quarta-feira, 30 de março de 2016

O que fazer em Viena? Roteiro para 2 dias

Viena é um cidade linda e apaixonante! Tive o prazer de conhecer e passar infelizmente só 2 dias completos na cidade lá em 2003 e divido com vocês hoje o roteiro que fizemos. Havíamos chegado na noite anterior (vindo de Praga) e saí no 4o dia cedo (para Budapeste). Na mesma viagem, eu já havia passado uma semana em Paris. Como as fotos são muito antigas e de máquina de filme ainda (!!!), a maioria das fotos deste post foram fornecidas pelo escritório de turismo de Viena.


Roteiro para 2 dias em Viena

Vou marcar no mapa os lugares que fomos em verde e os que ficaram para uma próxima vez em vermelho. Podem ver que tem tanta coisa marcada, que recomendo ficar mais dias na cidade!



Óbvio que a cidade milenar, uma das mais importantes do  Império Austro-Húngaro, tem muita coisa interessante para ver! A cidade caiu nas mãos da dinastia Habsburgo no século XIII e manteve-e como centro dos seus domínios até cair em 1918. Como os governantes Habsburgos usaram o titulo de Sacro Imperador Romano entre 1452 e 1806, Viena se tornou uma grandiosa cidade imperial. Vale a pena ler mais sobre a história da região antes de ir porque tem muita atração histórica (quem não se lembra que o assassinato do herdeiro do trono austro-húngaro foi o estopim para a Primeira Guerra Mundial?)! 

Imperatriz Elizabeth da Áustria ou Sissi
Leia mais sobre a vida de Sissi. Esta foto e a próxima são da wikipedia.

Imperatriz Elizabeth da Áustria ou Sissi
Pintura por Franz Xaver Winterhalter, que pode ser apreciada nos aposentos reais de Hofburg


segunda-feira, 28 de março de 2016

Blogagem Coletiva Museum Week 2016 - Ilha dos Museus em Berlim


Essa é mais uma blogagem coletiva com o pessoal da RBBV, desta vez para a Museum Week de 2016! Na blogagem de 2015, escrevi sobre o Museu Histórico Alemão ou Deustches Historisches Museum! Como uma amante de museus, é óbvio que adoro essa iniciativa, pois é sempre legal descobrir museus novos por aí! No fim do post tem uma super lista com os links dos outros blogs participantes!

No post de hoje, vou falar sobre os 5 museus da Ilha dos Museus em Berlim - não é nada inovador porque é um passeio mais do que obrigatório na cidade. Nem que seja para passear entre os prédios maravilhosos para os mais apressados e sem tempo na cidade!  Vejam todos os posts de Berlim e da Alemanha!

Site oficial dos museus da Ilha dos Museus (e alguns outros museus na cidade)

Alte Nationalgalerie, Ilha dos Museus, Berlim
Jardim na frente da Alte Nationalgalerie e um pedacinho da colunata


Colunata, Ilha dos Museus, Berlim
Não tirei nenhum foto decente da colunata então peguei essa daqui do site!

Berliner Dom, Berlim
A Catedral de Berlim, ou Berliner Dom, também está localizada na Ilha dos Museus, mas neste post falaremos só dos 5 museus na região. Esse gramado da foto é o Lustgarten. Logo ali na esquerda da foto é onde fica o Altes Museum.

Berliner Dom, Berlim
Berliner Dom, detalhe da ponte para a Unter den Linden e Alte National Galerie vista do outro lado do rio

Mapa da Ilha dos Museus, Berlim, Alemanha
Mapa escaneado do folder de um dos museus. Em destaque, o Altes Museum. Á direita do Altes Museum, fica a Berliner Dom. No mapa aparece bem discretamente um prédio à esquerda do Neues Museum, que está em construção e será a James-Simon Galerie e a entrada para todos os museus quando a revitalização da área terminar. Essa é a ponta de cima da ilha, que na verdade tem mais um bom pedaço aí  para baixo, mas os museus todos se concentram na ponta de cima. Na ponta de baixo da ilha foi onde começou um dos povoados antigos que posteriormente deu origem à Berlim.

Para mais detalhes sobre os museus hoje, a reforma e como a ilha ficará em alguns anos, acesse este site. Não vejo a hora da reforma acabar e eu voltar para Berlim!
Berlim Welcome Card e Museum Pass Berlim
Eu utilizei muito tanto o Berlim Welcome Card, como o Museum Pass Berlim, que dá direito a 3 dias de entrada gratuita em dezenas de museus berlinenses, incluindo os 5 deste post. Leia mais sobre esses passes que o blog recebeu do escritório de turismo da cidade no link acima.

quinta-feira, 24 de março de 2016

Onde comer em Berlim

Depois de ter dado mais de uma dezena de dicas de onde comer em Berlim gastando menos de 10 euros por pessoa, esse post traz as dicas menos mão-de-vaca, mas ainda tem muita coisa com preço bom e só em um restaurante indicado aqui passei um pouquinho de 20 euros! Claro que em todo lugar existem pratos de diferentes valores no menu e também a conta aumentaria quando se pede bebida alcóolica/várias bebidas ou sobremesa.

