs.

      Excluir
  4. A cada post sobre a Alemanha tenho mais vontade de ir pra lá. Lindo lugar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fico louca tb a cada lugar que descubro por lá e que ainda vai demorar pra eu conhecer...

      Excluir
  5. Que cidade mais fofa, amei! As fotos parecem paisagens de quebra-cabeça! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo Gabi! Nunca tinha pensado nisso... Essa prefeitura aí dá um quebra-cabeça perfeito!

      Excluir
  6. Nunca tinha ouvido falar nessa cidade, acredita?
    Adorei as casinhas, são lindas! Você está me inspirando muito a dar mais uns rolês na Alemanha!
    Curti ;)
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É que a cidade não é famosa mesmo, entre os brasileiros então, menos ainda! hahaha espero que vc volte pra Alemanha MESMO!

      Excluir
  7. Fer, que sensacional! Amo cidadezinhas medievais e estou amando cada vez mais a Alemanha por sua causa. E o que é essa pracinha na entrada do castelo!!! Já me imaginei tomando um café por lá! Obrigada por mais um ótimo post sobre a Alemanha. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo elogio!!! Se gosta de cidadezinha medieval, tem tudo para amar a Alemanha inteira hehehe. Quando eu saí do castelo, o sol já estava começando a se por, ou seja, frio chegando e aí a pracinha já não tava mais gostosa, mas ainda bem, se não teria perdido meu trem de volta! rs

      Excluir
  8. Olá! Gostaria de saber se é possível o bate-volta durante a semana. Há trens diários? E quanto tempo demora a viagem? Obrigada! Amei as fotos!

    ResponderExcluir
  9. Ai, esqueci de pedir para ser notificada. Por isso gostaria que você me respondesse por esse comentário. Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existe sim! Pela Deutsch Bahn, mas é bem mais caro (ainda mais se comprar de última hora - pra amanhã ida está 20 ou 35 euros dependendo do horário e volta 60 euros pra vc ter uma ideia) e vc precisa trocar de trem. São poucos horários, mas tem.

      Excluir