domingo, 18 de outubro de 2015

Principais atrações em Lima

No meu roteiro pelo Peru, tive 2 dias e algumas horas em Lima. Ao mesmo tempo que é bastante tempo, não é tempo suficiente. Na verdade, a capital peruana não tem tantas atrações diurnas assim, mas Lima concentra tanto restaurante sensacional (vários entre os melhores da América Latina) que vale a pena dedicar vários dias para a cidade, só para comer nos melhores restaurantes!

Justamente pelos restaurantes e por Arequipa e Linhas de Nazca que ficaram de fora dessa viagem, sei que vou voltar para o Peru e vou falar neste post não só das atrações que conheci nesses 2 dias e meio, mas também das que ficaram para a próxima vez, todas marcadas no mapa abaixo.




Para viajar tranquilo, garanta já o seu seguro viagem com a parceira do blogSeguros Promo - comparador de preços com as melhores seguradoras do mercado! Você não gasta nenhum centavo a mais por isso e colabora para manter o blog!






Para quem está perdido que nem eu fiquei organizando essa viagem para o Peru, recomendo o guia abaixo! Leia tudo sobre ele aqui.

 Compre aqui o seu guia "Peru: lugares incríveis"

CENTRO


Plaza de Armas


Na praça mais bonita da cidade, estão alguns dos prédios mais bonitos também, como o Palacio Arzobispal (reconstruída em 1924, casa do arcebispo de Lima - a fachada com sacadas é toda decorada em estilo mourisco e impressiona!), Catedral de Lima (Início da construção em 1564, a obra final é de 1758, depois de sofrer com terremotos. Tem 5 naves e 10 capelas laterais. Na capela da entrada à direita, estão os restos mortais de Francisco Pizarro), Palacio de Gobierno (residência do presidente, inaugurada em 1938) e a Municipalidad de Lima (prefeitura). A praça também é conhecida como Plaza Mayor e foi aqui que a cidade foi fundada por Francisco Pizarro. A fonte de bronze no meio da praça é de 1651 e é o elemento mais antigo ali.

Plaza de Armas, Lima, Peru
A praça é liiinda!! O prédio da direita é o Palacio de Gobierno

Plaza de Armas, Lima, Peru

Plaza de Armas, Lima, Peru
Acima à direita, a Municipalidad

Plaza de Armas, Lima, Peru

Plaza de Armas, Lima, Peru
À esquerda, Palacio Arzobispal e à direita, a catedral

Catedral de Lima, Peru

Catedral de Lima, Peru
Na tumba de Francisco Pizarro

Catedral de Lima, Peru


Receba a nossa newsletter quinzenal! Não se preocupe porque não fazemos spam!


* indicates required










Convento de Santo Domingo


A igreja de Santo Domingo começou a ser construída em 1540 e só foi concluída no fim do século XVI. O altar tem relíquias de 3 santos peruanos (Santa Rosa de Lima, San Martín de Porras e San Juan Masias). O claustro do convento é simplesmente maravilhoso! Aqui foi fundada a primeira universidade da América do Sul, a Universidad Nacional Mayor de San Marcos, em 1551.

Convento de Santo Domingo, Lima, Peru
É possível subir nessa torre para visitar, mas quando terminamos a visita, já era tarde...

Convento de Santo Domingo, Lima, Peru
Como não se apaixonar por esse claustro lindo??

Convento de Santo Domingo, Lima, Peru

Convento de Santo Domingo, Lima, Peru

Convento de Santo Domingo, Lima, Peru

Convento de Santo Domingo, Lima, Peru

Convento de Santo Domingo, Lima, Peru
Alguns azulejos enfeitando os chãos e paredes do convento!


Convento de São Francisco de Assis


Esse é o convento mais famoso de Lima, com um ossuário/catacumba famoso também. Não sei porque não visitei, mas é bom ter motivo para voltar. Leia sobre esse convento no blog Pequena Mochileira. A igreja original de barro e madeira de 1557 foi destruída no terremoto de 1656 e reconstruída em 1672. Destaque para a fachada barroca da igreja, a biblioteca, azulejos de Sevilha, o altar, as catacumbas e o quadro "A Última Ceia" com elementos peruanos, por exemplo os porquinhos-da-índia servidos à mesa.

