terça-feira, 24 de agosto de 2021

Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas

Ano passado fui indicada lá no Instagram do blog Matraqueando para dar dicas sobre turismo na região do rio Mosel (ou Mosela) na Alemanha, mas é uma região que explorei pouco. Mesmo assim, o pouco que sei somando com o conhecimento dos meus pais que fizeram alguns roteiros de vinícolas na região alguns anos atrás, passei algumas dicas pra ela e repito neste post.


Esquina alemã em Koblenz - Deutsches Eck - Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas
"Esquina alemã" em Koblenz - Deutsches Eck  - encontro dos rios Mosel e Reno



O rio Mosel nasce na França, passa por Luxemburgo e se junta ao rio Reno na Alemanha, na cidade de Koblenz (formando a Deutsches Eck ou "esquina alemã"). São 545 km de extensão e é o principal afluente do rio Reno. As principais cidades na parte alemã são Trier no começo, a cidade mais antiga da Alemanha cheia de ruínas e construções romanas e patrimônio da UNESCO (passei um fim de semana lá, gostei demais e voltaria porque não vi tudo) e na outra ponta, Koblenz (onde passei uma tarde - subi na fortaleza do outro lado do rio - tem teleférico para atravessar - com a melhor vista da "esquina alemã" e fiz um passeio rápido pelo centro e pela orla do Reno).



Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas - mapa
Mapa do rio Mosel e seus principais pontos turísticos






Você sabia que o seguro viagem é OBRIGATÓRIO para entrar na Europa??? Para viajar tranquilo, garanta já o seu seguro viagem com a parceira do blogReal Seguros - comparador de preços com as melhores seguradoras do mercado! Você não gasta nenhum centavo a mais por isso e colabora para manter o blog!


Seguro viagem europa 336x280



Tem passeio de barco também pelo Moselapesar de menos famoso e menos horários do que o passeio de barco pelo Reno (que pela pergunta tão específica, imagino que a seguidora do Matraqueando já conheça). São diversas opções tanto de excursões de meio dia com ticket de ida e volta, como também barcos regulares, onde você compra somente um trecho específico. Geralmente os barcos estão em funcionamento entre abril e outubro.

Outros destaques são Cochem (cidade linda com um castelo - Reichsburg), o Burg Eltz (um dos castelos mais famosos da Alemanha) e a fofa Bernkastel-Kues ou ainda outras cidadezinhas menores e bastante charmosas como Beilstein, Alken, Traben-Trarbach, Alf  e Zell an der Mosel.  Sempre procure pela praça principal se resolver parar em alguma das menores cidades para encontrar a parte mais bonitinha e mais preservada. Durante os trajetos pela região, tanto de barco, como de trem ou carro, as parreiras das vinícolas estão sempre presentes na janelinha.

Os destaques em Cochem são passear pela promenade na beira do rio com restaurantes, bares, hotéis e lojinhas interessantes, a praça principal e arredores (Markt) e o castelo que domina a paisagem do alto do morro. Você pode visitar o Reichsburg com tour guiado e aproveitar a vista da cidade lá de cima. O castelo construídos pelos Condes Palatinos foi mencionado pela primeira vez em um documento oficial em 1051. Tem um teleférico (Cochemer Sesselbahn) que te leva para outra montanha na cidade (Pinnerberg) e do café você tem vista para a cidade, com o castelo ao fundo. A vista da ponte para a cidade e o castelo é bastante famosa - a foto abaixo deve ter sido tirada de lá. Cochem foi fundada pelos romanos, mas só se tem registros de sua História do ano 886 para frente. Pertenceu ao eleitorado de Trier, foi ocupada por tropas francesas do Napoleão e o castelo destruído só foi reconstruído entre 1869 e 1877 por um empresário berlinense.


Cochem e o Reichsburg - Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas
Cochem e o Reichsburg no alto - Foto: Kail Pilger - CC SA 4.0






O Burg Eltz, cercado por natureza, está nas mãos da mesma família há séculos. Para conhecer de final de semana, é um pouco mais fácil ir de transporte público, mas durante a semana, um carro facilita demais para não engessar o seu roteiro com horários escassos de transporte. Ele fica escondido no meio da natureza então todo mundo dia que o caminho para chegar até lá é lindo e surpreendente.


Burg Eltz - Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas
Burg Eltz. Foto: Alexandre Prevot - CC BY SA 2.0




Moselschleife Bremm Aussichtspunkt - Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas
Moselschleife Bremm Aussichtspunkt - Foto: Andreas Lippold CC SA 4.0


O rio Mosel faz várias curvas formando cenários maravilhosos como o da foto acima! Coloque no Google "Moselschleife Bremm Aussichtspunkt" para direções para essa daí, mas não é a única curva legal - preste atenção durante a viagem. Para conhecer esse ou outros pontos de observação ("Aussichtspunkt" em alemão) ou até mesmo outras cidadezinhas fofas na beira do Mosel, o ideal é fazer o roteiro de carro e o mais prático para quem sai do Brasil é chegar pelo aeroporto de Frankfurt e sair de lá com carro alugado (para quem tiver tempo, vale a pena sim explorar Frankfurt por alguns dias antes de seguir viagem - são mais de 30 posts aqui no blog sobre a capital financeira da Alemanha). Para muitos desses lugares seria possível conhecer de trem (ou ônibus), mas o tempo gasto entre um ponto e outro seria muito maior e só vale a pena se o turista quiser focar somente nas cidades principais.



