terça-feira, 20 de setembro de 2016

Arena de Verona e Casa da Julieta - as principais atrações de Verona!

Claro que iria incluir Verona no meu roteiro de um pouco mais de 20 dias no norte da Itália! Mas no fim das contas, só tínhamos um dia mesmo e foi pouco tempo! Como a cidade é linda, foi o local onde mais tiramos fotos em um único dia e aí resolvi dividir as dicas aqui em 3 posts! O de hoje é sobre as 2 atrações mais famosas da cidade, a arena de Verona - uma das maiores e mais preservadas arenas romanas e a suposta Casa da Julieta!

Verona era uma colônia romana desde o século I AC e se estabeleceu como  comune autônoma no século XII. Durante um período dos séculos XIII e XIV, foi dominada pela família Scaligeri e em 1405 espontaneamente se rendeu à República de Veneza até a invasão de Napoleão em 1796. Passou um período sob domínio francês e outro sob domínio austríaco (aliás, teve uma hora que tive que me virar em alemão por lá!).  Em 1866, se tornou parte do Reino da Itália.

Arena de Verona


Datada do início do século I, é um dos maiores anfiteatros romanos ainda existentes e durante os meses de verão sedia um dos festivais de ópera mais famosos do mundo. Leia mais na Wikipedia. Tem capacidade para cerca de 30 mil espectadores. O anel externo foi quase completamente destruído com o terremoto de 1.117 e as pedras da arena foram então utilizadas para a construção de outros prédios.


Arena de Verona
Pegamos uma super chuva no nosso dia em Verona e a saída foi comer um almoço demorado ali de frente para a arena!



quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Lugares para conhecer em um dia saindo de Berlim!

Já são mais de 50 posts sobre Berlim aqui no blog, a maioria sobre a cidade mesmo, mas vários sobre cidades relativamente próximas para você fazer um passeio de um dia saindo da capital alemã. Berlim com certeza tem atrações mais do que o suficiente para uma vida inteira (tô falando sério), mas sempre é legal dar uma escapadinha e conhecer alguma outra cidade linda e única! Os passeios aqui neste post não estão na minha ordem de preferência, mas sim mais ou menos na ordem de preferência do que a maioria dos turistas faz.

Em roxo estão os bate-voltas mais comuns (consegui fazer todos),  em amarelo são os destinos menos óbvios para bate-voltas, mas que também conheci e em vermelho, são outras sugestões menos óbvias também, mas que não conheci ainda!



Este post sobre o transporte de trem e ônibus na Alemanha com certeza ajudará todos os passeios citados aqui! Para consultas de preços e horários de trem, utilize o site da Deutsche Bahn. Para quem adora dirigir, alugar carro sempre é uma opção também, apesar de bem menos prático levando em conta os centros históricos de algumas cidades.

1) Potsdam

Logística: Fácil

Beleza: Liiiinda

O mais fácil logisticamente falando. É tranquilo chegar nessa outra cidade completamente conectada ao sistema de transporte da capital. Mas um dia é muito pouco para quem quer conhecer além do famoso Palácio Sanssouci. Se você não se programar bem, vai ficar faltando tempo! Então siga as dicas do meu post exclusivo sobre Potsdam para você conseguir aproveitar melhor do que eu!

Palácio Sanssouci, Potsdam
Palácio Sanssouci

Neue Palais, Potsdam
Neue Palais

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Onde comer em Milão?

Na nossa viagem pela Itália, chegamos por Milão e fizemos a cidade como uma de nossas bases enquanto fazíamos alguns passeios na região (mais sobre isso em outros posts)! Sendo assim, ficamos 5 noites na capital italiana da moda e pudemos experimentar vários restaurantes. Alguns deles já tinha pesquisado do Brasil e encontrado recomendações em blogs brasileiros e outros descobertos ao acaso.

Segue um mapinha para vocês localizarem todos os locais que falo neste post. Os restaurantes deste post estão na ordem que comemos e tem dica de gelato no final!




Onde comer em Milão - Crocetta

Chegamos cansados de viagem e fomos dar uma volta no centro de Milão. Achamos esse restaurante por acaso na volta para o hotel e comemos lá porque era conveniente. Não é ruim, mas não é sensacional. Comida ok, preço na média e serviço na média. Reviews no Trip Advisor


domingo, 4 de setembro de 2016

Museu Judaico e Memorial do Holocausto em Berlim

Um dos museus mais recomendados em Berlim pela internet afora é o Museu Judaico, então desde que decidi que iria estudar alemão na Alemanha, esse museu já estava no meu roteiro. Já o Memorial do Holocausto também é super recomendado, mas pouca gente vai além dos blocos de concreto na superfície e desce na exposição grátis no subsolo. Ele fica bem no burburinho turístico, entre o Portão de Brandemburgo e a Potsdamer Platz então é impossível não passar por ali e claro que também visitei. Resolvi juntar os 2 no post de hoje porque ainda tem bastante coisa para escrever sobre a Alemanha e parece que não vai acabar nunca! rs

Museu Judaico e Memorial do Holocausto em Berlim

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Onde beber e se divertir em Belo Horizonte ou Blogtecando em BH!