Além dos 3 locais citados acima, destaco a rua Jirón de la Unión (via de pedestres), Casa de Aliaga (propriedade familiar mais antiga do continente, construída sobre um santuário inca em 1535, na mesma família há 17 gerações), Casa Riva-Agüero (casa do século 19, sedia uma biblioteca e o Museu de Arte Popular. Leva o nome de Don José de la Riva Aguëro - escritor, seu dono original), Museu del Banco Central de la Reserva, Iglesia de la Merced, o Palacio Torre Tagle (de 1735, considerado o melhor representante da arquitetura de Lima da época de sua construção), o Parque de la Muralla, Iglesia de San Pedro, Museo Taurino, Convento de los Descalzos e Las Nazarenas. Mais perto da Plaza San Martín, estão o Museu de Arte Italiano, Museo Andrés del Castillo, Museo de Arte eo Museo Nacional de la Cultura Peruana. Leia mais sobre o centro de Lima no blog Por aí e Por aqui.

MIRAFLORES


Como já contei no outro post sobre Lima, o bairro de Miraflores é o mais recomendado para hospedagem na cidade. Fica perto de várias atrações, mas distante do centro histórico (acima). Leia mais sobre Miraflores no blog Esse Mundo é Nosso.

Aqui você encontra muitos hotéis, cassinos, restaurantes, lojas de rede etc. Essa Ripley já conhecia do Chile, ali pertinho tem também a Falabella. Só entrei nessa última e estava muito fraca e cara.

Huaca Pucclana


O complexo de tijolos de adobe tem cerca de 6 hectares e foi inicialmente construído por pescadores e agricultores que ali se fixaram e montaram um centro administrativo e cerimonial. A área foi abandonada por volta de 700 dC, quando os waris assumiram o local e o transforam em cemitério para sua elite. Com o tempo, transformou-se em uma huaca ou santuário e era local para oferendas. No século 16, o local tinha o nome quéchua de Pucclana. As escavações no sítio arqueológico se iniciaram em 1967 quando a construção foi descoberta acidentalmente.


Huaca Pucclana, Lima, Peru
Em sentido horário: Entrada, vista do lado de fora, pequeno museu (1 sala só) e maquete de como era antigamente

Huaca Pucclana, Lima, Peru
Acima à direita, os porquinhos da índia, prato típico da culinária da região de Cusco

Huaca Pucclana, Lima, Peru

Huaca Pucclana, Lima, Peru
Adorei a vista lá de cima (subida super leve) misturando a areia toda da huaca com os prédios modernos ao fundo! A praça principal fica na ponta da pirâmide e tem paredes de até 4m de altura.

Huaca Pucclana, Lima, Peru

Huaca Pucclana, Lima, Peru
Esses tijolos de adobe parecem livros e o conjunto todo parece uma grande biblioteca! Essa técnica de construção resistiu a dezenas de terremotos ao longo dos séculos!

Huaca Pucclana, Lima, Peru
Abaixo à direita, múmia wari. Os mortos eram enterrados sentados, envoltos em tecidos e amarrados com cordas de fibra vegetal. A múmia mais velha tem 1.300 anos.

Huaca Pucclana, Lima, Peru
Representação de como eram alguns rituais dos povos que viveram ali e que aconteciam na pirâmide.

Huaca Pucclana, Lima, Peru
À direita, tumbas mais simples

Huaca Pucclana, Lima, Peru
A vista noturna da huaca iluminada, quando fomos jantar no ótimo restaurante que tem ali

Eu estava de calça e tênis preto porque era a única roupa limpa no último dia da viagem rs, mas saí de lá toda marrom. O ambiente é muito seco e com toda a poeira, suja demais!!! Cuidado com a roupa que for vestir nesse dia! Acredito que essa dica é válida para os 3 sítios arqueológicos desse post.

Huaca Huallamarca


Mais ruínas pré-incas! Uma pirâmide de adobe de 200 a 500dC. Acredita-se que era um centro espiritual do povo hualla. Foram descobertas tumbas de 300dC até o século XV, quando o centro foi abandonado. Algumas múmias e artefatos encontrados com elas estão no pequeno museu do local e dali pode-se ter uma vista da região de San Isidro. Leia mais sobre a Huaca Huallamarca no blog Sundaycooks.

Shopping Larcomar


Um shopping estrategicamente construído em 2002, na beira de um penhasco e com uma vista legal para o mar, virou ponto turístico da cidade. Tem diversas lojas mais carinhas e restaurantes legais também.

Shopping Larcomar, Lima, Peru

Parque del Amor


Inaugurado em 1993, com a imensa estátua "El Beso" de Victor Delfín bem no meio. Eu simplesmente amei os mosaicos do estilo de Gaudí pelo parque com diversas mensagens de amor! Poderia ficar ali tirando mil e uma fotos! Dali do lado do Parque del Amor, é possível voar (ou saltar? não sei) de parapente. Vi algumas pessoas e no começo não me empolguei muito, mas agora é o que mais quero fazer quando voltar a Lima! Voar ali naquela região com a cidade e o barrancão de um lado e o mar do outro deve ser lindo! Não tenho nenhuma empresa para recomendar, porque afinal, não testei.

