domingo, 25 de outubro de 2015

Charleston - uma das cidades mais lindas e cheias de história dos Estados Unidos!

Durante o meu intercâmbio nos Estados Unidos, fui passar alguns dias em Charleston na Carolina do Sul, mas sempre no esquema bate-volta. Fundada em 1670 como Charles Town (homenagem ao rei Charles II da Inglaterra), a cidade adotou o seu nome atual em 1783. No período entre a Guerra de Independência americana e a Guerra de Secessão (conhecido como período Antebellum), Charleston prosperou principalmente devido ao plantio e comércio do algodão nas fazendas (plantations) da região.

Você sabia que foi em Charleston que começou a Guerra Civil Americana ou Guerra de Secessão, aquela do Norte contra o Sul no século XIX, que definiu a história dos EUA (e do mundo)???

casas antebellum em Charleston, Carolina do Sul
A foto acima e a próxima foram escaneadas do livro "Historic Homes, Charleston, South Carolina"

casas antebellum em Charleston, Carolina do Sul
Como não amar uma cidade cheia de casas assim???

No censo de 1840, era um das 10 maiores cidades nos Estados Unidos. Em 2015, tem uma população estimada de 152 mil habitantes. Já foi reconhecida diversas vezes como a cidade mais bem-educada/mais amigável/mais receptiva dos Estados Unidos.

Nunca dormi lá então não tenho indicação de hotéis e só tenho uma indicação de restaurante, mas neste post não faltam indicações de lugares lindos para conhecer e que vão deixar os amantes de História loucos. Com certeza a cidade tem muita coisa para fazer que não dá tempo em um bate-volta, então fiquem mais tempo por lá!

Abaixo, mapinha das atrações da cidade. No post, elas não estão em nenhuma ordem específica, mas no mapinha as menos interessantes (do meu ponto de vista) estão em amarelo ou vermelho.






Para viajar tranquilo, garanta já o seu seguro viagem com a parceira do blogSeguros Promo - comparador de preços com as melhores seguradoras do mercado! Você não gasta nenhum centavo a mais por isso e colabora para manter o blog!



The Battery


A região ao sul da península (onde está a parte histórica de Charleston) era cercada por um conjunto de canhões (bateria) de proteção da cidade. Alguns ainda resistem e tem um parque bonitinho perto do encontro dos rios Cooper e Ashley. Na beira do rio Cooper, fica o Waterfront Park. Existem sub-divisões como South Battery, East Battery, Low Battery e High Battery e é o local de várias casas antebellum conservadas (abaixo).

Battery, Charleston, Carolina do Sul

Old City Market/ Market Hall


Construído em 1841, o mercado vendia frutas, legumes, peixes e carnes. No prédio do antigo mercado, funciona também o Museu Confederado ou Confederate Museum - no andar de cima, pois a Carolina do Sul estava entre os estados sulistas que não queriam o fim da escravatura na Guerra Civil americana.

Old City Market/Market Hall em Charleston, Carolina do Sul


Receba a nossa newsletter quinzenal! Não se preocupe porque não fazemos spam!


* indicates required










Rainbow Row


São 13 casas privadas do número 83 ao 107 em East Bay, datam de 1740 quando eram o Waterfront District de Charleston. A maioria das casas foram construídas para serem casa+escritório/loja ao mesmo tempo. Os donos que decidiram pintá-las das cores do arco-íris. Era o centro comercial da cidade na era Colonial.

Rainbow Row, Charleston, South Carolina
Foto da wikipedia (em inglês)

Casas lindas na parte histórica


Comprei um livro maravilhoso lá com as principais casas que valem a pena observar por fora. É possível entrar em algumas delas (mais para o fim do post). As principais ruas são Murray Boulevard, Church Street, Legare Street, Tradd Street, Meeting Street, Broad Street, South Battery, Rutledge Avenue, King Street, East Battery e East Bay e estas estão todas marcadas no mapa acima. Um passeio por estas ruas e avenidas é simplesmente maravilhoso! O trecho entre as ruas Broad, Meeting, Market e o rio Cooper é conhecido como "French Quarter", basicamente a área dentro da antiga muralha que cercava a cidade.


livro "Historical Homes Charleston, South Carolina"


casas antebellum em Charleston, Carolina do Sul

casas antebellum em Charleston, Carolina do Sul
Calhoun Mansion - esta serviu de locação para "Diário de uma Paixão", como já contei neste post sobre as locações do filme.

casas antebellum em Charleston, Carolina do Sul
A da esquerda é a John Rutledge House, na 116 Broad Street - linda!!! Hoje ela se transformou em um charmoso hotel com poucos quartos, super bem localizado!

casas antebellum em Charleston, Carolina do Sul
O endereço da casa da esquerda é 5 East Battery - severamente danificada pelo terremoto de 1886, foi construída por John Ravenel entre 1847 e 1849. Seu genro restaurou a casa e adicionou alguns detalhes seguindo o mesmo estilo, que estão presentes até hoje. A da direita é a Edmondston-Alston House (mais abaixo).

casas antebellum em Charleston, Carolina do Sul

casas antebellum em Charleston, Carolina do Sul

Fort Sumter

Local onde a guerra civil americana começou em 12 de abril de 1861, com vitória dos confederados na primeira batalha. No porto de Charleston, existem passeios de barco até lá, mas infelizmente não fiz. São 2h30 de tour, sendo 1h para conhecer o forte.