Os restaurantes aqui não estão em ordem de preferência, mas separados mais ou menos por região. Alguns restaurantes são de rede então coloquei no mapa abaixo a unidade que eu fui. Aliás, tem algumas dicas aí também de restaurantes que são somente mais ou menos, ou seja, só vá se não tiver outra opção melhor nas redondezas no momento.



terça-feira, 22 de março de 2016

Onde comer barato (por menos de 10 euros) em Berlim

Depois de passar um mês e meio estudando em Berlim e dar um monte de dicas turísticas no blog, estava faltando mesmo dicas de onde comer na capital alemã! Como estudante (e tendo que converter tudo do real para o euro), é claro que procurava quase sempre as opções mais em conta de alimentação e assim achei muitas opções baratinhas, que indico no post de hoje!



No mapa abaixo, marquei os locais que falo no post. Os que estão com o símbolo de garfo e faca são restaurantes, os marcados com hambúrguer são mais lanchonetes, padarias etc onde comprava pedaços de pizza e sanduíches e os que estão em vermelho são outras unidades de redes que eu comprava sempre - marquei somente as unidades na parte mais turística de Berlim. É claro que acabei não anotando os nomes de cada lugarzinho onde comprei/comi alguma coisa então com certeza estão faltando várias opções - alguns eu até lembro vagamente da localização, mas não achei no google e outros não tem nem como procurar!



Não anotei no mapa e nem escrevi no post, mas também comi no Mc Donald´s, Pizza Hut e Burger King, que eram todo muito baratos e também dava para comer bem por bem menos de 10 euros. Além disso, sempre comprava alguma coisa no supermercado para comer a noite no hotel, por exemplo saladas, pizzas, sanduíches etc - comprar no supermercado também ajuda a economizar - marquei aí o mercado (Kaiser´s) onde eu sempre comprava algumas coisas com um carrinho de supermercado.

E para falar a verdade, na maioria das vezes comia até mesmo com menos de 10 euros!!! Berlim é muito mais barata do que a maioria das cidades européias onde os turistas brasileiros se aventuram!

domingo, 20 de março de 2016

O que fazer em 1 dia em Leipzig (Alemanha)?

Leipzig foi transformada em cidade em 1165, mas sua universidade (pela qual a cidade é conhecida) foi fundada em 1409. É um centro alemão de comércio de livros e publicações. Durante as feiras de Leipzig ou Leipziger Messe (feiras comercias de outono e primavera), recebe grande número de visitantes. É sede do Thomanerchor, coro de meninos que existe desde 1254 e teve Johann Sebastian Bach como mestre-de-capela> pela cidade passaram vários outros nomes proeminentes da música clássica tanto que hoje existem pelo menos 3 rotas da música na cidade (site em inglês). Nos anos 80, foi palco de manifestações pela queda do Muro do Berlim e reunificação da Alemanha.

Vocês podem ver no mapa abaixo que tem uma atração mais afastada (que eu acabei não indo), mas a maioria é tudo bem pertinho.



quinta-feira, 17 de março de 2016

Onde comer em Brasília? 4 dicas gastronômicas na capital federal!

Quem acompanha o Instagram do blog sabe que estive na capital federal em janeiro, mas não a passeio. Mesmo assim, consegui visitar as 7 Maravilhas de Brasília e hoje conto sobre 4 restaurantes que testei por lá! Clique no nome do restaurante para abrir o site ou rede social e conferir os horários de funcionamento atualizados. Lá no fim do post tem até um mapinha para você se localizar!


1) Mangai


Restaurante enorme e como fui em um domingo, claro que estava lotado. Na beira do lago, mas de dentro do restaurante não tem vista legal. Da varanda onde o pessoal espera mesa, a vista é atrapalhada por árvores e a vista ideal para a ponte JK é na verdade na frente do restaurante Nau (que fica bem ao lado do Mangai). 

Eles tem um buffet enorme de self service (acho que o maior que já vi na vida!), mas o diferente aqui é que ele é composto somente por comida típica do Nordeste! Ideal para experimentar coisas diferentes. Tem outras unidades pelo Brasil, principalmente no Nordeste, mas é mais caro que self service tradicional. Achei um pouco fora de mão para chegar. O restaurante Nau que falei acima também foi recomendado pelos meus amigos de Brasília, mas não deu tempo de experimentar!
Foto do site do restaurante

terça-feira, 15 de março de 2016

Dicas de restaurantes em Valinhos e Vinhedo - SP

Já dei dicas de restaurantes em Campinas aqui no blog e hoje as dicas são em outras cidades aqui da região - Valinhos e Vinhedo, que ficam no caminho de Campinas para São Paulo. Tem muita gente que mora nessas 2 cidades e trabalha ou em Campinas ou na capital então a distância é tranquila para almoçar ou jantar e depois voltar para casa.

