quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Como é se hospedar no Aki Hostel, em São Paulo (Paraíso)?

Estive em São Paulo em setembro para mais uma feira sobre viagem e turismo e como ficaria 3 dias na cidade, garanti minha cama no Aki Hostel com um pessoal da  RBBV. Não sei quando o hostel abriu, mas parece bem novo - as camas, paredes, móveis da recepção, mesas do refeitório - tudo tem aparência de novo. O pessoal da recepção é legal (tive contato com uns 4 ou 5 funcionários). 

Aki Hostel - São Paulo
Esqueci de tirar foto da fachada!!! O hostel fica na casa branca do meio, com esse portão branco e preto. Printscreen do Google Street View.

Aki Hostel - São Paulo
Entrada/recepção do hostel. Na noite que cheguei, tinha bastante gente por ali, batendo papo, no computador, enfim, socializando com outros hóspedes ao invés de ficar dentro do quarto. Adoro puff, mas nem tive tempo de relaxar em um porque foi pouco tempo por lá!

terça-feira, 27 de outubro de 2015

O que ver e fazer em Beaufort (Carolina do Sul) - EUA?

Durante meu intercâmbio nos Estados Unidos, além de visitar as cidades mais famosas da região Charleston e Savannah (a seguir no blog), adorei também a menos famosa Beaufort, na Carolina do Sul! Beaufort também está na região conhecida como Lowcountry e não tem tantos atrativos para fazer você sair do Brasil e ir até lá, mas se já estiver na região, não custa nada conhecer. Você não se arrependerá! Não confunda essa cidade na Carolina do Sul com outra Beaufort na Carolina do Norte! Essa Beaufort que estou falando fica bem pertinho (menos de 1h) de Hilton Head Island e perto também de Savannah e Charleston e hoje conta com aproximadamente 12 mil habitantes.

Beaufort, Carolina do Sul, Estados Unidos
Impossível não se encantar pela cidade, cheia de ruazinhas assim! A spanish moss deixa o visual mais impactante! Veja mais fotos aqui e leia sobre a spanish moss em Beaufort (em inglês).

Fundada em 1711 pelos britânicos, é a segunda cidade mais antiga da Carolina do Sul e tem a maior população Gullah, uma cultura conhecida por preservar a linguística africana e sua herança cultural mais do que qualquer outra comunidade de descendentes dos escravos africanos nos Estados Unidos. Em novembro de 1860 foi invadida pelos yankees durante a Guerra de Secessão, que procuravam um porto no sul do país e estabeleceram ali hospital, escritórios e residências e por isso a cidade foi poupada na guerra enquanto outras regiões do sul sofreram. Depois da guerra, a cidade dependeu da mineração de fosfato por muito tempo até ser duramente atingida por um furacão em 1863. Só voltou a se recuperar na segunda metade do século XX. Foi considerada uma das melhores cidades artísticas americanas e conta com aproximadamente 20 galerias de arte.

Beaufort, Carolina do Sul, Estados Unidos

Sobre o distrito histórico de Beaufort, leia na wikipedia (em inglês).


domingo, 25 de outubro de 2015

Charleston - uma das cidades mais lindas e cheias de história dos Estados Unidos!

Durante o meu intercâmbio nos Estados Unidos, fui passar alguns dias em Charleston na Carolina do Sul, mas sempre no esquema bate-volta. Fundada em 1670 como Charles Town (homenagem ao rei Charles II da Inglaterra), a cidade adotou o seu nome atual em 1783. No período entre a Guerra de Independência americana e a Guerra de Secessão (conhecido como período Antebellum), Charleston prosperou principalmente devido ao plantio e comércio do algodão nas fazendas (plantations) da região.

Você sabia que foi em Charleston que começou a Guerra Civil Americana ou Guerra de Secessão, aquela do Norte contra o Sul no século XIX, que definiu a história dos EUA (e do mundo)???

casas antebellum em Charleston, Carolina do Sul
A foto acima e a próxima foram escaneadas do livro "Historic Homes, Charleston, South Carolina"

casas antebellum em Charleston, Carolina do Sul
Como não amar uma cidade cheia de casas assim???

No censo de 1840, era um das 10 maiores cidades nos Estados Unidos. Em 2015, tem uma população estimada de 152 mil habitantes. Já foi reconhecida diversas vezes como a cidade mais bem-educada/mais amigável/mais receptiva dos Estados Unidos.

Nunca dormi lá então não tenho indicação de hotéis e só tenho uma indicação de restaurante, mas neste post não faltam indicações de lugares lindos para conhecer e que vão deixar os amantes de História loucos. Com certeza a cidade tem muita coisa para fazer que não dá tempo em um bate-volta, então fiquem mais tempo por lá!

