terça-feira, 20 de janeiro de 2015

O que fazer na cidade de Luxemburgo?

Em outubro passado, fui estudar uns tempos na Alemanha e inclui uns dias em Luxemburgo antes das aulas começarem. No final das contas, tive um dia inteiro para conhecer a capital do Grão-Ducado de Luxemburgo, um dia para uma vila no interior de Luxemburgo + transporte até Trier + uma volta em Trier e outro dia para conhecer Trier e enfim viajar para Frankfurt. Como vocês podem perceber, claro que ficou corrido, mas foi definitivamente alguns dos melhores dias da viagem! Luxemburgo é um país (e cidade) fofo demais! A capital parece até uma cidade de conto de fadas e aliás, parece muito com Genóvia, o país fictício do filme "O Diário da Princesa 2" rs!

Luxemburgo
postais que comprei por lá, o de cima com outras partes do grão-ducado/país e o de baixo com atrações da capital

Voei São Paulo-Frankfurt, cheguei cedo na Alemanha e no mesmo dia segui para Luxemburgo (veja como ir do aeroporto Main em Frankfurt para Luxemburgo!), então estava super cansada. Estava hospedada perto da estação de trem e o plano inicial era seguir para a parte histórica da cidade para jantar, mas acabei comendo perto do hotel mesmo e só dei uma voltinha por ali para dormir cedo (dicas de onde comer em Luxemburgo).

Estação Central de Luxemburgo

Estação Central de Luxemburgo
Ainda não consegui decidir se gosto mais dessa estação de dia ou de noite!


No dia seguinte, finalmente consegui conhecer a cidade e adorei o que vi! Segue abaixo as dicas do que visitar, com mapinha (final do post)!

Está procurando por hospedagem para sua viagem??? Reserve pelo Booking através dos links e banners do blog, não pague nenhum centavo a mais por isso e colabore na manutenção deste blog! Obrigada!



Você sabia que o seguro viagem é OBRIGATÓRIO para entrar na Europa??? Para viajar tranquilo, garanta já o seu seguro viagem com a parceira do blogSeguros Promo - comparador de preços com as melhores seguradoras do mercado! Você não gasta nenhum centavo a mais por isso e colabora para manter o blog!





Logo cedo peguei um ônibus na frente da estação para a primeira atração do dia - que era o ponto mais longe do roteiro, as Casamatas de Bock (para entender o que é uma casamata)!

andando de ônibus em Luxemburgo
Só para mostrar que é fácil andar de ônibus na Europa em geral (nesse caso Luxemburgo) porque sempre tem mostradores do tipo com a linha, as próximas paradas, quanto tempo vai demorar, quais as outras linhas que você pode fazer conexão, etc!


As Casamatas do Bock (e em Luxemburgo tem a Casamata de Petrusse também, mas que estão fechadas para visitação) são formadas por uma rede de 23km de galerias subterrâneas/túneis, cavada na montanha no século XVIII, logo abaixo do Castelo de Luxemburgo (hoje restam somente ruínas desse castelo). Como o ambiente é muito escuro e o dia estava fechado, as fotos lá dentro ficaram bem ruins, mas de qualquer jeito o melhor do passeio é definitivamente achar as janelinhas ao final de cada túnel e apreciar a vista da parte baixa da cidade (conhecida como Grund)! A vista é de cair o queixo, mesmo com neblina!!!

Grund visto das Casamatas de Bock

Grund visto das Casamatas de Bock

Esses túneis serviram também como proteção para a população durante a Segunda Guerra. De lá, fui andando pela Corniche, considerada por muitos como a varanda (ou balcão) mais bonita da Europa com a bela vista do Grund. O problema era que o dia não tinha aberto totalmente ainda apesar de já ser quase meio-dia! A neblina atrapalhava as fotos, mas a caminhada valeu a pena mesmo assim.

Grund visto da Corniche
As 2 fotos com o céu azul foram tiradas do outro lado da avenida, na frente da entrada da casamata, com a visão da parte mais nova da cidade - a ponte vermelha Duquesa Charlotte e o bairro de Kirchberg, com prédios modernos e a sede de vários órgãos da União Europeia.
Receba a nossa newsletter quinzenal! Não se preocupe porque não fazemos spam!


* indicates required










Atrações em Luxemburgo
A foto da esquerda é da Geller Fra e ao alto do lado direito está a Ponte Adolfo, infelizmente cheia de tapumes para reforma!

Cheguei no centrinho da cidade e visitei a Catedral de Notre Dame - a entrada principal fica na lateral e nem dá para tirar fotos legais da parte da frente porque a rua é estreita e fica muito perto de outras construções.

Catedral de Notre Dame em Luxemburgo
Essa porta da foto da esquerda é a lateral da igreja, que acaba sendo a entrada principal

Catedral de Notre Dame em Luxemburgo



Está gostando do post? Aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook






Segui para a Praça Guillaume II com o prédio da prefeitura e o escritório de turismo, onde voltaria mais tarde para o walking tour. Continuei para o Museu of the History of the City of Luxembourg - adoro museus da historia da cidade (e no caso de Luxemburgo, se confunde muito com a história do país), mas nesse tirei poucas fotos, já que estava mais interessada em aprender.