Clique no nome dos restaurantes para o site oficial (com endereços, horários de funcionamento, etc)...

Laura e Francesco


Já tinha ouvido falar muito do restaurante em Valinhos, mas demorei uns 10 anos para conhecer. Ele fica escondido em uma área residencial no meio de condomínios e só quem sabe que o restaurante está ali é que acaba frequentando. O salão principal do restaurante é no 2o andar da casa, e por fora é mais simples, mas por dentro é mais arrumadinho.

Restaurante Laura e Francesco em Valinhos - SP
Do 2o andar, vista para Valinhos

Os pratos variam de R$40 a R$70 e tem pratos pra crianças também. A cozinha fica no 1o andar então tem até um elevadorzinho para subir os pratos que ficam prontos!


Restaurante Laura e Francesco em Valinhos - SP
O restaurante faz parte da Associação dos Restaurantes da Boa Lembrança - pedindo alguns pratos do cardápio, você leva para casa um desses pratos decorados para colocar na parede. Conheço muita gente que faz coleção deles!

domingo, 13 de março de 2016

Como aproveitar melhor um bate-volta para Potsdam saindo de Berlim!

A cidade de Potsdam fica tão perto de Berlim que é completamente interligada no sistema de transporte da capital alemã. Você só precisa garantir o seu ticket da zona ABC  para 1 dia (e pegar o SBahn S7 com destino final Potsdam Hbf ou o trem regional mais rápido RE1 direção Magdeburg ou ainda o RB 21 sentido Wustermark) e fugir da cidade grande para o antigo refúgio dos reis da Prússia!

Mas o Parque Sanssouci (onde está o famoso e lindo Palácio Sanssouci e outras construções interessantes) não é pequeno então tem que acordar cedo para o dia render! A cidade capital de Brandemburgo também é casa do Cecilienhof, local onde aconteceu a Conferência de Potsdam em 1945 (que decidiu o futuro da Alemanha após a Segunda Guerra Mundial).

Palácio Sanssouci, Potsdam, Alemanha
Palácio Sanssouci em Potsdam

Marquei no mapa abaixo algumas atrações que visitei ou gostaria de ter visitado em Potsdam:




sexta-feira, 11 de março de 2016

A região de Harz na Alemanha

Sabem a cidadezinha LINDA que falei no último post - Quedlinburg? Ela não é a mais fácil de se chegar, mas também não é a mais difícil (saindo de Berlim). Eu não tive dúvidas - segui a dica do casal do Agenda Berlim e peguei o trem Harz-Berlin-Express em um fim de semana, que inclusive sai muito barato (19 euros ida E volta!).

Quedlinburg, Alemanha

Quedlinburg, Alemanha

Quedlinburg, Alemanha

Rathaus Quedlinburg, Alemanha

Não é um bate-volta tranquilo porque são muitas horas de viagem (3h pra ir e 3h pra voltar!!!) e normalmente isso é uma loucura!! A vantagem aqui é que Quedlinburg é tão pequena que o tempo curto que você passar na cidade vai ser suficiente e claro, as casinhas enxaimel e o castelo valem MUITO a pena! Não é à toa que a cidade foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO ha´cerca de 20 anos. Para diminuir esse tempo de locomoção, o melhor jeito é dormindo em Magdeburg. Neste post, tenho dica de um super hotel na cidade!


quarta-feira, 9 de março de 2016

Quedlinburg - a cidadezinha mais linda que visitei durante meu intercâmbio na Alemanha!

Depois que li um post lá no Agenda Berlim, fui obrigada a incluir a cidadezinha de Quedlinburg (leia mais sobre a história da cidade em espanhol) no meu roteiro em Berlim!!! Não é um bate-volta super tranquilo porque fica meio longe, mas para quem gosta de casas enxaimel como eu, acho que é o lugar mais perto de Berlim onde você pode ver tantos exemplares!


Conhecendo Quedlinburg (Alemanha) em um dia

A cidade com seu centro histórico fofinho e cerca de 1.200 casas enxaimel de 6 séculos diferentes foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1994. Na principal igreja da cidade, está o túmulo de Henrique I, o 1o rei alemão, o de sua esposa Mathilde (o casal são pais do Otto que falei no post sobre Magdeburgo) e um tesouro! A cidade foi citada em documentos antes do ano mil e quando Mathilde (Santa Matilde)  ficou viúva, construiu ali um convento. A cidade entrou na Liga Hanseática, teve um crescimento grande durante a Guerra dos Trinta Anos e pertenceu à Alemanha Oriental (socialista) entre 1949 e 1990.

Rathaus Quedlinburg, Alemanha
Prefeitura MARAVILHOSA no outono - do século XIV!



Vou fazer outro post sobre a região do Harz (onde Quedlinburg está) e aí escrevo também as dicas de transporte por ali, como chegar, como circular etc. Aliás, como já contei aqui no blog, a região do Harz era um destino popular para as férias dos alemães orientais nos anos da Guerra Fria.