Abaixo, mapinha das atrações da cidade. No post, elas não estão em nenhuma ordem específica, mas no mapinha as menos interessantes (do meu ponto de vista) estão em amarelo ou vermelho.




quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Puno: o que fazer, onde ficar e onde comer

Puno é a porta de entrada peruana para o Lago Titicaca e muitas vezes é combinada com o lado boliviano do lago. Infelizmente, nós não tivemos tempo para estender a viagem até a Bolívia e ficamos somente no lado peruano mesmo. Os principais passeios na cidade são sem dúvida os passeios de barco pelo Lago Titicaca, que ficam para outro post.

No post de hoje, falo sobre hospedagem, turismo e gastronomia em Puno, que não é considerada uma cidade muito bonita e atrativa pelos turistas. Li tanta gente falando mal de Puno, que no fim das contas já fui preparada para o pior. Como já disse no primeiro post sobre o Peru, a periferia da cidade é horrorosa, mas o centro não é tão feio. É sem graça, mas não um caos! Tem mapa lá no fim com todos os pontos que falo ao longo do post!

O que ver/fazer em Puno?


Na volta do passeio pelo Lago Titicaca, pedimos para a agência nos deixar no centro da cidade, que por mais que tínhamos lido que era horrível, queríamos dar uma passadinha. Entramos na catedral da cidade, achamos um café legal, andamos na principal rua de compras da cidade (para pedestre - Jirón de Lima) e jantamos por lá antes de voltar para o hotel.

Porto de Puno, Peru

O porto de onde saem os passeios de barco para as ilhas do Lago Titicaca (Taquile e Uros por exemplo) é pequeno, mas bonitinho. Gostei desse farol, bem estilo Costa Leste dos Estados Unidos e tinha uma feirinha de artesanato por ali na volta do passeio (não sei o horário exato).

Porto de Puno, Peru

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Uma tarde em Tiradentes - MG!

Durante o 2o Encontro de Inverno de blogueiros de viagem, não podíamos deixar de visitar Tiradentes, já que estávamos ali pertinho, em São João del Rei.

Igreja Matriz Santo Antônio - Tiradentes - MG

Seguro viagem geral 468x60

O passeio de maria-fumaça é muito legal para crianças e para quem nunca andou de trem antes, mas no meu caso, essa já era a segunda vez no mesmo trem, mas em sentido contrário! Leia aqui como foi meu passeio de meio dia em São João del Rei (ida de trem) quando me hospedei em Tiradentes.

estação de trem em São João del Rei - MG

domingo, 18 de outubro de 2015

Principais atrações em Lima

No meu roteiro pelo Peru, tive 2 dias e algumas horas em Lima. Ao mesmo tempo que é bastante tempo, não é tempo suficiente. Na verdade, a capital peruana não tem tantas atrações diurnas assim, mas Lima concentra tanto restaurante sensacional (vários entre os melhores da América Latina) que vale a pena dedicar vários dias para a cidade, só para comer nos melhores restaurantes!

Justamente pelos restaurantes e por Arequipa e Linhas de Nazca que ficaram de fora dessa viagem, sei que vou voltar para o Peru e vou falar neste post não só das atrações que conheci nesses 2 dias e meio, mas também das que ficaram para a próxima vez, todas marcadas no mapa abaixo.




Para viajar tranquilo, garanta já o seu seguro viagem com a parceira do blogSeguros Promo - comparador de preços com as melhores seguradoras do mercado! Você não gasta nenhum centavo a mais por isso e colabora para manter o blog!





quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Mercados de Natal em Berlim

Quando defini as datas que iria estudar na Alemanha no ano passado, fiquei louca de ansiedade quando vi que estaria em Berlim a tempo de pegar os lindos mercados de Natal!!! Já tinha estado em Munique no Natal de 2004 e me programei para visitar o máximo de mercados possíveis em 2014 em Berlim! Na lista oficial do escritório de turismo de Berlim, contei 45 mercados em 2015!!! Eu consegui conhecer 7 dos mais tradicionais no ano passado e vou mostrar um pouquinho de cada um deles no post de hoje e muitas das guloseimas dessa época também! Confiram no site do Visit Berlin, as datas e horários de cada um e o melhor jeito de chegar!


Comidinhas que você encontra em quase qualquer um dos mercados


Nas minhas duas últimas semanas em Berlim, aproveitei para almoçar e jantar praticamente só nos mercados de Natal, que sempre tinham opções baratas de lanches (e doces irresistíveis!). Além da clássica Bratwurst, comi batata de vários jeitos, Boulette (espécie de almôndega/hamburguer) e até o cogumelo com molho maravilhoso abaixo!!!

Para beber, o mais comum é o Glühwein - vinho com especiarias, conhecido em São Paulo como vinho quente e no Sul como quentão (mas em SP quentão é ouuutra bebida - feita com cachaça!) ou chocolate quente.


