domingo, 25 de maio de 2014

Mais curiosidades sobre a África do Sul e certificado de especialista

Já fiz um post logo que voltei da África do Sul com algumas curiosidades do país e minhas primeiras impressões. Entre outras coisas, percebi nessa viagem que a gente realmente não aprende quase nada sobre História e Geografia da África do Sul (eu só sabia que produziam muito diamante e do apartheid, qualquer outra coisa sobre o país acaba sendo ignorada nas aulas do colégio). Depois que voltei, descobri o programa oficial de especialistas na África do Sul credenciado pela South African Tourism (SAT) e resolvi fazer o curso online.

Semana passada finalmente tive tempo e consegui o meu certificado! A prova não é difícil, mas tem bastante material para ler e alguns probleminhas no site que complicam. O foco são os agentes de viagem que vão vender o destino para turistas, mas é muito bom para conhecer melhor o país. São 4 módulos básicos obrigatórios e mais 3 entre os 9 optativos (um para cada região da África do Sul), mas não me contentei com isso e fiz todos os módulos. Como já tinha conhecido bem a Cidade do Cabo e lido bastante sobre a região de Western Cape, esse módulo não teve nenhuma informação nova para mim, mas nos outros 8 sim. Anotei algumas curiosidades que aprendi e lugares que agora quero conhecer:

Certificado de Especialista em África do Sul



  • O Parque Nacional Kruger é do tamanho de Israel ou do País de Gales;
  • Além dos Big Five, existem também os Big Seven (que são os Big Five + o tubarão branco e a baleia-franca do sul);
  • Perto da Reserva Natural de Mkhambathi existem várias cachoeiras que caem direto no mar;
Waterfall Bluff

  • Apesar de eu ter achado a Cidade do Cabo deveria ser chamada de Cidade do Vento, a Cidade do Vento sul-africana é Port Elizabeth (que eu só conheci o aeroporto);
  • A região de Free State é cheia de sítios paleontológicos, especialmente fósseis de dinossauros da era jurássica;
  • A Cratera de Vredefort é o local de impacto de um meteoro que atingiu a Terra há cerca de 2 bilhões de ano e tem 300km de diâmetro. Foi declarada Patrimônio da Humanidade;
Cratera de Vredefort

  • Bloemfontein significa “fonte de flores” e a cidade é popularmente conhecida como a Cidade das Rosas, além de ter sido o local de nascimento de JRR Tolkien, autor de O Senhor dos Anéis;
  • O The Big Hole, em Kimberley, é o maior buraco feito pelo homem no mundo. Criado por mineiros durante a corrida do diamante na década de 1870, ele tem profundidade estimada de 214 m e um perímetro de 1,6km. Ao lado do Big Hole fica o Museu de Mineração de Kimberley, com uma réplica da cidade nos dias da corrida do diamante. O museu abriga o Diamante Eureka, o primeiro diamante descoberto na África do Sul, e um dos mais antigos bondes em funcionamento do mundo;
The Big Hole, em Kimberley

The Big Hole, em Kimberley

  • Na região de Limpopo no norte do país é possível encontrar baobás gigantes;
baobá gigante no norte da África do Sul

  • Sabi Sand, a mais famosa reserva particular de safári da África do Sul, tem a mais alta densidade de leopardos do mundo;
leopardo em Sabi Sand, África do Sul

  • Nem só de Cango Caves vive a África do Sul! 35km antes de Mbombela (antiga Nelspruit) e na rota entre Joanesburgo e o Parque Nacional Kruger, estão as cavernas mais antigas de que se tem notícia no mundo, formadas há cerca de 240 milhões de anos - Cavernas de Sudwala;
Cavernas de Sudwala

  • Blyde River CanyonUm cânion com 26 km de comprimento (o terceiro maior do mundo) que oferece paisagens magníficas;

  • As montanhas Makhonjwa, com 3,5 bilhões de anos, em Barbeton, estão entre as mais antigas do mundo, contendo evidência de vida do primeiro microfóssil da Terra;
  • Embora Durban seja a cidade mais popular e conhecida da região de KwaZulu-Natal, Pietermaritzburg é a capital;
  • KwaZulu-Natal tem dois Patrimônios da Humanidade da UNESCO: o Parque Natural iSimangaliso e o Parque uKhahlamba-Drakensberg;
  • KwaZulu-Natal é a meca para quem se interessa por história militar britânica e é o lar ancestral do povo zulu, cujo idioma é a língua africana mais falada na África do Sul: foi ali que ocorreram as principais batalhas sul-africanas: a Batalha de Blood River; a Batalha de Isandlwana; a Batalha de Rorke’s Drift e as principais batalhas das duas Guerras Anglo-Boer.
artesanato do povo Venda e Ndebele, em Limpopo

Namaqualand, no Northern Cape

Eu recomendo esse site/curso por exemplo para quem estiver programando uma viagem para lá e quiser conhecer bem cada região para montar o seu roteiro - eu já fiquei morrendo de vontade de voltar e agora já tenho uma noção melhor de onde ir e o que fazer. Todas as fotos deste post foram retiradas do site acima.


Você já curte nossa fanpage no Facebook, já segue o nosso Twitternosso Instagram e o o Google+?

Nenhum comentário:

Postar um comentário