quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Pontos negativos e positivos em um cruzeiro

Já contei dos meus 2 cruzeiros aqui e aqui, mas faz tanto tempo e os navios evoluíram e cresceram tanto nos últimos anos que preciso fazer mais um! Agora quem sabe uma travessia para a Europa ou então até mesmo para a Patagônia, já que não sou tão chegada em praia. Deixei as observações sobre os cruzeiros em si para o post de hoje.

navio Rembrandt

navio Rembrandt

navio Rembrandt


Pontos Positivos

  • É um meio de transporte mais fácil de uma cidade a outra. Meus pais costumam dizer que você carrega o hotel com você, não precisa arrumar e desarrumar mala, fazer check-in ou check-out, etc;
  • O número de restaurantes e o que está incluso ou não varia de navio para navio, mas sempre tem muita comida! Dependendo do estilo do seu cruzeiro, podem ser mais normais ou mais arrumadinhas. (Só não sei se melhoram esse quesito de madrugada - o pessoal que saía da baladinha lá pelas 3 ou 4 da manhã tinha que ficar esperando o café da manhã abrir - ou assaltar a cozinha rs!)
  • Você conhece várias cidades de uma vez só, sem os perrengues de deslocamentos;
  • Existem atrações para todas as idades, acreditem. Desde áreas para crianças, adolescentes, atividades esportivas, curtir a piscina, o bar, o teatro ou a balada à noite (eu adolescente adorava as baladinhas - que meus pais não tinham como usar a desculpa de me buscar de madrugada para não deixar eu ir rs);
  • Todo mundo fica junto nos mesmos lugares, o que é bom para conhecer outras pessoas porque durante a semana você sempre cruza com a mesma galera nos corredores, piscina, balada, restaurantes e etc;
  • Oferece segurança para pais porque sabem que os filhos não têm para onde fugir e facilita também porque não precisam ficar levando os filhos para cima e para baixo entre a aula de tênis e o karaokê, como no dia-a-dia;
  • Existem atividades variadas nos dias em alto-mar e os navios cada vez maiores têm cada vez mais opções de distração. Esses dias em alto-mar seriam como estar em um resort, mas com a grande vantagem (do ponto de vista de quem não gosta de ficar parado) de conhecer várias cidades também! A gente recebia um jornalzinho na cabine com a programação do dia seguinte e tinha de tudo - o que eu lembro que fiquei curiosa (mas não fiz) foram as aulas de dobradura de guardanapo (sabe, para enfeitar mesas de restaurante?)!

navio Rembrandt

navio Rembrandt
Essa foto parece até do Titanic!

Pontos Negativos


  • Alguns cruzeiros têm perfis específicos, por exemplo, universitários e se você escolher errado, está perdido;
  • Existem gastos extras que podem ser caríssimos: cassinos (para maiores de idade), compras a bordo, bebida alcóolica nem sempre inclusa, gorjeta - leia tudo antes para não se dar mal;
  • Todo ano ouvimos noticias pesadas de gente que morre em cruzeiros, mas normalmente isso só acontece nos que o pessoal abusa mais, por exemplos nos cruzeiros de Carnaval ou universitários; a maioria costuma ser bem família;
  • Se você não come muito, pode pagar caro e jogar dinheiro fora (isso também vale para os dias que você desce do navio e acaba perdendo as refeições inclusas);
  • Muitas pessoas enjoam em alto-mar, mas existem remédios para isso e não tem jeito, cada um que sabe (ou tem que descobrir) se aguenta ou não - dizem que roteiros para o Nordeste balançam menos! Eu não senti problema nenhum, mas às vezes até percebia o navio se mexendo enquanto caminhava pelos corredores;
  • Às vezes o tempo em cada cidade é muito curto - em casos como o Rio de Janeiro ou Buenos Aires por exemplo, mas aí você sempre tem desculpa para voltar!

navegando
A saída dos portos é sempre legal - o pessoal se aglomera no convés para ver!

A Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos acabou de lançar o Guia para Cruzeiristas, cheio de dicas práticas para quem for fazer cruzeiros nas próximas férias. Vejam o que não pode ser levado na bagagem e qual o melhor horário para fazer check-in, entre outras dicas.

Bom, eu vejo mais pontos positivos do que negativos, quem sabe agora eu não faço outro? E você, qual sua opinião sobre cruzeiros? Lembrou de algum ponto positivo ou negativo que não está aqui? Deixe nos comentários!


4 comentários:

  1. Sabe que eu nunca tive coragem de fazer um cruzeiro? Ainda acho que não é muito o meu perfil...mas, como é que eu vou saber se eu nunca fui? kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, tem que fazer um pra experimentar! Tente um daqueles mini cruzeiros de 3/4 dias!

      Excluir
  2. Olá... eu também adorei fazer o meu primeiro cruzeiro.. Coloquei no meu blog diversas dicas para os marinheiros de primeira viagem.. Achei um lazer super legal para todo tipo de público...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é todo mundo que curte, mas escolhendo bem as paradas, eu acho uma ótima ideia!

      Excluir