Fort Sumter, Charleston, Carolina do Sul
Foto escaneada do folder da atração

St Phillips Church


A igreja é linda (vejam fotos aqui) e existe desde 1680.

Old Slave Mart Museum


É o primeiro museu afro-americano. Charleston chegou a ser porta de entrada de 35-40% dos escravos nos Estados Unidos por um período. Muitos cartazes para leitura e por isso não recomendado para crianças. O local é o único pedaço sobrevivente do completo Ryan´s Mart, local onde acontecia o comércio de escravos.

The Charleston Museum


Na frente do Charleston Visitors Center (que oferece mapas grátis, , tem um gift shop bem legal. A Loeblein Gallery of Charleston Silver apresenta rica e dramática variedade de prataria histórica dos artesãos da cidade, famosos nos séculos XVIII e XIX e até a taça de batismo de George Washington. Armamentos, história de americanos famosos e muito mais. 2 casas históricas da cidade também pertencem ao Museu de Charleston, a Heyward-Washington House de 1772 e a Joseph Manigault House de 1803.

Postal Museum


Conta a história do serviço postal na região. Em 1896, o serviço postal mudou para o novo prédio construído em cima das ruínas da antiga polícia, destruída no terremoto de 1886. O prédio na esquina da Meeting St. com a Broad St. é o correio mais antigo em funcionamento da Carolina do Sul e do Norte. 

The Citadel


É possível visitar o colégio militar em Charleston. Veja todas as informações no link acima. O colégio foi estabelecido em 1842 no centro da cidade e 1922 transferido para as margens do Rio Ashley.

The American Military Museum


Com uniformes, medalhas, artefatos, cobrindo diversos períodos como a Guerra do Vietnã, Guerra Civil Americana, Guerras Mundiais etc.

Patriots Point Naval & Maritime Museum


No Patriots Point Naval & Maritime Museum é possível visitar o porta-avião Yorktown, o USS Clamagore, o USS Laffey, o Medal of Honor Museu e outros destaques da marinha norte-americana. Vejam o relato do pessoal do Nós no Mundo, que comemorou o 4 de Julho no Yorktown!

Plantations


Plantations são aquelas fazendas enormes baseadas no sistema de monocultura, muito comuns nos primórdios da Hiatória brasileira e no sul dos Estados Unidos pré-Guerra da Secessão também. Leia mais aqui sobre as plantations. Aqui tem uma lista por estados das plantations nos Estado Unidos, que são relevantes historicamente e muitas delas podem ser visitadas. Em Charleston, destaco 3:

1) Boone Hall Plantation

Com a famosa Avenues of Oaks (Avenida de Carvalhos) e a Slave Street (Rua dos Escravos), está registrada no Registro Nacional de Lugares Históricos. Mais de 300 anos de história. É possível visitar uma das cabines originais dos escravos. Vários filmes foram filmados aqui (inclusive Diário de uma Paixão) e a Avenida de Carvalhos serviu de inspiração para "Twelve Oaks" no filme "E o Vento Levou"! O tour guiado da mansão (completada em 1936) dura aproximadamente meia hora e um passeio pelos jardins, cabines dos escravos e Avenue of Oaks, aproximadamente 2h. Originalmente, uma fazenda de algodão, hoje existem plantações de tomate, pêssego e morango. A Avenue of Oaks tem meia milha e as primeiras árvores foram plantadas pelo Capitão Thomas Boone. Seu túmulo está ali perto da avenida.

Avenue of Oaks, Boone Hall Plantation, Charleston, Carolina do Sul

Boone Hall Plantation, Charleston, Carolina do Sul

Já falei sobre a Boone Hall no post com os locais de gravação de "Diário de uma Paixão". Veja um pouquinho dessa plantation no post do blog Nós no Mundo. As 2 fotos acima foram escaneadas de um folder da atração.

2) Middleton Place

Uma plantation preservada do século XVIII. O jardim planejado mais antigo dos Estados Unidos, lago, estábulo e mansão.

3) Magnolia Plantation and Gardens

Lindos jardins, cabines dos escravos, mansão e passeio de trenzinho. A plantation mais visitada da cidade foi fundada em 1676 pela família Drayton. É o jardim aberto ao público mais antigo do Lowcountry (região da Carolina do Sul).