Comidas e bebidas de mercados de Natal na Alemanha
Não lembro o nome desse docinho que comprei na feira da frente da Rote Rathaus. Era uma massa beeem leve. O da direita é chocolate quente com a caneca da feira de Charlottenburg. Essa não trouxe para casa.

Dos doces, tem de tudo! Era possível encontrar todas as opções abaixo em qualquer um dos mercado. Só o Schneeball eu só encontrei no mercado da Potsdamer Platz e pelo que pesquisei, é típico da cidade de Rothenburg ob der Tauber.

Comidas típicas de feiras de Natal na Alemanha
As 2 fotos de cima e a da esquerda de baixo são o Scnheeball que falei acima. Eu comprei a de canela e maçã mesmo, mas achei simples demais. O meião da bola não pega muito o sabor. O doce que parece batata (e por isso não tive coragem de comer) é um marzipã.

Comidas típicas de feiras de Natal na Alemanha


terça-feira, 13 de outubro de 2015

Mais de 100 atrações e atividades grátis em Berlim!!!

Em tempos de euro caro, dólar absurdo e libra na estratosfera, você tem 2 opções para não parar totalmente de viajar: ou viajar mais pelo Brasil (já são quase 100 posts aqui no blog) ou economizar de todo jeito nas viagens internacionais! Vale ficar de olho em promoções, comprar ingresso de atração com antecedência, se hospedar em hostel (como esse aqui na Alemanha - premiado por sinal!), comprar comida em barraquinhas de rua ou supermercado e claro, focar seu roteiro nas atrações grátis de cada lugar!

O que fazer de graça em Berlim: Portão de Brandenburg, Reichtag, Potsdamer Platz e Tiergarten

Em sentido horário: Portão de Brandemburgo, Reichtag, Potsdamer Platz e Tiergarten


O post de hoje é uma lista imensa de atrações grátis na minha cidade favorita dos últimos tempos - Berlim! Quando for o caso, já indico também o post específico aqui no blog ou em blogs/canais que curto! Divirtam-se e aproveitem!

O que fazer de graça em Berlim: Kaiser-Wilhelm Gedächtniskirche, East Side Gallery, Gendarnemmarkt e Topografia do Terror
Em sentido horário: Kaiser-Wilhelm Gedächtniskirche, East Side Gallery, Gendarmenmarkt e Topografia do Terror


Não deixem de ver os mais de 40 posts sobre a cidade que já estão no blog (tem muito mais pela frente), inclusive esse aqui, sobre os passes de desconto nas atrações turísticas!




Começando pelo clássico free walking tour! Ótima maneira de conhecer a cidade a pé, guiado por alguém que conhece muitas histórias e dicas da cidade.  Adorei fazer logo no meu primeiro dia inteiro na cidade e durou a tarde toda! Apesar de grátis, é de bom tom dar gorjeta.

Vejam aqui como foi o meu walking tour por lá!

02) Unter den Linden


Uma das avenidas mais bonitas e famosas da cidade, onde ficam inclusive algumas das atrações que vou falar neste post (e outras que já falei, como por exemplo o Museu Histórico Alemão ou Deutsches Historisches Museum). Atualmente está meio complicado de andar por ali por conta de algumas reformas, mas fiz um post sobre as atrações da avenida e proximidades.

03) Portão de Brandemburgo


É claro! Não poderia ficar de fora! O principal cartão postal de Berlim, se bobear até da Alemanha! Cheguei na cidade meio tarde, no dia seguinte fui para a aula cedo e só consegui ver o portão perto da hora do almoço. Foi impossível não se emocionar!

domingo, 11 de outubro de 2015

Onde ficar e onde comer em Lima (Peru)

Já fazia muito tempo que queria ir para o Peru, culpa é claro de Machu Picchu e das linhas de Nazca, mas sempre enrolava muito e acabava indo para outro lugar. No 1o semestre de 2015, finalmente conseguimos ir!!! Como já contei no primeiro post sobre o Peru, fomos em 6 pessoas da família, tudo de última hora então fechamos um pacote mesmo porque não daria tempo de ir atrás de tudo. Claro que é possível fazer esse roteiro por conta própria, mas a logística não é fácil, então na correria, optamos pelo jeito mais jeito rápido. Hoje vou começar a contar dos passeios, hotéis e restaurantes, começando pela capital Lima!

O que fazer em Lima, Peru
Em sentido horário: Municipalidad de Lima na Plaza de Armas, Convento de Santo Domingo, estátua "El Beso" de Victor Delfín no Parque del Amor e um pedacinho de Huaca Pucclana

Onde comer em Lima


Já fazia anos que eu e minha mãe "namorávamos" alguns restaurantes peruanos - para quem não sabe, existem vários restaurantes premiados em Lima. Hoje inclusive, são 4 restaurantes da cidade entre os 11 melhores do mundo!!! Acabamos não conseguindo reserva em alguns e desistindo de outros que eram fora de mão ou só ofereciam menu fechado - que mania esse chefs estrelados tem de fazer cardápio fechado - não deixam a gente escolher o que vai comer, mesmo pagando caro para isso!!!