Alugando carro através do parceiro do blog, Rentcars, você não paga nada a mais por isso e contribui para o blog, que receberá uma comissão!



Koblenz não é longe de Bonn ou Limburg an der Lahm e Trier fica perto de  Saarbrücken e Luxemburgo (passei um final de semana no país pequeninho e foi pouco! Além da capital fofa, recomendo Vianden e seu castelo) e tudo isso combina também com um passeio pelo rio Reno (ficando somente entre as recomendações por perto para seguir viagem - se aumentarmos a distância, as opções triplicam).




Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas - Koblenz
Centrinho de Koblenz - algumas praças, estátuas e igrejas

Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas - Koblenz e o Deutsches Eck
Eu no Deutsches Eck em Koblenz

Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas - Koblenz e a Festung Ehrenbreitstein
Subindo de teleférico para a fortaleza do outro lado do rio - Festung Ehrenbreitstein

Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas - Koblenz e a Festung Ehrenbreitstein
fortaleza Festung Ehrenbreitstein

Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas - Koblenz e a Festung Ehrenbreitstein
fortaleza Festung Ehrenbreitstein

Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas - Deutsches Eck visto da fortaleza Festung Ehrenbreitstein em Koblenz
Deutsches Eck visto da fortaleza Festung Ehrenbreitstein em Koblenz



Veja aqui as dicas sobre o meu roteiro de um fim de semana em Trier - já adianto que foi pouco tempo para taaanta ruína romana na cidade mais antiga da Alemanha - mais de 2 mil anos de História (por sinal, o conjunto está na lista de patrimônio mundial pela UNESCO)!


Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas - Porta Nigra em Trier
Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas - Porta Nigra em Trier

Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas - Porta Nigra em Trier
Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas - Porta Nigra em Trier

Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas - Konstantin-Basilika/Kaisersaal/Aula Palatina em Trier
Konstantin-Basilika/Kaisersaal/Aula Palatina

Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas - Kaiserthermen
ruínas dos banhos termais - Kaiserthermen

Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas - Praça Hauptmarkt em Trier
Praça Hauptmarkt

Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas - Catedral de São Pedro em Trier
Catedral de São Pedro

Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas - Catedral de São Pedro em Trier
Catedral de São Pedro


A região vinícola do Mosel (Alemanha)


A viticultura começou na região por conta dos romanos, cerca de 2 mil anos atrás e a região vinícola do Mosel, às margens dos rios Mosel (ou Mosela ou Moselle), Saar e Ruwer é a mais antiga da Alemanha. Como curiosidade, o Calmont é o vinhedo mais íngreme da Europa.  Meus pais entendem bastante de vinho e inclusive minha mãe é sommelier e na região famosa pelos vinhos com a uva Riesling, eles gostaram muito de duas vinícolas: Weingut Selbach Oster e principalmente a Weingut Dr. Loosen. A época da colheita é o outono então eu diria que a melhor época para ver as parreiras cheias de uva seria final do verão e início do outono - eles viajaram em outubro.


Weingut Selbach Oster, com mais de 400 anos na tradição vinícola, tem uma vinoteca para eventos e degustação de vinho construída com material eco-friendly e com vista incrível para o rio. Preste atenção porque são em locais diferentes, mas bem perto.



 



A degustação de vinhos na Weingut Dr. Loosen custa 20 euros por pessoa e é necessário agendar pelo site. Eles também possuem quartos para quem quiser dormir ali. A vinícola tem diversas pequenas propriedades pela região.


 





Em Bernkastel-Kues, tem várias lojinhas de vinho que dá para degustar pagando por taça no centrinho perto da Michaelsbrunnen e na rua Burgstrasse. No alto do morro, tem um castelo em ruínas com vista para a cidade - Burgruine Landshut.





Receba a nossa newsletter quinzenal! Não se preocupe porque não fazemos spam!
* indicates required



Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas


Para conhecer a região do Mosel com calma, recomendo uma semana. Para os mais apressadinhos, 3 dias de carro no verão (que escurece mais tarde) dá para conhecer um pouco de Trier, Koblenz, Burg Eltz, alguma vinícola e algum passeio de barco, mas em ritmo bastante frenético - melhor em 4 dias. 



Onde se hospedar no Rio Mosel


Dá tranquilamente para escolher uma cidade como base e explorar as outras da região sem trocar de hotel, mas dá também para dormir em mais de um lugar dependendo do seu roteiro. Neste caso, deve considerar a disponibilidade de estacionamento para carro. Quem estiver de transporte público, é sempre recomendável se hospedar o mais central possível, nas proximidades das praças principais das cidades (Markt em alemão) ou entre a estação de trem e o centro. Fiz as pesquisas abaixo e selecionei onde eu me hospedaria caso fosse conhecer o rio Mosel em breve.