Quem me conhece sabe que eu não sou lá uma boa fonte de dicas de "onde beber" em lugar nenhum do mundo, mas em junho passado estive em Belo Horizonte pela milésima vez para um encontro de blogueiros e o sábado inteiro foi dedicado a "botecar". BH não tem mar e diz-se que é por isso que que os belo-horizontinos estão sempre nos milhares de bares da cidade. Já li por aí inclusive que BH é a cidade brasileira com mais bares (por habitante???) e eu não duvido nadinha! 

Neste post vou contar sobre os 4 bares que visitamos durante o nosso "blogtecando", além de uma cervejaria onde foi a abertura do encontro e de um gastropub que fui em um dia extra na cidade. Elas estão simplesmente na ordem que eu visitei e não na ordem de preferência ou qualquer outra coisa. Clique no nome dos locais para ser direcionado para o site oficial e conferir endereços, horários de funcionamento, etc.

kit ressaca para o blogtecando em Belo Horizonte
Olha como a gente tava chique! rs

Vejam aqui todas as dicas de Belo Horizonte no blog!




quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Onde ficar em Bolonha?

Na programação para Bolonha durante a nossa viagem pela Itália, iríamos fazer diversos passeios de um dia na região (por exemplo para conhecer o castelo em Ferrara) e por isso era imprescindível se hospedar bem pertinho da estação de trem (qualquer 5 minutos a mais dormindo faz uma diferença absurda no meu humor matinal!).

Ficamos em dúvida entre alugar um apartamento ou ficar em hotel mesmo, pois o plano era ficar uma semana na cidade! No final das contas, escolhemos hotel para não ter que se preocupar com o café da manhã, limpeza ou com o que faríamos com as malas caso chegássemos muito cedo ou saíssemos muito tarde de Bolonha. Foi meio difícil achar um hotel porque a oferta de apartamentos na cidade é bem maior do que a de hotel, mas escolhemos o NH Bologna de la Gare. Já conhecíamos a rede NH de Amsterdã e gostamos bastante.

Piazza XX Settembre, Bologna
Piazza XX Settembre entre a estação e o hotel, com a Porta Galliera, ruínas e a Scalinata del Pincio. A foto da direita foi tirada da janela do quarto!


sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Patrimônios da UNESCO na Alemanha!

Todo mundo que acompanha o blog já sabe que eu curto muito visitar os locais históricos e tenho interesse por qualquer coisa que tenha a ver com história. Só basta dar uma olhada nos destinos e atrações que acabo visitando (quase nada de praia e muitas ruínas e museus). Quando um dos grupos de blogueiro que participo no facebook resolveu fazer uma blogagem coletiva (links no final do post!) sobre patrimônios da UNESCO, tive muita dúvida sobre o que escrever.
Pensei em escrever sobre os lugares que já visitei (são mais de 60!), sobre os que estão na minha bucket list - por exemplo a Serra da Capivara (leiam este post do RêVivendo Viagens, sobre a crise do local e esperem mais posts da Renata que acabou de voltar de lá), mas a minha paixão pela Alemanha falou mais alto (são mais de 80 posts publicados no blog e muito mais no rascunho)! Não poderia estar in love por um lugar melhor, porque são simplesmente 40 locais no país de Goethe, declarados como patrimônio da humanidade pela UNESCO. Claro que não conheço todos ainda, mas dessa lista imensa aí abaixo, ou eu já conheci (e deixo os links aqui para facilitar a sua pesquisa) ou estão na minha listinha (listona né?) do que ver na Alemanha na(s) minha(s) próxima(s) viagem(ns)!

logo blogagem coletiva #patrimoniosUNESCO

Segue um mapinha com todos eles, para ajudar na localização - dá para você incluir pelo menos um sítio importante em qualquer viagem pela Alemanha! Alguns dos lugares marcados estão inscritos em conjunto na lista da UNESCO e outros locais marcados estão aproximados, pois englobam vários itens. Tem vários locais com esse símbolo que parece um templo grego, um trecho de rio em roxo e até um ponto azul (um local que já fez parte da lista da UNESCO, mas foi retirado da lista)!