Dicas de restaurantes em Lima
Onde será que comemos esse monte de coisas gostosas? Só abrindo o post para descobrir! rs

Não preciso nem dizer que para os restaurantes mais arrumados/concorridos, precisa fazer reserva, né? É só fazer pelo site ou pedir para alguém da recepção do seu hotel ajudar. A gente fez pelo site aqui mesmo do Brasil e sempre recebíamos as confirmações por email.


Inca Kola - refrigerante típico do Peru
Apesar de não ser tão bom, bebi um monte de Inca Kola no Peru! Vejam aqui um post sobre os refrigerantes esquisitos que já experimentei pelo mundo!

Segue então a listinha dos restaurantes que conseguimos experimentar e as nossas opiniões, na ordem que fomos nos 2 dias na cidade (1 logo que chegamos e outro antes de voltar para o Brasil). Ainda ficou uma lista imensa de lugares para testar na próxima vez - sim, com certeza voltaremos para visitar as Linhas de Nazca e aí ficaremos mais uns dias em Lima, pensando mesmo em comer! rs

E mais abaixo, o hotel que ficamos em Lima!


quinta-feira, 8 de outubro de 2015

10 dicas para curtir São João del Rei - MG!

Como já contei no blog, em agosto deste ano voltei a São João del Rei para o 2o Encontro de Inverno de Blogueiros de Viagem brilhantemente organizado pelo Antônio, do blog Retrip. Já tinha estado na cidade rapidamente em 2 outras ocasiões, com amigos da faculdade em um feriado e com meus pais durante uma roadtrip de uma semana em Minas, pegando a maria fumaça em Tiradentes. Mas é claro, que me hospedando em São João del Rei e seguindo as dicas dos locais, eu aproveitei muito mais a cidade!

O que ver e fazer em São João del Rei -MG
Algumas das partes que achei mais bonitas em São João del Rei  em sentido horário: Solar dos Neves, Igreja do Rosário, a "praia" (com a Ponte da Cadeia, a Prefeitura e a Secretaria da Fazenda) e o Chafariz da Legalidade

Seguro viagem geral 468x60

A seguir então, 10 dicas para curtir São João del Rei - MG!!!

terça-feira, 6 de outubro de 2015

O que fazer em 1 dia em Colônia (Alemanha)?

Quando fui estudar em Frankfurt no ano passado, tinha certeza que conheceria Colônia em um dos fins de semana. Só que eram tantas cidades legais para conhecer na região (e eu sinceramente só queria ver a Catedral de Colônia) que acabei reservando só um dia para a cidade. O ideal mesmo teria sido mais tempo, mas mesmo em um dia é possível ver bastante coisa!

Logo na chegada, a gente já fica impressionado com a visão da lateral da catedral, que fica bem na saída da estação de trem!!!

Catedral de Colônia, Alemanha


domingo, 4 de outubro de 2015

Onde se hospedar pagando pouco em Curitiba!

Durante o Curitiblogando, fiquei hospedada no Knock Knock Hostel, juntamente com a Rafa do Viajando sem Medo e a Amanda e a Eloah do Marola com Carambola e do Viaja, bi!. Durante o feriado, o hostel estava lotado e nós ficamos em um quarto coletivo para 8 pessoas (eram 3 beliches em um quartão grande e mais 2 camas em um quarto menor anexo), mas existem quartos com diversas distribuições, todos eles decorados e nomeados com motivos musicais. O nosso era o "Flamenco" e tinha um banheiro dentro do quarto.

Knock Knock Hostel em Curitiba
Recepção do Knock Knock Hostel

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Curitidoce - o melhor walking tour do Brasil!

Desde que o Tour Curitidoce foi lançado, fiquei morrendo de vontade de ir! Mas não tinha a menor ideia de quando viajaria para Curitiba. Quando fiquei sabendo que o melhor walking tour de todos estaria na programação do Curitiblogando, fiquei torcendo para ser sorteada (a turma ia se dividir em 2 atividades nesse horário, já que o tour não pode ser feito em grupo grande). E acabou que no final todo mundo torceu por mim e eu consegui participar!!!

Tour Curitidoce em Curitiba

Tour Curitidoce em Curitiba
O ponto de encontro do tour é na Praça da Espanha, no Batel

Tour Curitidoce em Curitiba
As docerias convidadas daquele dia nos enviaram macarons que derretiam na boca (Chef Maria Clara) e palha italiana (Made in Portugal)!