Praça Guillaume II em Luxemburgo
Praça Guillaume II

Museu da Histórida da Cidade de Luxemburgo
Maquete mostrando o crescimento da cidade

Museu da Histórida da Cidade de Luxemburgo
Nessa sala existem grandes painéis que dão a impressão que você voltou à Luxemburgo de antigamente!

Aproveitei que passei em frente sem querer ao Palácio Grão-Ducal e tirei algumas fotos. Tudo é absurdamente perto!!! Eu estava com medo de um dia ser pouco para conhecer a cidade e estava na 1a atração do dia na hora que abriu, mas como não fazia questão de esgotar as atrações da cidade, um dia foi suficiente.

Palácio Grão-Ducal de Luxemburgo

Palácio Grão-Ducal de Luxemburgo

Comi um sanduíche perto do Palácio Ducal e fui andando até chegar na Place de la Constitution, onde fica a estátua da Geller Fra (Golden Woman ou Mulher de Ouro). Essa estátua tem uma história muito interessante: foi construída para lembrar os voluntários luxemburgueses na Primeira Guerra Mundial (1% da população do país morreu lutando no exército francês), foi retirada pelos nazistas em 1940 quando ocuparam a cidade na Segunda Mundial, ficou desaparecida por muitos anos e foi reencontrada no estádio de futebol de Luxemburgo décadas depois, em 1980!

Atrações de Luxemburgo
Geller Fra de novo, à esquerda e à direita, estátua da falecida Duquesa Charlotte, muito querida pela população luxemburguesa segundo a guia do walking tour

Super dica para economizar em transporte e entrada de atrações em Luxemburgo!!!

Voltei para a Praça Guillaume II para o walking tour (que começava às 14h) e foi MUITO bom - essencial mesmo para entender a cidade e o pais já que a gente nem estuda Luxemburgo na escola aqui no Brasil (no máximo ouve falar alguma coisa sobre o Benelux que pode ser considerado o começo da União Europeia, mas bem rapidamente). Pode ser feito em inglês, alemão ou francês, confiram os horários no site.

Voltei para muitos lugares que já tinha passado sem querer - tudo é muito pertinho!!! Mas muitos detalhes da cidade teriam passado despercebidos se não fosse por esse tour. Um exemplo foi a estátua da Geller fra acima e outro, quando paramos em uma praça com vários prédios do governo e a guia explicou rapidamente como era o sistema de governo deles e o Primeiro Ministro (Xavier Bettel) apareceu se despedindo de outros ministros e ficou uns minutinhos ali na praça, sem seguranças!!! Eu nunca iria reconhecê-lo se não fosse a guia (e olha que ele é bonitão)!!!

Palácio Grão-Ducal de Luxemburgo

encontrando o Primeiro Ministro de Luxemburgo
O Primeiro Ministro é o de camisa preta, no meio da foto da direita

Fizemos uma caminhada pela Corniche, o que foi muito bom, já que nessa hora o tempo estava muito melhor para as fotos!

Grund visto da Corniche em Luxemburgo

Grund visto da Corniche em Luxemburgo

caminhando pela Corniche em Luxemburgo

Palácio Grão-Ducal de Luxemburgo

Quando o tour terminou na Praça Guillaume II, andei pelas ruas de compras da cidade (porque fiquei com preguiça de ir para o Museu Dräi Eechelen, fora de mão) e depois também fiz hora na Place d´Armes onde fica o bonito prédio Le Cercle Municipal. Estava fazendo hora entrando nas lojas, observando as vitrines e cardápios até escurecer e/ou ficar um horário mais decente pra comer. Acabei escolhendo um restaurante ali na Place d´Armes mesmo (dicas de restaurantes na cidade). Voltei de ônibus do terminal Hamillius até a Gare Central. Tinha me informado sobre as linhas na recepção do hotel.

caminhando por Luxemburgo

caminhando por Luxemburgo

Praça Guillaume II em Luxemburgo

Place d´Armes em Luxemburgo
Essas 2 fotos de baixo são do Le Cercle Municipal, antigo prédio administrativo, que hoje sedia eventos

ingressos para atrações em Luxemburgo
Luxembourg Card que expliquei em outro post, cartão para internet na cidade inteira, ingresso para a casamata - grátis com o Luxembourg Card acima e ticket para o walking tour, também grátis com o Luxembourg Card. Todos foram cortesias do escritório de turismo da cidade para o blog.


O mapa abaixo mostra os pontos principais da cidade de Luxemburgo, em vermelho os que não visitei, em roxo os que visitei. Estrelas são as principais atrações da cidade, a máquina fotográfica são praças/monumentos/etc que merecem fotos, mas não perde-se muito tempo porque não dá para entrar. Os outros símbolos são bem compreensíveis e é só clicar em cada ponto/traço que aparece a legenda.



