domingo, 15 de fevereiro de 2015

10 lugares históricos em Londres que não existem mais

Com o avanço das tecnologias e o progresso (ou até mesmo catástrofes), muitos locais históricos das grandes cidades foram se perdendo ao longo dos anos e acabaram fechados/demolidos/substituídos. Li um post muito legal no Londotopia, blog em inglês fantástico para quem ama Londres (que aliás já tinha recomendado antes!) e traduzo/adapto aqui com autorização.

Seguro viagem europa 468x60

Aqui está uma lista de 10 construções históricas importantes perdidas em Londres:

Arco Euston


Euston Arch Londres

Esse arco, desenhado por Phillip Hardwick no estilo dórico, era a entrada original da estação Euston. Já que os trens para Birmingham saíam de Euston, esse arco era conhecido como o "portão para as Midlands". Na época da Grande Exibição (1851), era considerado "gigante e absurdo". Em 1930, começaram a cogitar a sua demolição quando foi proposta uma remodelação da estação - adiada até a década de 60 devido à Segunda Guerra. O arco foi removido em 1961 para dar lugar ao grande hall da estação - e só então os arquitetos perceberam que ele poderia ter ficado no mesmo local (#fail!).



Palácio de Cristal


Crystal Palace Londres

Erguido no Hyde Park para a Grande Exibição de 1851 (acima) e desenhada por Joseph Paxton, a estrutura de ferro e vidro era uma maravilha do período vitoriano. Custou 2 milhões de libras e tinha 992 mil m2, contendo mais de 100 mil objetos de 15 mil expositores. Só durou 6 meses para a exibição e foi transferido para Sydenham Hill em 1852, onde permaneceu até ser destruído por um incêndio em 1936.

Palácio de Whitehall


Palace of Whitehall Londres

O palácio original foi construído no século XIII pelo Arcebispo de York, Walter de Gray para ser sua residência e foi nomeado York Place. Quando o rei Henry VIII chegou ao poder e rompeu com a Igreja Católica, ele tomou o York Place e começou a construir um novo palácio ali para ser sua residência ao invés do Palácio de Westminster. Henry redesenhou York Place para ter um centro recreacional, contendo salas para atividades como briga de galos e lutas em geral. Ele casou com Ana Bolena e Jane Seymour no palácio e também faleceu ali. O palácio também sediou a primeira performance de "A Tempestade", de Shakespeare em 1611. Contudo, igualmente ao Palácio de Cristal, um incêndio o destruiu em 1698 e nessa época a realeza já preferia o Palácio de Kensington (que visitei em 2010!).

Está planejando uma viagem à capital inglesa? Compre já o "Guia de Londres para iniciantes e iniciados"!

Lowther Arcade


Lowther Arcade Londres

Arcadas são o equivalente vitoriano dos shoppings centers, compridos centros de venda com lojas alinhadas lado a lado. A arcada coberta de vidro estava localizada na Strand (rua famosa em Londres) e era um local muito popular entre as crianças devido às múltiplas lojas de brinquedos. Infelizmente, foi derrubada e hoje o Banco Coutts está em seu local.

Colosseum - Regents Park


Colosseum - Regents Park Londres


Construído em 1827 e inspirado no Panteão de Roma, seu principal propósito era sediar uma pintura com vista panorâmica de Londres, a maior pintura feita até então. Depois que seu dono, o pintor do panorama Thomas Horner, se afundou em dívidas, ele vendeu o prédio que caiu em desuso até ter sido convertido em um local para uma coleção de estátuas. E. T. Parris repintou o panorama para a reabertura em 1845. Menos de 20 anos depois, foi demolido (em 1874).

Egyptian Hall - Piccadilly


Egyptian Hall - Piccadilly Londres


William Bullock encarregou esse prédio de sediar sua coleção de artefatos egípcios e outras curiosidades. O hall era um sucesso e foi palco de várias outras exibições por muitos anos, incluindo uma com objetos de Napoleão recolhidos depois de sua derrota em Waterloo. Mais para o final do século, se tornou um grande palco de performance para ilusionistas e inclusive alguns dos primeiros filmes. Foi demolido em 1905 para abrir espaço para apartamentos e escritórios.