Em Trier, o hotel onde fiquei em 2014 deu uma caída na qualidade infelizmente - porque a localização dele era incrível! Não recomendo se hospedar perto da estação de trem de Trier porque ela é um pouco mais longe do centro histórico interessante. E apesar de não ser tão pequena, Trier tem menos opções de hospedagem seguindo alguns padrões mínimos que sempre sigo (wifi, notas altas do Booking, boa localização para fazer passeios e sair para jantar à pé, com estacionamento para este caso específico etc). Hoje escolheria me hospedar bem no centrinho histórico  no Ibis Styles Trier ou no Trier City Centre Appartments (no caso de quem prefere apartamentos). Uma opção um nível superior a estes seria o Mercure Hotel Trier Porta Nigra, em um prédio bem feioso, mas na cara do gol do monumento mais importante da cidade, em uma das avenidas que circula o centro histórico, com direito a restaurante e alguns quartos com vista para a Porta Nigra. Aqui estão todas as opções de hospedagem em Trier.

Em Cochem, recomendo o Hotel Villa Vinum Cochem  (com estacionamento) mais perto da estação de trem ou o super central Hotel am Markt (com estacionamento). O Hotel Karl Müller na beira do rio também oferece estacionamento e é um pouco mais refinado. Olhando para o mapa da cidade, escolha os hotéis do lado esquerdo do rio Mosel para estar mais perto do movimento. Aqui estão todas as opções de hospedagem em Cochem.

Em Koblenz, recomendo ficar "entre" a estação de trem e o Deutsches Eck. O outro lado do rio é bem menos interessante. Perto da estação e bastante moderno, o GHOTEL hotel & living Koblenz poderia ser a minha escolha. Outra opção moderna, mas no centro histórico é o sander Hotel. Com uma pegada mais "alemã", escolheria o Trierer Hof (no centro histórico) ou o Hotel Brenner (entre a estação e o centro). Todos os hotéis selecionados contam com estacionamento.  Aqui estão todas as opções de hospedagem em Koblenz.





Booking.com








Roteiro pelo Rio Mosel (Alemanha) com vinícolas no mapa


Marquei no mapa abaixo os pontos principais para conhecer no rio Mosel em roxo e os secundários em azul. Em preto, o aeroporto de Frankfurt e em rosa, outros destinos que combinam para antes ou depois de uma viagem pelo Mosel. Mainz está marcada para mostrar onde fica o rio Reno (entre Koblenz e Mainz fica a parte mais famosa, declarada patrimônio pela UNESCO, mas o rio sobe em direção a Bonn, Colônia e mais para o norte.).





E aí, quem mais ficou com vontade de passar uns dias pela região do rio Mosel??


Você sabia que pode reservar hotelalugar carro, garantir seguro viagem com descontopesquisar passagens aéreas, comprar chip de internet para usar no exterior, conseguir ingressos para atrações no Brasil e no mundo todo, além de guias de diversas cidades e países pelos links aqui do blog? Você não gasta nenhum centavo a mais e o blog ganha uma pequena comissão! Obrigada!

14 comentários:

  1. Parabéns pela matéria, muita informação com muita quilidade!

    ResponderExcluir
  2. Sou apaixonada pelas paisagens da Alemanha e amei essa região do rio Mosel! Não conheço esse lado do país e não sabia que havia um roteiro de vinícolas, mas já marquei aqui para quem sabe, num futuro não muito distante, eu consiga fazer esse roteiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, vale a pena demais!!! PS: tem vááárias regiões vinícolas na Alemanha. No post de amanhã (01/09), vou citar mais uma!

      Excluir
  3. Que região maravilhosa. Amei esse post tão rico e detalhado. Obrigada por compartilhar.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Nossa que lugar lindo, é a primeira vez que vejo algum post sobre a região do rio Mosel na Alemanha e já estou encantada, espero ter a possibilidade de conhecer esse lugar lindo no futuro.

    ResponderExcluir
  5. Fui lendo e viajando no barco, pensando que delícia deve ser passear pelo rio, passar por essas cidades tão lindinhas. Amei as fotos de Cochem e as dicas de turismo, acho que seria uma escolha certa para visitar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cochem é mesmo especial! E um passeio de barco pelo Mosel é lindo demais!

      Excluir
  6. Cada lugar lindo nesse roteiro pelo Rio Mosel na Alemanha! Tenho muita vontade de conhecer mais do interior do país, só consegui conhecer algumas cidades

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tb preciso explorar mais dessa região maravilhosa!

      Excluir
  7. Conheço pouco da Alemanha, então li o seu post com muita atenção. A região de Mose parece bem interessante, mas fiquei realmente encantada com as ruínas de Trier. Que fotos lindas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa região é maravilhosa mesmo e Trier suuuper especial - recomendo demais!

      Excluir

Todos os comentários no "Tá indo para onde?" passam por moderação e por isso não aparecem de imediato. Ele só vai aparecer quando for respondido. Em geral, os comentários são respondidos quinzenalmente.