Parque del Amor, Lima, Peru

Parque del Amor, Lima, Peru

Parque del Amor, Lima, Peru

Parque del Amor, Lima, Peru

Parque del Amor, Lima, Peru
Agora eu também quero pular/voar de parapente!!! O restaurante La Rosa Náutica que eu achei lindooo e não conseguia parar de fotografar lá de cima!

Parque del Amor, Lima, Peru
Descemos à pé para a beira da praia. A ida foi ok, ms a volta foi puxada!

vista da praia em Miraflores, Lima, Peru
Lá embaixo, praia, vista para os prédios no alto do barranco e restaurante La Rosa Náutica


Parque Kennedy


Uma grande praça arborizada e cheeeia de gatos. Sério, acho que nunca vi tanto gato assim junto na minha vida! Eu e minha prima paramos de contar quando chegamos no 100! Dali sai aquele ônibus de 2 andares que faz passeio turístico pela cidade. Ali existe um playground e aos fins de semana, uma feirinha de artefatos peruanos, antiguidades, quadros etc. Quando passamos no nosso último dia na cidade, estava acontecendo uma aula aberta de zumba em uma das avenidas na lateral da praça. Aqui fica a Iglesia de la Virgen Milagrosa de 1939 e o Palacio Municipal, inaugurado em 1944 e que abriga a Câmara Municipal. Ali perto fica a pequeninha Calle de las Pizzas, onde almoçamos no primeiro dia no Peru e do outro lado a Avenida Larco - polo comercial da área, inclusive com muitos cassinos!

Municipalidad de Miraflores, Lima, Peru

Iglesia de la Virgen Milagrosa, Lima, Peru

Parque Kennedy e os gatos, Lima, Peru
Em outro post, vou explicar o que é essa estátua aí de um "torito", típico da um região entre Cusco e Puno.

Rua Petit Thouars - Mercados de Artesanato


Perto do Parque Kennedy, é uma rua longa e cheeeia de lojinhas de artesanato. Foi aqui que conseguimos os melhores preços da viagem. Compramos uma ou outra coisinha no primeiro dia e voltamos no último dia para comprar o que mais queríamos. Quando estivemos na região de Cusco e Machu Picchu, a gente já tinha ideia de preços porque passamos aqui antes.

mercados de artesanato em Lima, Peru


OUTRAS REGIÕES


Parque de la Reserva - Circuito Mágico das Águas


Em um parque no "meio" do caminho entre o centro e Miraflores, fica o Circuito Mágico das Águas, que queria ter visto. Mas fica meio longe e como estávamos mais focados nos restaurantes, achamos os horários ruins para ver o show e jantar em um bom restaurante na mesma noite tranquilamente. Vejam como é o show de águas e luzes no blog Andarilhos do Mundo.

Museu Larco Herrera


Queria muito ter ido nesse museu, que é considerado o melhor da cidade, mas ele fica muito fora de mão e não estávamos a fim de correr de um lado para o outro no último dia no Peru. Da próxima vez, não escapa! A Anna do blog Finestrino amou e contou tudo lá no blog dela.

Bairro Barranco e Puente de los Suspiros


Perto de Miraflores, e claramente em cima de um barranco também, é um bairro mais boêmio e acabamos não indo lá. O ponto turístico mais famoso é a Puente de los Suspiros, que leva para a Bajada de los Baños (descida para a praia). A ponte do século XIX é um símbolo romântico e foi remodelada em 1921. Diz a lenda que quem cruza a ponte pela primeira vez prendendo a respiração tem seu desejo realizado. Por ali, ficam diversos bares, cafés e restaurantes interessantes. Leia mais sobre o bairro Barranco no blog Cup of Things.

Pachacámac


Esse sítio arqueológico mais afastado da cidade eu ainda não tenho certeza que quero visitar porque parece que não tem graça depois de você já ter visitado outras ruínas similares, mas melhor preservadas. De qualquer jeito, fica uma ideia de passeio caso sobre tempo quando voltar. Leiam sobre Pachacámac no blog Sundaycooks.

Como se locomover em Lima?


Não vou me estender nesse assunto, mas o mais fácil é táxi (tenha paciência para negociar). O melhor post que achei explicando o pequeno sistema de transporte da capital peruana foi esse da Lilian no blog Uma Senhora Viagem. Encontrei no blog dela muitas informações que não vi em nenhum outro lugar, mas só depois que voltei de Lima :(...


Nenhum comentário:

Postar um comentário