Drayton Hall

Construída entre 1738 e 1742, é a casa de plantation mais antiga dos Estados Unidos aberta para o público e com um tour guiado reconhecido. Pertinho da Magnolina Plantation acima.

Vejam aqui outras plantations na região!

Voltando para o centro histórico de Charleston:

Nathaniel Russell House

Construída em 1808 por Nathaniel Russel, um mercador bem sucedido, essa mansão neoclássica tem uma escadaria espíral impressionante de 3 andares (free-flying staircase). A mostra cobre a vida da família Russell, escravos e artesãos que trabalhavam e mantinham uma das casas mais impressionantes da época pré-guerra (chamada de "antebellum")



Aiken Rhett House


Originalmente de 1818, expandida nos anos 1830 e 1850, a casa permaneceu inalterada depois de 1858. Foi construída em 1818 e expandida pelo Governador William Aiken Jr nos anos 1830. Tem cristais e candelabros de bronze, esculturas clássicas e pinturas européias que os donos trouxeram de um grand tour pela Europa. Permaneceu na família até 1975 e então passou a ser cuidada pela Historic Charleston Foundation. Tem audio tour.


Edmondston-Alston House


Construída em 1825 por Charles Edmondston, um mercador proeminente e dono de porto. Devido a problemas financeiros, vendeu a casa em 1837 para Charles Alston, um plantador de arroz Sobreviveu a guerra, terremotos e furacões. Serviu como residência até 1921 e hoje é propriedade da Fundação Middleton Place. Tem móveis, prataria, livros e pinturas antigas.

Calhoun Mansion


Outra casa linda - esta serviu de locação para "Diário de uma Paixão", como já contei neste post sobre as locações do filme.

Passeios de Barco


A parte histórica de Charleston está em uma península então obviamente que temos muitos passeios de barco pela região. Recomendo consultarem este site para mais informações.


passeio de barco e estátua em homenagens aos soldados confederados em Charleston
passeio de barco e estátua em homenagens aos soldados confederados em Charleston


Uma das vezes que estive em Charleston, vi um jogo de futebol do time da cidade, o Charleston Battery. Mas como ele está na terceira divisão norte-americana então não é algo imperdível para fazer na cidade.

Charleston Battery Soccer Team

Charleston, Carolina do Sul
Á esquerda, a torre da St Matthew´s Lutheran Church.

Charleston, Carolina do Sul


Onde ficar em Charleston


Definitivamente, o charme todo da cidade vai ser muito maior se você se hospedar no centro histórico - mais ainda se for em alguma casa histórica!!! Várias delas foram transformadas em charmosas pousadas! Clique aqui e reserve um hotel dentro do Centro Histórico de Charleston (vocês podem ver a marcação no mapa do Booking do que é considerado "centro histórico"). Aliás, os mais recomendados estão mesmo na parte histórica. Aqui estão todos os hotéis na cidade.

Reserve o seu hotel pelos links do Booking aqui no blog, não pague nada a mais por isso e ajude o blog a se manter!






Onde comer em Charleston


Totalmente sem querer, paramos no TBonz no centro de Charleston (existe uma outra unidade na cidade e também em outras cidades). Os burgers eram bons, mas adoramos principalmente a decoração! Vejam aqui o menu. Avaliações no Trip Advisor

restaurante TBonz - onde comer no centro de Charleston

Caso precise alugar um carro para fazer alguma roadtrip, alugue através da Rentcars, uma de nossas parceiras!



Vejam todos os eventos de Charleston aqui! Lista dos filmes e seriados filmados na cidade. Impossível não se apaixonar por esta bela cidade, não?


10 comentários:

  1. Que bacana!!! Sou louca para conhecer os locais históricos do sul dos EUA! Sempre pensei em Savanah, mas Charleston parece linda!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elas estão tão pertinho que dá pra conhecer as 2 na mesma viagem! E tb Beaufort e Hilton Head que vou falar logo, logo aqui no blog!

      Excluir
  2. Nossa, que interessante. A cidade tem muita história pra contar mesmo, né?! Já curti.

    ResponderExcluir
  3. Adoro passear para apreciar a arquitetura americana.
    Ótima sugestão de passeio!

    beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qualquer fã de história ou arquitetura antiga vai pirar em Charleston como eu pirei! rs Obrigada!

      Excluir
  4. Nessa minha última viagem passei por Chalerston, e já preciso voltar com mais tempo! Adorei o clima, a comida e as pessoas :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tb já foi fisgada pelo sul dos EUA! hehehe Eu acho muuuito mais interessante do que os EUA propagandeado por aí...

      Excluir
  5. Adoro lugares assim cheios de história. Principalmente se tiver um hambúrguer desses. Rs

    ResponderExcluir