O blog "Ta´indo pra onde" contou com apoio do "Visit Luxembourg", mas as opiniões contidas neste post são imparciais (site de turismo do país/grão-ducado Luxemburgo e da cidade de Luxemburgo.). Já queria viajar para Luxemburgo há tempos, acho que pela curiosidade de ser um dos menores países do mundo, mas gostei ainda mais da ideia depois de ler os posts dos blogs Contando as HorasVícios de Viagem e Aprendiz de Viajante.


20 comentários:

  1. Muito fofa. Mais um lugar que me deu vontade de conhecer. Abs!

    ResponderExcluir
  2. Feeeeeee, adorei ler ! Fiquei so 1 dia e meio na cidade. Fiquei frustrada porque as casamatas estavam fechadas. Das pessoas que conheço, ninguém visitou Lux, somente vc !!!! Ainda nao escrevi sobre Lux e teu post me animou! Beijokassss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então tem que voltar!!! rs eu topo te acompanhar!! hehehe

      Excluir
  3. Que lugar lindo Fernanda. Adorei saber mais sobre as casamatas, pena que as fotos ficaram ruins lá dentro. Fiquei bem curiosa. =)

    ResponderExcluir
  4. Tanto lugar nesse mundão para conhecer que a minha lista só aumenta! Quero ir para Luxemburgo agora e ó, nem preciso ver o primeiro ministro bonitão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha eu tb queria muito antes de saber q o primeiro ministro era bonitão!

      Excluir
    2. Gostei das dicas, pensando em passar por lá na lua de mel em agosto, mas tenho que convencer minha noiva...O que sugerem? Rs Ah meninas, só para informações de vcs, o tal primeiro ministro é gay, se casou recentemente com um cara, desculpa aê! :D
      Marcelo Lopes

      Excluir
    3. Sim, a guia do tour já falou lá mesmo rs Mas a gente ficou admirando do mesmo jeito!

      Excluir
  5. Cada post que leio e cada imagem que vejo me dá ainda mais vontade de visitar Luxemburgo! É um belo passeio mesmo!!! Bj

    ResponderExcluir
  6. Sempre tive uma vontade meio maluca de conhecer Luxemburgo, mesmo sem saber o que tem por lá.
    Agora que vi o que dá pra fazer, fiquei com ainda mais vontade! Adorei!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani, eu tb sempre tive essa vontade maluca! rs Esses países pequenos sempre me atraíam desde as aulas de geografia do colégio!

      Excluir
  7. Uau! Que lugar lindo! Adoro walking tour e adorei esse passeio na casamata! Nunca pensei em conhecer Luxemburgo, mas deu uma vontadinha agora, rsrsrs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hehehe e a localização é ótima! Entre França e Alemanha, super fácil de colocar no roteiro!

      Excluir
  8. Oi Fernanda!...Já sabia alguma coisa de Luxemburgo, mas depois de ler seu blog interessou-me mais ainda por isso, por favor, quais são os dias que as casamatas estão fechadas. E esse ônibus que vc pegou para ir até elas, é perto da Ferroviária? E para voltar de lá, vc veio de ônibus novamente? a mesma linha? Grata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucila, que bom - Luxemburgo é linda!!! A casamata de Bock abre todos os dias, mas o horário varia conforme a época do ano - veja aqui: http://www.lcto.lu/en/place/monument/bock-casemates. A casamata de Petrusse está fechada para visitação - provavelmente alguma longa reforma. No mapa do fim do post, eu marquei o local exato da estação de trem e do terminal de ônibus urbano onde peguei a linha 9 para ir até a casamata. É só ficar de olho nos painéis dentro do bus e do lado de fora tb tem alguma indicação das paradas de cada ônibus. Vc decora o nome da parada que vc tem que ir e vai! Até dá para ir a pé, mas preferi economizar a caminhada (e tempo) pq já ia andar o dia inteiro. Devem ter outras linhas tb mas esse foi o que o pessoal do meu hotel me indicou. Das casamatas, fui a pé para o centro - bem pertinho e andei por lá o dia todo. Na hora de voltar para o hotel tb daria para voltar a pé do centro, mas já era noite e cansada, preferi pegar o bus. Fui até o terminal Hamillius que tb está marcado no mapa (é o terminal mais perto do centro) e fui vendo nos pontos qual era o trajeto de cada um para achar um que me levasse até o hotel - que ficava na frente da estação de trem. Espero ter ajudado!

      Excluir
  9. Oi Fernanda, adorei o post! Estamos pesquisando agora sobre a cidade e gostamos muito das tuas dicas. Quanto ao cartão de acesso a internet na cidade, é fácil de conseguirmos? Vimos também que a hospedagem perto da estação é mais barata, confere? rsrsrs
    Muito obrigada e sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Heidi, achei o site sobre o cartão de internet - https://www.citywifi.lu/en/. Quanto à hospedagem, achei Luxemburgo caro comparadando com a Alemanha, mas acho que depende tb da época do ano, eventos e outros fatores. Eu escolhi ficar perto da estação pra facilitar a logística com as malas. Veja o hotel que fiquei aqui: http://www.taindopraonde.com.br/2015/01/onde-ficar-hospedar-hospedagem-luxemburgo.html - era um dos mais baratos com quarto single na época que precisava.

      Excluir