terça-feira, 1 de setembro de 2015

Região dos Lagos Andinos: Ilha de Chiloé e Puyeuhe

Continuando o relato da viagem para os Lagos Andinos!

Além dos mais famosos passeios na região que contei em outro post (Frutillar, Lago Llanquihue e vulcão Osorno), fizemos 2 outros bate-voltas na região de Puerto Varas, um para a Ilha de Chilloé e outro para as Termas de Puyehue. Confesso que esses 2 últimos não foram tão legais e emocionantes como tinham sido os outros passeios pela região, mas vou mostrar um pouquinho no post de hoje.

Ilha de Chiloé


O passeio de um dia para essa ilha teve um passeio de barco par visitar uma pinguinera e um passeio por Ancud, a capital da ilha com suas igrejas e casas diferentes, mas acabei nem tirando muitas fotos. A pinguinera que todos visitam é a de Puñihuil, na baía de mesmo nome. Ali, os pinguins Humboldt e Guimarães passam o verão e se tornam a principal atração para os turistas.

Pinguinera, Chilóe, Chile

Pinguinera, Chilóe, Chile



A cidade de Ancud é famosa por suas construções em palafitas e as igrejas como mostra o blog Expedição Andando por ai.

Ancud, Chiloé Chile
Visitando o Fuerte de San Antonio, de onde se tem vistas maravilhosas da região

Ancud, Chiloé Chile

Não lembro o que almoçamos nesse dia, mas o prato tipico da região é o curanto. Nós fizemos somente um bate-volta para Chiloé, mas caso você se hospede na ilha, um lugar muito recomendado é o La Minga Hostel em Castro, que conta com quartos duplos ou coletivos. A dona é uma viajante de mão cheia, blogueira de viagem (blog O Melhor Mês do Ano, especializado em América do Sul) e portanto sabe perfeitamente o que os hóspedes precisam.




No outro dia, seguimos para as Termas de Puyehue, mas paramos antes na pacata cidade de Osorno (sim, com o mesmo nome do famoso vulcão). A parada foi só para esticar as pernas na praça principal e a cidade não parece que tem muito o que fazer.

Osorno, Chile

Osorno, Chile

Termas de Puyehue


Dentro do Parque Nacional de Puyehue, fica o Lago e as Termas com o mesmo nome. As águas quentes tem origem na atividade vulcânica da região (o vulcão Puyehue entrou em erupção em 2011 e claro que causou um certo caos aérea na região - não tanto quanto aquele vulcão islandês). Achei o parque bonito mas nada demais. Almoço ali, bem sem graça na única opção no parque (na época pelo menos era a única).

As águas termais são indicadas para tratamentos de reumatismo, artrite, enfermidades respiratórias, de pele, tendinite, osteoporose e outras.


Você pode se hospedar no Termas Puyehue Wellness & Spa Resort (mais exclusivo), no Termas de Águas Calientes (mais simples) ou em outros hotéis da região, mas sinceramente, não é muito meu tipo de turismo não.




Para viajar tranquilo, garanta já o seu seguro viagem com a parceira do blogSeguros Promo - comparador de preços com as melhores seguradoras do mercado! Você não gasta nenhum centavo a mais por isso e colabora para manter o blog!




Um comentário:

  1. Olá!
    Obrigada por indicar o Expedição Andando por aí.
    Chiloé é linda e vale mesmo a pena.
    Bjs

    ResponderExcluir