Não perca tempo na fila das atrações em Londres - compre seu ingresso antecipadamente!

London Bridge


London Bridge Londres

A London Bridge original foi a primeira ponte a atravessar o rio Tâmisa e sofreu várias alterações desde a Idade Média. Chegou a um ponto que estava tão cheia de prédios e com um tráfego intenso de pedestres que pensava-se que a ponte cairia no rio Tâmisa. O Parlamento aprovou uma lei para que os prédios fossem removidos, o que aconteceu entre 1758 e 1762. Os trabalhos na nova London Bridge começaram em 1824 e a ponte antiga foi desmontada. A nova ponte foi mais uma vez desmontada em 1968 e vendida ao soldado americano Robert McCulloch, que a reconstruiu na cidade de Lake Havasu, Arizona, Estados Unidos em 1971. Hoje existe outra ponte no mesmo local, usando parte da estrutura (abaixo), mas é uma ponte sem graça nenhuma, inaugurada em 1973.

London Bridge Londres
Os pilares da ponte ainda resistem, mas a ponte ali é uma nova estrutura

Tower Bridge Londres
Não confundir essa ponte acima - a Tower Bridge com a London Bridge!!!

Carlton Hotel


Carlton Hotel Londres

Um hotel luxuoso construído em 1899 pelo arquiteto C.J. Phillips, que o projetou em conjunto com o Teatro de Sua Majestade, adjacente ao hotel. Depois do sucesso do Hotel Ritz em Paris, César Ritz tomou um arrendamento de 72 anos do hotel, sendo o segundo hotel do que se tornaria o famoso império Ritz-Carlton. O hotel provavelmente ainda estaria de pé caso não fosse pela 2a GM, quando o Carlton foi atingido por bombas alemãs na Blitz de Londres em 1940. O governo utilizou partes restantes do prédio como escritório em 1942, mas ele nunca foi reconstruído e foi finalmente demolido em 1957-1958, quando o prédio da New Zealand Commission foi construído em seu lugar.

Imperial Institute


Imperial Institute Londres

Saído da Exibição Colonial e Indiana de 1886, o Instituto foi estabelecido para conduzir pesquisas para melhorias no Império Britânico. O quartel-general original estava localizado em South Kensington e foi terminado em 1893. Desenhado por T. E. Colcutt, ostentava 3 torres renascentistas com telhado de cobre. Contudo, entre os anos 1950 e 1960, a maior parte do prédio foi demolida enquanto o instituto foi renomeado como Instituto do Commonwealth e foi movido para a locação atual na Rua Kensington. Os remanescentes são hoje a Torre da Rainha.

Royal Panopticon


Royal Panopticon Londres

O Panóptico Real de Artes e Ciências (eu não tinha ideia do que era um panóptico - leia aqui e aqui) recebeu sua patente real em 1850 e um arrendamento de 60 anos da propriedade em 1851. O prédio foi concluído em 1854 e estava localizado na hoje movimentadíssimas Leicester Square, no local do atual Cinema Odeon. O arquiteto T. Hayter Lewis foi muito influenciado pelo design mouro e o exterior mostrava vários brasões de famosos escritores, artistas e cientistas. A rotunda central abrigava salas para palestras e exibições e o prédio acabou sendo vendido para o circo Howes e Cushing em 1858. Em 1871, era o Teatro Real Alhambra, que fechou em 1936 para ser demolido e o Odeon ser construído no ano seguinte.

Veja o post-índice de Londres aqui no blog!

As fotos antigas deste post foram retiradas do blog Londotopia ou da Wikipedia. E aí, qual desses prédios vocês gostariam de ter conhecido? Eu queria ter visto todos!


Você já curte nossa fanpage no Facebook, já segue o nosso Twitternosso Instagram e o Google+?

Um comentário: