segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Um passeio pelo centro de Campinas

Campinas (SP) realmente não tem grandes atrações turísticas, mas um dia desses tive que ir ao centro resolver algumas coisas e saí tirando fotos para mostrar algumas coisas interessantes aqui no blog. O pessoal que me via na rua achava que eu estava louca tirando várias fotos rs. Definitivamente não é algo comum de se ver por aqui.

Se vocês forem fazer o mesmo, aconselho a ir durante o dia (durante a semana tem muito movimento, aos finais de semana o centro fica quase deserto), esconder a máquina quando não estiver tirando foto, ir acompanhado para poder ter alguém de olho em você e na sua bolsa enquanto você tira foto e tomar cuidado! Eu ainda acho o centro de São Paulo mais perigoso, mas Campinas tem aproximadamente 1 milhão de habitantes então também não pode dar bobeira.





Apesar de toda a fiação, pichação, sinaleiro no meio do caminho e da falta de pintura, dá para ver que o prédio antigo abaixo é lindo e um dos poucos razoavelmente preservados em Campinas.

prédio antigo em Campinas
Esquina da Rua Conceição com a Rua Barão de Jaguara

prédio antigo em Campinas

prédio antigo em Campinas
Na mesma esquina, um pouco mais novo do que o anterior

Na Rua Conceição, que termina na Catedral (ou seria ali o começo?).

Catedral de Campinas

Catedral de Campinas

Caminhando pela Av. Francisco Glicério, chegamos ao Largo do Rosário, uma praça onde antes ficava a Igreja do Rosário que foi demolida nos anos 50 para o alargamento da Av. Francisco Glicério. Tenho um treco toda vez que lembro disso.

foto deste site


foto deste site


Palácio da Justiça em Campinas
Palácio da Justiça, a igreja demolida ficava na frente desse prédio

Palácio da Justiça em Campinas

Continuando na Av. Francisco Glicério, no cruzamento com a R. Bernardino de Campos está este prédio abaixo que tem o estilo de construção bem dos anos 50. Aqui fica o CCLA (Centro de Ciências, Letras e Arte), com o Museu Carlos Gomes e o Museu Campos Sales. O  Museu Carlos Gomes (de 1904) tem um acervo de 600 partituras e é o único museu do músico campineiro. 

Centro de Ciências, Letras e Artes

Centro de Ciências, Letras e Artes
a fiação atrapalhando a foto mais uma vez

Virei à esquerda na R. Benjamin Constant e cheguei ao Mercadão. Hoje ele é super pequeno para a cidade e infelizmente pouco frequentado, mas acho o prédio lindo. São 143 boxes que vendem desde artigos religiosos até ervas e especiarias. Inaugurado 1908, o prédio foi projetado por Ramos de Azevedo em estilo mourisco porque o outro mercado de hortaliças da cidade já estava obsoleto. Tombado pelo Condephaat em 1983, dizem que vai ganhar uma praça de alimentação e um mezanino. Recentemente, um grupo de chefs e empresários do ramo fizeram uma visita ao mercado, tentando se mobilizar para revitalizar o local.

Mercadão de Campinas

Mercadão de Campinas

Mercadão de Campinas

Mercadão de Campinas

Mercadão de Campinas
por dentro

Mercadão de Campinas

Segui para a Rua 13 de Maio, a rua na lateral da Catedral, que virou um calçadão para pedestres. Por ali ficam todas as lojas de comércio popular e o movimento é intenso em qualquer época do ano.

Rua 13 de Maio - Campinas
Só tinha pouca gente nessa hora porque estava quase 40 graus, no mês de férias.

Catedral de Campinas

Catedral de Campinas
parte de trás da Catedral

Catedral de Campinas


Catedral de Campinas

Rua 13 de Maio - Campinas

Catedral de Campinas

Catedral de Campinas

Catedral de Campinas
Agora sim, a parte da frente de perto

Catedral de Campinas

A catedral é o maior prédio em taipa de pilão do mundo (cascalho e saibro socados) e demorou de 1807 a 1883 para ficar pronto. Atualmente está em reforma e abriga o Museu de Arte Sacra.

Catedral de Campinas

Catedral de Campinas

Catedral de Campinas

Catedral de Campinas


Monumento a D. João Nery
Monumento a D. João Nery


Ainda tem muitas outras construções históricas no centro de Campinas que não passei nesse dia, quem sabe da próxima.


Você já curte nossa fanpage no Facebook, já segue o nosso Twitter, o nosso Instagram e o Google+?

2 comentários:

  1. Fiz um tour em Campinas há uns 4 anos e achei a cidade arrumadinha. Pena que só descobri o ônibus Caprioli quando voltava para Viracopos. Na ida gastei uma graninha com o táxi hehe

    ResponderExcluir
  2. hehehe táxi deve ter sido mesmo uma facada! A Caprioli foi vendida, mas tem outra empresa que faz o traslado cidade-aeroporto (http://taindopraonde.blogspot.com.br/2013/10/como-ir-de-campinas-para-viracopos-congonhas-guarulhos-cumbica.html). Em geral a cidade é arrumadinha sim, mas é aquela coisa - depende do bairro, claro que sempre tem uns melhores e outros piores.

    ResponderExcluir